sábado, 24 de março de 2012

Fernando Mineiro Participou de Audiência Pública sobre Delegacia da Mulher


A situação das Delegacias Especializadas em Atendimento a Mulher (DEAMs) no Rio Grande do Norte. Esse foi o tema da Audiência Pública realizada nesta quinta-feira (22) na Assembleia Legislativa. Proposta pela deputada Márcia Maia, a iniciativa contou com a participação do deputado Fernando Mineiro e de representantes do Ministério Público, da Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol), do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol) e da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed).
 O Rio Grande do Norte é o 9º colocado em denúncias de violência no País, segundo informações da Central de Atendimento à Mulher. Apesar disso, o estado tem somente cinco delegacias especializadas: duas em Natal (Zona Norte e Ribeira), uma em Parnamirim, uma em Mossoró e uma em Caicó.
Para Fernando Mineiro, o número insuficiente de policiais civis, a falta de aparelhamento das delegacias e a inexistência de uma rede articulada de atendimento às vítimas aumentam o drama das mulheres que sofrem com o problema da violência.
 “A convocação dos policiais civis tem que ser uma decisão política do Governo do Estado, mas a governadora usa a Lei de Responsabilidade Fiscal para não convocar. Mas esse posicionamento do governo é seletivo, porque não corta os cargos comissionados nem os altos salários. Outra coisa é a estruturação das delegacias, que não tem nada a ver com a LRF. O governo não estrutura as delegacias porque isso não é uma prioridade”, pontuou.
 Mineiro disse que é preciso cobrar do governo “uma proposta mínima de ação” para solucionar o problema das DEAMs. Ele destacou, ainda, que as ações do governo da segurança pública são “caóticas”.

Fonte: Assessoria do Mandato


Fórum da Mulher Patuense Vai Enviar Documento Solicitando dos Deputados Estaduais Apoio para a Instalação da Delegacia Regional da Mulher 

O FOMUP - Fórum da Mulher Patuense - constituído por mulheres que representam diversos segmentos da sociedade patuense, sendo presidido pela Professora e Sindicalista Lucélia Ribeiro vai encaminhar documento aos deputados estaduais, principalmente aqueles que possuem ligações politicas com o município de Patu e Região no sentido de solicitar deles o apoio para a implantação de uma delegacia regional da mulher já que esta ação se faz necessária e urgente pois a nossa região do Médio Oeste é carente deste tipo de política de segurança pública.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário