sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Dia “D” de multivacinação ocorre neste sábado (24) em todo o país

Para garantir que nenhuma criança até cinco anos de idade ou entre 9 e 15 anos fique de fora da campanha de multivacinação deste ano, os postos de vacinação estarão abertos neste sábado (24), em todo o país. A orientação do Ministério da Saúde aos estados e municípios é que as salas de vacinação permaneçam em atividade durante todo o dia, no entanto, os horários de funcionamento ficam a cargo dos gestores locais de saúde e podem variar de uma cidade para outra. O objetivo do “Dia D” é dar mais uma oportunidade aos pais e responsáveis de garantirem a proteção das crianças e adolescentes.

Além das salas fixas nas unidades de saúde, o “Dia D” da Campanha Nacional de Multivacinação terá ainda postos volantes em escolas, praças e outros locais públicos. A expectativa é que o sábado de vacinação envolva mais de 350 mil profissionais de saúde em todo o país, além de 42 mil veículos, entre terrestres e fluviais, que irão assegurar a vacinação em locais de difícil acesso.

UFPB publica edital de concurso com 47 vagas para professor universitário

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançou um edital de concurso para professor de ensino superior com 47 vagas. O certame é para a seleção de professores de várias áreas, precisando o candidato ter especialização, mestrado ou doutorado, dependendo do área de interesse. O edital foi publicado no dia 31 de agosto, no Diário Oficial da União (DOU).

A remuneração pode variar de R$ 2.983,59 a R$ 8.639,50, dependendo da denominação, titulação e regime de trabalho do professor. A taxa de inscrição varia de R$ 60 a R$ 140. As inscrições são feitas na secretaria do Departamento Acadêmico responsável pela área desejada, nos endereços e nos prazos listados no quadro de distribuição de vagas, no edital. As inscrições podem ser feitas pessoalmente, via procuração ou via postal expressa. De acordo com edital, os candidatos hipossuficientes economicamente poderão requerer isenção na taxa de inscrição

Professora é afastada após chamar aluno de ‘macaco’ em sala de aula


Uma professora do Instituto de Educação Clélia Nanci, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, foi afastada do cargo depois de ter chamado um aluno negro, de 14 anos, de macaco, na segunda-feira. Em uma gravação, a professora identificada como Nádia Restum aparece em uma discussão com o estudante e responde: “Você olha para o seu rabo, macaco”. O vídeo foi gravado por um colega de turma do garoto.
A Secretaria Estadual de Educação, responsável pela administração do colégio, enviou nota afirmando que “a professora foi afastada imediatamente das funções e responderá a uma sindicância”. “A secretaria ressalta que repudia quaisquer formas de preconceito e discriminação.”

Crônica de Professor da UERN é premiada no II Concurso “Lembrança do Ídolo”

O professor universitário José Romero Araújo Cardoso foi o grande campeão do II Lembrança do Ídolo, um concurso de crônicas que este ano homenageia o multi-instrumentista Sivuca.
Confira o texto completo de José Romero:
A expressão máxima da autêntica cultura popular nordestina em Feira de Mangaio 
José Romero Araújo Cardoso
As feiras livres nordestinas caracterizaram-se, em um passado não muito distante, por serem verdadeiros repositórios para a comercialização da produção artesanal, as quais personificam formas perfeitas e acabadas do trabalho coletivo ou individual com pouco ou nenhum uso dos artefatos sofisticados surgidos com a industrialização.
Em épocas pretéritas havia ênfase quase absoluta nas feiras livres nordestinas para a venda do que era produzido na região, ou na própria localidade, estando hoje visivelmente submetidas aos ditames contidos no comportamento da economia globalizada, sendo facilmente encontrados produtos de fora, do exterior, em consonância com a oferta de objetos e demais artes da cultura popular genuinamente regional.
Nesses espaços marcantes, a interação entre as pessoas verifica-se notavelmente, fomentando formas variadas de contato, as quais vão da pechincha dos fregueses com comerciantes ao bate-papo descontraído sobre fatos e personagens locais e das redondezas, entre inúmeras outras maneiras de tangência direta da própria sociedade.
Momento sublime de referência às feiras livres nordestinas encontra-se em composição musical de autorias de Severino Dias de Oliveira, mais conhecido como Sivuca (Itabaiana/PB, 26 de Maio de 1930 – João Pessoa/PB, 14 de Dezembro de 2006) e de Glória Gadelha (Sousa – Paraíba, 19 de Fevereiro de 1947 – ), a qual sintetiza de forma invulgar e extraordinária a importância assumida pelas manifestações da cultura popular enquanto marca indelével dos espaços abertos que integram economicamente os circuitos inferiores do processo de comercialização no Nordeste Brasileiro.
O povo sertanejo, com suas criações, invenções, interações e maneiras como se apresenta a culinária regional, integram os refrães marcantes de uma das mais belas canções regionais, pois é notável o apelo à compra do que é ofertado através do destaque dado aos produtos. Fumo de rolo, arreio, cangalha, bolo de milho, broa, cocada, pé-de-moleque, alecrim, canela, cabresto de cavalo, rabichola, pavio de candeeiro, panela de barro, farinha, rapadura e graviola são vendidos há tempos imemoriais em feiras livres nordestinas, razão pela qual a identificação espaço-tempo é realizada sem nenhum empecilho no que tange ao entendimento por aqueles que, nordestinos de fato, escutam Feira de Mangaio, tendo em vista que, invocando conceitos pertinentes a lugar e ao espaço vivido, a tradução precisa acerca de pertencimento está explícita de forma clara e objetiva, pois as representações da geografia humana contidas em uma feira livre nordestina estão definidas com precisão, razão pela qual personagens reais do mundo dos compositores, sobretudo ao que pertence Glorinha Gadelha, estão imortalizados através da arte sublime de dois gênios de sensibilidade extraordinária, aos quais o povo do Nordeste deve agradecer eternamente pelo legado ímpar e autêntico que valoriza exponencialmente toda região. Tudo foi logisticamente invocado em Feira de Mangaio, desde a feira de pássaros à vendinha localizada de forma estratégica, a qual não pode faltar em uma feira livre nordestina, onde um mangaieiro ia se animar, tomando bicada com lambu assado, olhando para Maria do Joá, passando pelo sanfoneiro no canto da rua, fazendo floreio para a gente dançar, com Zefa de Purcina fazendo renda e o ronco do fole sem parar, dando ênfase à necessidade do sertanejo de xaxar o roçado que nem boi de carro para garantir a sobrevivência de si próprio  e da sua família, finalizando com o fomento de que alpargata de arrasto não quer lhe levar para sua labuta, pois o forró inebriante tomava conta da feira em todos os quadrantes.
Causa admiração que Feira de Mangaio tenha sido composta na globalizada e cosmopolita Nova York, quando o casal residia nos Estados Unidos. A estrutura começou a se efetivar quando Glorinha Gadelha estava em uma aula de inglês, sendo concluída em um fast food da McDonalds, mas foi a bucólica e sertaneja cidade-sorriso que serviu de inspiração para um dos mais belos símbolos musicais do Nordeste Brasileiro.
 FONTE: http://aduern.org.br/index.php/2016/08/10/cronica-de-professor-da-uern-e-premiada-no-ii-concurso-lembranca-do-idolo/

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

UERN: IDECAN divulga o resultado definitivo da prova escrita para professor e convoca candidatos para a prova didática

Concurso


Concurso
O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural Assistencial (IDECAN) divulgou nesta quinta-feira, 22, o resultado definitivo da Prova Escrita ao Cargo de Professor Efetivo da UERN, referente ao Edital Nº 001/2016 – Reitoria/FUERN. Também foi lançado o edital com a convocação para a prova didática e entrega dos títulos.
Conforme o edital de convocação para realização da prova de desempenho didático e entrega de documentação para avaliação de títulos, o sorteio da Prova de Desempenho Didático será realizado no período de 05 a 12 de outubro.
A aula da Prova de Desempenho Didático será realizada no período de 06 a 13 de outubro de 2016 e consistirá em aula a ser proferida em nível de graduação, a qual versará sobre o conteúdo do ponto sorteado, no tempo mínimo de 45 minutos e máximo de 60 minutos.
Confira:

Reforma do ensino médio pode trazer mudanças no Enem


enem fotoAs mudanças propostas para reformulação do ensino médio podem trazer também um novo modelo para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com a intenção de flexibilizar a trajetória dos alunos, o Ministério da Educação (MEC) terá que pensar também em formas de avaliar as ênfases de formação. Uma das possibilidades é que haja modelos diferentes de Enem, mais direcionados para o que os estudantes aprenderam na etapa de ensino. As possíveis mudanças não valerão para o Enem de 2016.
O governo quer aprovar a reforma do ensino médio até o final do ano. Hoje (22), às 15h, o presidente Michel Temer deverá anunciar o texto que será enviado para a aprovação do Congresso Nacional. Uma das possibilidades é o envio de uma medida provisória, que passa a valer assim que for publicada no Diário Oficial e tem 120 dias para ser aprovada ou não no Parlamento.
De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), o texto final ainda não foi disponibilizado aos secretários estaduais, responsáveis por essa etapa de ensino, mas grande parte das sugestões dadas pelos gestores foi acatada. A intenção é que o ensino médio tenha, ao longo de três anos, metade da carga horária de conteúdo obrigatório, definido pela Base Nacional Comum Curricular – ainda em discussão. O restante do tempo deve ser flexibilizado a partir dos interesses do próprio aluno e das especificidades de cada rede de ensino no Brasil.
Os alunos poderão escolher seguir algumas trajetórias: linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas – modelo usado também na divisão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os secretários propõe ainda a inclusão de um quinto eixo de formação: técnica e profissional.

Thácio Queiroga e Ronado Maia 55


Dr Cavéi 13.111


Açude de Coremas atinge situação crítica com 3,4% de capacidade total

O volume de água acumulada no açude de Coremas chegou a 3,4% da capacidade total, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (22) pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Atualmente há 20.320.283 m³ de água no açude de Coremas.

O açude é um dos 54 reservatórios que estão em situação crítica na Paraíba, com menos de 5% de seu volume total. Coremas é um dos principais abastecedores do Sertão do Estado. O açude de Mãe d’água, localizado também na cidade de Coremas está com 11% de seu volume total, valor também divulgado hoje.
Em Mãe D’água, o volume de água equivale a 62.180.347 m³ e o reservatório está entre os 34 açudes em observação na Paraíba.
O complexo Coremas/Mãe D’água abaste o Rio Piranhas que abastece: Caicó, Jardim de Piranhas, Timbaúba dos Batistas e São Fernando

Beneficiários do Bolsa Família doaram quase R$ 16 mi para candidatos e partidos nas eleições deste ano

Um cruzamento de dados entre o cadastro de beneficiários de programas sociais do Governo Federal e o sistema de prestação de contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) identificou que R$ 15.970.436,50 foram doados a candidatos e partidos políticos nas eleições deste ano por beneficiários do Bolsa Família.

O valor total de arrecadação declarado à Justiça Eleitoral até o momento é de mais de R$ 1 bilhão e, de acordo com o cruzamento, pelo menos 16 mil beneficiários do programa social aparecem como doadores.
Uma parceria entre o TSE e o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) permitiu o cruzamento desses dados, possibilitando que o TSE investigue indícios de falta de capacidade econômica de doadores inscritos no cadastro e que realizaram doações para campanhas eleitorais.


Universidade lança concurso. Salário de até R$ 8.639,50

A UFPB lançou edital de concurso para o preenchimento de 47 vagas de professor de Ensino Superior, para atuar nos quatro campi da instituição. As taxas de inscrição variam de R$ 40 a R$ 60 reais, conforme a titulação exigida pela vaga. O candidato precisa ter especialização, mestrado ou doutorado, dependendo da área de interesse.

O prazo de inscrição varia de acordo com a vaga que se pretende concorrer e pode ser conferido no edital. A remuneração pode chegar a R$ 8.639,50.
VAGAS POR CAMPI
Campus I (João Pessoa): Centro de Ciências Exatas e da Natureza, Centro de Ciência Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Centro de Tecnologia, Centro de Ciências Médicas, Centro de Ciências da Saúde, Centro de Ciências Jurídicas, Centro de Comunicação Turismo e Artes, Centro de Energias Alternativas e Renováveis.
Campus II (Areia): Centro de Ciências Agrárias.
Campus III (Bananeiras): Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias.
Campus IV (Mamanguape e Rio Tinto): Centro de Ciências Aplicadas e Educação.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Eleição: TSE aprova envio de tropas federais para o RN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (20) o envio de tropas federais para garantir a segurança das eleições municipais do dia 02 de outubro em oito estados. Serão enviados soldados das Forças Armadas para os estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Rio Grande do Norte, Tocantins, Acre e Pará.

Os pedidos foram feitos pela Justiça Eleitoral nos estados e foram aprovados pelos respectivos governadores. Nas eleições municipais de 2012, cerca de 140 municípios tiveram apoio de tropas federais na segurança do pleito. Novas requisições serão julgadas nas próximas sessões do tribunal.

Acaba previsão de concurso federal para 2016


Não há mais nenhum concurso federal previsto para este ano, segundo levantamento feito pelo G1. A última portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão publicada no “Diário Oficial da União” referente a concursos públicos foi no dia 24 de agosto, autorizando a nomeação de 600 aprovados na seleção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para os cargos de cargo de técnico em informações geográficas e estatísticas, analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e tecnologista em informações geográficas e estatísticas.
Segundo nota do Ministério do Planejamento, as nomeações autorizadas no IBGE não estavam em desacordo com as medidas adotadas em setembro do ano passado para reduzir gastos da União, que previa, entre outras providências, a suspensão dos concursos e das nomeações.
O concurso para o IBGE foi autorizado em 24 de julho de 2015, anterior à data de adoção das medidas e está entre as seleções com as nomeações asseguradas no número de vagas dos editais publicados e dentro prazo de validade final dos concursos.
Ainda pelo levantamento feito pelo G1, o último concurso autorizado pelo governo federal foi na Fiocruz, para 150 vagas, cujos editais já foram publicados. Dois ainda estão com inscrições abertas, para o total de 119 vagas. Além disso, os últimos dois concursos que estavam autorizados e tiveram os editais divulgados foram da Anvisa e da Dataprev. Para todas essas seleções, as nomeações dos aprovados também estão asseguradas.
A suspensão dos concursos públicos em 2016 foi anunciada em setembro de 2015 e abrangeu até 40.389 cargos reservados para provimento, admissão ou contratação, referentes a todos os Poderes, ao Ministério Público da União (MPU) e ao Conselho Nacional do Ministério Público. A medida teve o objetivo de economizar R$ 1,5 bilhão em gastos este ano.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Voto jovem representa 27% do eleitorado e pode decidir pleito, diz TSE


20141007015903_cv_URNAELETRONIC23_gdeO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que os jovens entre 16 e 29 anos representam 27% do eleitorado nacional, o que demonstra, para a Justiça Eleitoral, que o voto dessa camada da população deverá ser determinante nas eleições municipais de outubro.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 51 milhões de jovens de 15 a 29 anos, correspondendo a um quarto da população do país. Desses, mais de 75% (38.876.290) estão aptos a votar nas eleições deste ano, segundo dados do TSE. Os jovens entre 25 e 29 anos representam 10,83% do eleitorado; de 21 a 24 anos, 8,71% e de 16 a 20 anos, 7,45%.
Para o cientista político Leonardo Barreto, especialista em comportamento eleitoral, o voto dos jovens pode ser determinante nas eleições porque, por terem mais escolaridade que as gerações anteriores, acabam por influenciar o voto das pessoas do seu círculo social, como pais e avós. Segundo Barreto, pesquisas demonstram que a rede de amizades e familiares é o fator que mais influencia na escolha dos candidatos. “Mas o jovem costuma ter um voto crítico”, diz o especialista.

Começa hoje campanha para atualizar caderneta de vacinação


vacina hepatiteComeça hoje (19) a Campanha Nacional de Multivacinação em todo o país, para atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. O público-alvo da mobilização são crianças menores de 5 anos e crianças e adolescentes de 9 anos a 15 anos.
O Dia D de mobilização nacional está marcado para o próximo sábado (24), quando os postos estarão abertos para atender aos que tiverem dificuldades de comparecer em horário comercial. A campanha segue até 30 de setembro em cerca de 36 mil postos fixos em todo o Brasil. Ao todo, 350 mil profissionais participam da ação.
De acordo com o Ministério da Saúde, foram enviadas a todas as unidades da Federação 26,8 milhões de doses – incluindo 7,6 milhões para a vacinação de rotina de setembro e 19,2 milhões de doses extras para a campanha. O objetivo da ação é combater a ocorrência de doenças imunopreveníveis no país e reduzir os índices de abandono à vacinação – principalmente entre adolescentes.

Em curso, o desmonte da educação pública



Cortes de programas, contratos suspensos, redução dos investimentos...

Barulhento como uma sala de aula indisciplinada, o movimento Escola sem Partido terá dificuldades para deter o suposto “exército organizado de militantes travestidos de professores”. A perseguição à “doutrinação política” nas escolas brasileiras, representada no Congresso pelos projetos do senador Magno Malta, do PR, e do deputado Izalci Lucas, do PSDB, carece até do apoio de um governo para o qual a Constituição é rasurável. 
Em julho, a Advocacia-Geral da União e o Ministério da Educação defenderam a inconstitucionalidade da proposta por atentar contra o pluralismo na educação, em resposta a um pedido de posicionamento do Supremo Tribunal Federal sobre o Escola Livre, projeto de mesmo teor aprovado recentemente pela Assembleia Legislativa de Alagoas.
Nem mesmo um ministro apto a ouvir conselhos de Alexandre Frota leva a proposta a sério. Após nomear um defensor do projeto como assessor especial do MEC e voltar atrás em seguida, José Mendonça Filho, do Democratas, agora se declara contra a aberração. “Não dá para estabelecer um tribunal de ideias dentro das escolas”, afirmou em entrevista recente. 
O projeto tem mais efeito retórico do que prático. Enquanto uma parte da sociedade morde a isca de uma proposta com poucas chances de ser aprovada no Congresso e, provavelmente, destinada a ser considerada inconstitucional pela Justiça, o governo de Michel Temer trabalha silenciosamente no desmonte das atuais políticas de educação pública.
Em menos de quatro meses, Mendonça Filho suspendeu programas de alfabetização e de ensino integral, sugeriu cortes de 45% nos repasses às universidades federais e revogou a realização do novo sistema de avaliação da educação básica aprovado após esforços e contribuições de entidades do setor. 
Iniciativas do governo de Lula e Dilma, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego e o Fundo de Financiamento Estudantil também tiveram novos contratos suspensos após o afastamento da presidenta eleita, mas o ministério promete abrir novas vagas no segundo semestre deste ano.
É razoável imaginar que voltem remodelados, talvez com novo nome e formato. São programas interessantes para a iniciativa privada, ao auxiliarem na manutenção de grandes universidades particulares e na formação de profissionais baseados nas necessidades do mercado.
A educação pública, entretanto, é a “Geni”. Em 26 de agosto, o MEC interrompeu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica, previsto no plano nacional. Pouco esclarecedor, o documento apenas revoga a portaria que instituiu a avaliação, sem apresentar qualquer justificativa ou alternativa para seu lugar.
Aprovada durante a gestão de Aloizio Mercadante, ex-ministro de Dilma, a nova modalidade de avaliação levou mais de um ano para ser concluída. Seu objetivo era ampliar o número de indicadores educacionais, ao contemplar informações como superação de desigualdades, valorização de professores, universalização do atendimento escolar e gestão democrática. 
O Centro de Referências em Educação Integral, parceiro da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, teve acesso a uma apresentação de julho de Mendonça Filho na qual se avaliam as políticas educacionais dos últimos anos. No documento, o Mais Educação, principal inciativa federal para incentivar o ensino integral, é considerado ineficiente e novas adesões são declaradas suspensas para 2016. 
Outro programa cancelado é o Brasil Alfabetizado, voltado para a alfabetização de jovens e adultos. No Brasil, 8,3% da população não sabe ler ou escrever. Embora o ministério garanta a continuidade da execução do programa, uma cidadã, segundo reportagem daFolha de S.Paulo, questionou a pasta sobre o tema por meio da Lei de Acesso à Informação e foi avisada de que não há previsão da ativação de novas turmas.
De acordo com o MEC, existem 168 mil alunos no atual ciclo. Em 2013, eram atendidos cerca de 1 milhão. Nos bastidores, discute-se ainda a transferência para o Ministério do Desenvolvimento Social da gestão das creches, hoje parte importante da política nacional de educação infantil. Interlocutores de Temer sugerem que o governo pretende realizar parcerias público-privadas para a administração das unidades. 
O desmonte da educação pública não está relacionado apenas à suspensão de programas criados durante os governos petistas, mas ao financiamento da área. Uma das prioridades do governo Temer é aprovar a Proposta de Emenda à Constituição 241, que limita o aumento dos gastos públicos à inflação aferida no ano anterior pelos próximos 20 anos. 
A rigidez fiscal terá profundo impacto sobre o financiamento das pastas. Uma das principais metas do Plano Nacional de Educação é ampliar o investimento público de forma a atingir o patamar de 10% do Produto Interno Bruto nos próximos oitos anos. Com o limite dos gastos, o Brasil distancia-se ainda mais da porcentagem pretendida: em 2013, o governo federal investiu 6,6% do PIB na área, segundo dados oficiais. 
Atualmente, a Constituição reserva um mínimo de 18% da receita líquida da União para a pasta. Segundo a proposta defendida por Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, o piso da educação equivalerá ao gasto do ano anterior corrigido pela variação inflacionária.
Um estudo técnico da Câmara dos Deputados realizado em agosto estima que a mudança não terá impacto significativo no próximo biênio, pois a continuidade da baixa arrecadação deve resultar em um pequeno acréscimo dos recursos. Se o País contornar a crise fiscal e voltar a engordar o caixa, os consultores legislativos apontam para uma queda significativa dos repasses. 
Para 2017, o estudo técnico estima um piso de 50,2 bilhões de reais com a nova regra, ante um valor de 49,8 bilhões segundo a fórmula antiga. Em 2025, haveria, porém, queda de 13 bilhões de reais se aplicado o cálculo pretendido pela equipe econômica. Os consultores legislativos estimam uma perda acumulada de 45 bilhões de reais no período.
“A aplicação do método de correção da PEC desde 2010, em relação à regra atual, mostra que o novo método se revela vantajoso em períodos de baixo crescimento e perda de receita”, afirmam os consultores. “Se houver crescimento a partir de 2018, aumenta a diferença entre o piso atual e aquele previsto pela PEC.” 

Coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara considera a projeção tímida. “É um cálculo subdimensionado. Ainda assim, é um volume que indica a queda na expansão dos créditos nas escolas e nas universidades.” 
Aprovado pelo Senado, o fim do controle da exploração do pré-sal pela Petrobras promete comprometer uma das fontes de recursos mais importantes para a área no longo prazo. Caso o projeto prospere na Câmara, a tendência é de redução da receita de royalties do petróleo para o Fundo Nacional do Pré-Sal, que destina 75% dos recursos à educação pública. 
Estimativas de consultores da Câmara realizadas entre setembro e outubro do ano passado apontam que os recursos destinados à educação e saúde por meio da exploração do petróleo, nas regras atuais, poderiam chegar a 213 bilhões de reais entre 2015 e 2030. De acordo com o estudo técnico, a educação tenderia a receber perto de 7,2 bilhões de reais por ano.
A expectativa era ter acesso a um volume significativo do dinheiro entre 2018 e 2020, mas o baixo preço do petróleo e as incertezas sobre o futuro do setor no País podem adiar ou comprometer a bonança. “Não queremos abrir mão desse recurso, ainda mais no cenário da PEC 241”, diz Cara. 
As principais bandeiras dos governos de Lula e Dilma também têm sofrido com os cortes. Em julho, o MEC interrompeu a concessão de novas bolsas de intercâmbio internacional do Ciência sem Fronteiras para estudantes de graduação, objetivo original do programa.
Mendonça Filho afirma que a decisão não significa o fim da inciativa federal. Desde a sua criação, em 2011, o governo concedeu 92,8 mil bolsas para estudantes e pesquisadores. Hoje, mantém 14,4 mil.  
Desde o ano passado, os recursos para o Pronatec e o Fies têm caído. Ainda assim, o ministro suspendeu a abertura de novas vagas tão logo assumiu o cargo. Embora prometa honrar os benefícios de financiamento contratados, o MEC não deve disponibilizar mais oportunidades para os estudantes de ensino técnico e universitário em 2016.
No longo prazo, programas como o Fies e o Pronatec devem ter continuidade. “É interesse do empresariado que continuem. Temos um governo que tem como base social os empresários”, afirma Cara, para em seguida ressaltar a descontinuidade das políticas do setor.
“Mesmo entre Fernando Henrique Cardoso e Lula, muitos dos projetos na área foram aproveitados. Neste momento, a regra é dizer que tudo estava errado, como se os últimos 13 anos fossem marcados apenas por equívocos.” Os movimentos do governo revelam que o macarthismo ideológico do Escola sem Partido é só cortina de fumaça.
O verdadeiro objetivo é uma escola sem Estado. 

*Publicado originalmente na edição 918 de CartaCapital, com o título "Escola sem Estado". 

Fonte: www.cartacapital.com.br

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Horário de verão tem início em 16 de outubro e dura até fevereiro de 2017


horario-de-veraoLogo no primeiro minuto do domingo 16 de outubro, os brasileiros de 10 estados mais o Distrito Federal terão de adiantar em uma hora os ponteiros do relógio. É o início do horário de verão 2016/2017, que se estende até 19 de fevereiro. Essa é a 41ª vez que o país adota o esquema a fim de estimular o uso consciente de energia elétrica e, consequentemente, economizar.
A hora de verão vigora nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo,Minas Gerais, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, conforme o decreto 6.558 de 2008, que fora revisado em 2013. O texto ainda prevê a duração de quatro meses para o período de horários alterados — entre o terceiro domingo de outubro de cada ano e o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte.

Chegou ao fim mais uma Festa de Nossa Senhora das Dores


A comunidade cristã-católica de Patu vivenciou nesta quinta-feira, 15 de setembro, o encerramento da 239ª Festa de Nossa Senhora das Dores, padroeira da Paróquia de mesmo nome, com abrangência pastoral nos Municípios de Patu e Messias Targino.

Neste ano, a Festa da Padroeira de Patu, iniciada no dia 6 de setembro, celebrou o tema "Misericordiosos como o Pai".

Depois de muitos dias de novenas e missas, a Festa chegou ao fim com uma procissão pelas ruas da cidade, iniciada no final da tarde e início da noite, seguida da celebração da Santa Missa de Encerramento, que aconteceu na parte externa da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores.

Fonte: O Messiense.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Encerramento da Festa de Nossa Senhora das Dores Patu-RN

Neste 15 de setembro de 2016 acontece o encerramento da 239ª Festa de Nossa Senhora das Dores de Patu com procissão pelas principais ruas da cidade, em seguida celebração de missa.

Participação da Academia Patuense de Letras e Artes na FLIPATU 2016




Poeta Antônio Francisco pela 1ª Vez na Feira da Cultura em Patu

A convite dos Professores José Bezerra de Assis e Aluísio Dutra de Oliveira o poeta, presidente da Academia Brasileira de Cordel, Antônio Francisco esteve em Patu participando e se apresentando na Feira da Cultura, Festa de Nossa Senhora das Dores. Belíssima apresentação,

Vote Dr. Cavéi 13.111 PT


Registro Especial



Dr. Rodrigues Filho "Cavéi", candidato a vereador pelo PT teve um ótimo encontro com o companheiro Paulo Victor, Neto do Saudoso, Sr Dirceu (em memorian), um dos primeiros moradores do bairro da Capela de Santa Teresinha. O Dr Cavéi, sempre considerou um segundo pai. Seu Dirceu, como membro da Igreja Católica teve uma atuação importante e efetiva nos movimentos religiosos e  sempre esteve ao lado do Dr Cavéi em todos os momentos de dificuldades,  mais precisamente, quando morou na casa do estudante, momentos difíceis, relata o Dr Cavéi, onde muitas noites chegou o dormir com fome.  Mas, Dr Cavéi, como a maioria dos Nordestinos do Semiárido, não se intimidou com as dificuldades enfrentadas, em função das adversidades regionais (a seca). Foi a luta, e hoje ė um dos técnicos do Governo Federal, respeitado, pela sua grande experiencia na área de projetos. A sua maior virtude foi a participação em todas as etapas da regularização do território Quilombola do Jatobá, em Patu-RN. 
DR CAVEI, CANDIDATO A VEREADOR  13.111. PT.

Registro Festa dos Patuenses Ausentes no Período de Festa de Nossa Senhora das Dores





Dia 2 de Outubro Vote Thácio e Ronaldo Maia 55


Registro Especial.



Francisco Rodrigues Filho, Dr Cavéi, Candidato a Vereador  pelo Partido dos Trabalhadores-PT, em confraternização com os familiares residentes em Brasilia, filhos do Sr. Ocilva de Oliveira, agropecuarista no Sitio Torado, zona rural de Patu-RN.

sábado, 10 de setembro de 2016

239ª - FESTA DE NOSSA SENHORA DAS DORES






06 A 15/09/2016 

TEMA: Misericordiosos como o Pai 

Programação 

06/09 - TERÇA-FEIRA 

18:30 - Procissão com a Bandeira de Nossa Senhora das Dores – Praça da Estação.  

Abertura da porta Santa.           

19h - Hasteamento da Bandeira e Missa de abertura. 

Presidente: Dom Mariano Manzana. 

Noiteiros: Proprietários de carros, Motoqueiros, Moto Clubes os Impossíveis do Asfalto e Anjos da Serra, Grupo de Cavalgada Nossa Senhora dos Impossíveis, Bairros Nova Brasília e Centro, Comunidade Santo Antônio – Morada Nova e Creches Cantinho da Criança, Aluísio Alves e Carmelita Rocha.  

Responsáveis: Assis Holanda, LalauResinaldo, Marcone, Nair Nunes, João Antônio e Socorrinha, Júnior e Tinininha, José de Arimatéia, Glória, Raimunda Dias eGerluzia. 

07/09 - QUARTA-FEIRA 

18:30 - Recitação do terço. 

19h - Missa. 

Noiteiros: Legião de Maria, Movimento de Mãe Rainha, Pastoral da Criança, PDA – Novo Sertão, Centro de Juazeiro, Coroinhas, Comunidade da Sagrada Família -Gameleira, Bairros Sta. Teresinha e Conjunto Nova Patu,  Escola Municipal Raimundo Rocha, Missionários da Sagrada Família. 

Responsáveis: Fátima, Maria de Belo, Rita, Ritinha, Nazaré, Jucileide, Mateus,Expedito, Rita Cândida, Lourdes, D. Neuza, Rita de Cássia e Pe. Américo 

08/09 - QUINTA-FEIRA 

18:30 - Recitação do terço. 

19h -  Missa 

Noiteiros: Curso Bíblico, Focolares, Equipe Litúrgica, Pastoral Catequética, Terço da misericórdia, Infância Missionaria, Terço das Crianças, Conjunto João Pereira, Sindicatos Patronal e Rural, Sindicato dos Servidores Público Municipal,FIOS, Comunidade São Benedito -Jatobá, Escola Municipal Francisco Francelino de Moura, Pastoral da Juventude. 

Responsáveis: José Bezerra, Agildo, RuthChemilla, D. Balbina, Rita de Cassia, ItalaJordanaKalianeMarilene Corrtez, 9 Marcondes, PetroniloAluisio Dutra, Sandra e Junior, Marilene e Lenilda 

09/09 - SEXTA-FEIRA 

18:30 - Recitação do Terço. 

19h - Missa 

Noiteiros: Ministros da Eucaristia, Hospital Dr. Henderson J. Moura, Clínicas particulares, Rádio Educadora Patuense, Comunidade São José - Saco, Ginásio Comercial e Conjunto Francisco Dantas. 

Responsáveis: Francisco Lima, Hérica, Wanda GodeiroZilklenio Azevedo,  Dr. Kleber,Dra. Simone, Dr.Alison, Dr. Ives, Dr. Eudes, Dr. Gustavo, Dr. Ulpiano, José Bezerra, Gilcilene e Paulo 

10/09 - SÁBADO 

10h -  Feirinha de Nossa Senhora das Dores -  Pátio da Matriz. 

13h  - Leilão - Pátio da Matriz. 

18:30 - Recitação do Terço. 

19h - Missa. 

NoiteirosPatuenses Ausentes, Grupos de Idosos: João Inácio e Idoso Cidadão, Renovação Carismática Católica, Comunidade N. S. de Fátima - Cajueiro, Escola João Godeiro,Academia Patuense de Letras e Artes - APLA, Bairro Pe. José Kruza e Banda de música Luiz de França Dantas. 

Responsáveis: Dutra, Assis Oliveira, Canuto e Beta, Lúcia Brígida, Aparecida, Lourdes, Junior e SocorrinhaJoseneudo, Mª José, Socorrinha e Petronilo. 

11/09 - DOMINGO  

18:30 -  Recitação do Terço. 

19h - Missa. 

Noiteiros: Encontro de Casais com Cristo, Pastoral da família (Setores: Batismo e Matrimônio), Comunidade N. S. da Conceição – Fortuna e Escondido, Escola Estadual Dr. Xavier Fernandes e Bairro Estação. 

Responsáveis: Equipe Dirigente, Jorge e Lourdes, Cesanildo e Edivania, Souza e Cinete, Raimundo e LeidaFabiana, Jane e Cícera  

12/09 - SEGUNDA-FEIRA 

18:30 - Recitação do Terço. 

19h - Missa. 

Noiteiros: Terço dos homens, CDL e comerciantes, Banco do Brasil, INSS, Correios,EmaterBlogueiros, Comunidade São Miguel Arcanjo - Carnauba, Escola Estadual Dr.Edino Jales, Bairros: Fomento e Projeto Crescer. 

Responsáveis: Adalberto, Júnior, Shalane Godeiro, Genival, LizenirArioneJoesio, Bruno Campelo, Aluisio Dutra, RanieryLenilda e Leonardo e Terezinha. 

13/09 - TERÇA-FEIRA 

18:30 -  Recitação do Terço. 

19H - Missa. 

Noiteiros: Terço das Mulheres, Poder Judiciário, Ministério Público, Polícias Militar e Civil, Conselho Tutelar, Bairro Costa e Silva, Comunidades São João Batista, N. S. das Graças - Messias Targino,  Educandário Santa Terezinha, Apostolado da Oraçãoe MEJ. 

Responsáveis: EdionesNevinhaGerlúzia, Dr. Valdir Lobo Maia, Dr. Diogo, Del. Dr. Paulo, Cap. AderlanRaniery, Rita DalvaciGracinhaMª Celi, Xandinho, Ismael,Leidiane, Jean e Luciene. 

14/09 - QUARTA-FEIRA 

19h - Missa. 

Noiteiros: Pastoral do Dízmo, Prefeitura Municipal (Secretarias e Funcionários), Câmara Municipal, UERN, Escola Raimundo Nonato da Silva, Comunidade Santa Terezinha  

Responsáveis: EdnoEvilásia e Gorete, Suetoneo Moura, Josenir Calixta, Terezinha AdelinoAlcivam e Odilia. 

15/09 - QUINTA-FEIRA 

17h - Procissão de encerramento da festa 

18h - Missa Solene