domingo, 15 de janeiro de 2012

Algo da História do Lima

Capítulo 26
Tempos e Contratempos.
Silvano Schoenberger.
Logo no início de suas atividades como reitor e administrador do Santuário do Lima, Pe. Silvano Schoenberger se preocupou com a questão da água. A barragem estava em boa parte tomada, por isso logo tratou de fazer um desvio feito de pedras e cimento, da água que formava um riacho na época das chuvas. Providenciou a instalação de encanamento para trazer água de um cacimbão construído por Pe. Henrique no alto da serra, distante um quilômetro do Santuário. A água era limpa, porém salobra. Conseguiu que fosse forrada com gesso a residência dos padres. Em outubro de 1980 veio da província do sul o irmão religioso Euclides José Forte com a finalidade de ajudar nas atividades pastorais. Em novembro de 1981 veio de Jucás CE, Pe. Alcides Francisco Cericatto, sob cuidados médicos e alegando estafa a ser curada com os ares da serra. Em pouco tempo se dispôs a assumir a administração do Santuário, liberando Pe. Silvano para atuar na paróquia de Patu, já que Pe. Eurico tinha dificuldades, devido ser idoso e cardíaco. Por isso no mês janeiro de 1982 foi transferido para Betânia, PE. No dia 06 de janeiro Pe. Alcides foi nomeado administrador interino do Santuário e Pe. Silvano, Vigário de Patu. Com pouco tempo no cargo, Pe. Alcides preferiu renunciar e seguir para paróquia de Carius CE. No dia 05 de agosto de 1982 assumiu como 13º administrador o gaúcho João Paulo Winter. Trabalhador, logo providenciou a limpeza da barragem. Seu temperamento brusco e radical lhe trazia dificuldades de relacionamento. Nesta época morreu Pe. Luiz, mas em seguida a comunidade foi contemplada com a presença de Pe. Antônio Schulte-Wrede, considerado um santo, era realmente um homem de Deus, piedoso, muito humano e sempre preocupado com os pobres. Pe. Paulo voltou à Província do sul. Em 1992 Pe. Silvano foi escolhido para ser vice-provincial e mestre de noviços em Recife, sendo para lá transferido. Pe. Tarcísio Weber assumiu como 14º administrador do Santuário do Lima e vigário de Patu.
Pe. Silvano Schoenberger. Foto: Blog Paróquia de Almino Afonso 
A barragem do Lima sempre mereceu cuidados por parte dos Administradores do Santuário 
Pe. Tarcísio José Weber
Uma ação importante da administração de Pe. Tarcísio Weber foi a construção da passarela da ladeira do Santuário onde o mesmo  fez uma campanha do cimento e recebendo também a doação dos canos de ferro do Dr. Arnaldo Segundo 
A comunidade foi contemplada com a presença de Pe. Antônio Schulte-Wrede, considerado um santo, era realmente um homem de Deus, piedoso, muito humano e sempre preocupado com os pobres.
Pe. Antônio desenvolvia um importante trabalho em prol dos pobres de Patu, principalmente da área da Capela de Santa Teresinha 
O túmulo de Pe. Antônio encontra-se no Santuário do Lima ao lado do túmulo de Pe. Henrique Spitz
Outras Imagens da História do Santuário do Lima
Fotos: Site do Santuário do Lima. Digitalização: Raniery Alves
Construção dos apartamentos do Hotel do Lima
Hotel do Santuário do Lima em Construção
Foto da pavimentação da Ladeira do Lima. Não foi fácil construir o acesso ao Santuário. 
            Santuário do Lima em Construção

Nenhum comentário:

Postar um comentário