terça-feira, 16 de janeiro de 2018

A HISTÓRIA DE LUCAS MATIAS O VELHO CARREIRO


Ele nasceu em 27 de outubro de 1887 e faleceu em 19 de setembro de 1977. Iniciou a profissão de “Carreiro” que é a pessoa que conduz carro de bois, chefiando a execução dos trabalhos e da viagem que na infância foi incentivado pelo seu tio Alfredo Vidal que trabalhava na construção de carros de bois, único meio de transporte utilizado na época.
O transporte de carga se configurava como um serviço fundamental para todos os setores da economia. Sem transportes os produtos jamais chegariam ao seu destino.
O único meio de transporte existente na cidade de Patu, era o carro de boi do conhecido velho Lucas Matias que transportava mercadorias, fazendo o trajeto entre as cidades: Patu – Mossoró – Apodi – Felipe Guerra – Almino Afonso e outras localidades. O carro de boi servia para transportar cana-de-açúcar, lenha, algodão, caroço de algodão, carnaúba e também era usado para transportar mudanças e conduzir pessoas.
O carro de boi foi um dos principais instrumentos de trabalho, além do mais antigo e principal veículo de transporte utilizado no País, principalmente nas áreas rurais.
Normalmente ele utilizava juntas de bois ou parelhas. Durante o verão, época da moagem, o boi era atrelado ao carro para transportar a cana de açúcar e no inverno, ao arado para revolver e cavar a terra destinada ao plantio.
Lucas Matias era casado com Maria Henrique da Silva, tinha 11 filhos (Joaquim, Antônio, Américo, Zé Pelado, Chico de Lucas, Pedro de Lucas, Rita de Chico Godeiro, Adélia, Nega, Constância e Maria) onde o mesmo trabalhava de sol a sol para o sustento dos mesmos. Sua principal característica era o chapéu de couro, um peitoral e um facão, colocado em uma bainha de couro pendurado no cinto. Homem de gestos simples, porém respeitado na cidade pela sua integridade moral.
Com esse trabalho simples ele contribuiu de forma significativa para o crescimento de Patu e conseqüentemente ajudou o nosso país a crescer. Seu Lucas Matias dar nome a uma importante rua do bairro do Quartel, a rua Lucas Matias, homenagem mais que merecida a uma pessoa que tanto lutou para sustentar a sua família bem como para o engrandecimento de Patu e da região através dos seus trabalhos transportando produtos, girando a economia daquela época.

Reportagem de Aluisio Dutra de Oliveira. 
Fonte de Pesquisa: Colaboração de Edno Azevedo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário