sexta-feira, 27 de abril de 2012

Patu: Conte a Sua História

O Blog A Folha Patuense, através da série Patu: Conte a Sua História -  vai contar um pouco da história do Campus Avançado de Patu, em seis capítulos - tomando como base de consulta a monografia publicada pelo professor João Ismar de Moura, onde agradecemos desde já pela sua colaboração.
História pesquisada na monografia do Prof. João Ismar de Moura sobre a História do Campus Avançado de Patu

A HISTÓRIA DO CAMPUS AVANÇADO DE PATU
Capitulo 1

A integração criada com os municípios da Região do Médio-Oeste do Rio Grande do Norte e com algumas cidades do vizinho Estado da Paraíba, devido a migração de jovens que vinham cursar o Segundo grau em Patu e o aumento do número de alunos com cursos de Magistério e o Técnico em Contabilidade concluídos, residentes na cidade, aliados aos demais fatores econômicos e sociais demonstrados no Projeto de Criação do Campus, fizeram com que a idéia da criação de uma escola de Terceiro Grau em Patu se sedimentasse cada vez mais na mente daqueles que sempre lutaram pelo desenvolvimento do município. Pessoas como Dr. Rafael Godeiro Sobrinho, Dr. João Ismar de Moura, à época vereador, Prof. José Leomberg Lopes, vereador Miguel Câmara Rocha, os dois últimos in memorian, e outros, discutiam frequentemente como poderiam atingir este objetivo.
 O vereador Miguel Câmara Rocha sempre discutia com os seus pares a necessidade de criação de uma isntituição de ensino superior no município de Patu.
Em 1979, o Dr. Ednardo Benigno de Moura, na qualidade de Diretor na Avenida de Serviços do Rotary Club de Patu, levou a idéia àquela entidade, conseguindo o apoio de seus pares tendo sido inclusive escolhido para levar o pleito às autoridades de Mossoró. Mantidos os primeiros contatos com o Deputado Federal Vingt Rosado, o mesmo demonstrou total interesse em apoiar quela iniciativa. Isto ficou patente no seu empenho em fazer com que o processo tramitasse o mais rápido possível, em virtude da exigüidade do tempo para que o 1º vestibular fosse realizado logo no ano de 1981. 
 Imagem ilustrativa google
O Dr. Ednardo Benigno de Moura foi orientado a encaminhar um solicitação por escrito ao então Presidente da Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte, professor Laplace Rosado Coelho, visando a criação do Campus de Patu.
 Dr. Ednardo Moura - Diretor na Avenida de Serviços do Rotary Club de Patu
No dia 07 de Maio de 1980, o Presidente da Fundação, através da Portaria nº 080/80, cria uma comissão formada pelos professores Ramiro Augusto Nunes, José Freitas Nobre e Maria Salomé de Moura, sob a presidência do primeiro, para efetuar o estudo da viabilidade da implantação do Campus Avançado de Patu, tendo determinado o prazo de sessenta dias para a entrega do citado estudo.
 Deputado Federal Ving Rosado - Agilizou o processo de criação do Campus de Patu
Em meados de Junho de mesmo ano, a comissão verificadora visitou Patu e promoveu uma reunião na Escola de 2º Grau Dr. Edino Jales, com a presença de autoridades locais e dos demais Municípios circunvizinhos, cerca de 20, incluindo alguns do Estado da Paraíba.
Na próxima reunião do Rotary após a visita da comissão, o rotariano João Ismar de Moura foi acolhido por unanimidade para proceder ao levantamento da situação cultural e sócio-econômica da Região o qual encaminhado sob a forma de relatório, em anexo, que serviu de base para que a comissão firmasse o seu parecer final, favorável por unanimidade à criação do Campus de Patu.
 Laplace Rosado Coelho - Reitor da Antiga FURRN hoje UERN
No dia 1º de Setembro de 1980 na Sala de Sessões da FURRN, conforme cópia da Ata, em anexo, foi aprovada, também por unanimidade, pelo CONSUNI a criação do Campus Avançado de Patu, havendo apenas uma pequena modificação na proposta original: ao invés dos cursos de Pedagogia, Ciências (Matemática) e Administração, foram criados os cursos de Pedagogia, Ciências e Ciências Contábeis, com 40, 30 e 30 vagas respectivamente. Seguiram-se os trâmites legais; o processo foi encaminhado ao Prefeito de Mossoró, Dr. João Newton da Escóssia, tendo sido sancionado pelo Decreto nº 178/80 de 04 de Setembro de 1980. A homologação dada pelo Prefeito de Mossoró prende-se ao fato de a FURRN ser subordinada àquela edilidade.
 Como a Universidade era Municipal foi preciso a autorização do prefeito de Mossoró da época, João Newton da Escóssia
Ressalta-se o apoio dado à causa da criação do Campus Avançado de Patu, pela Profª Maria Salomé de Moura, que até hoje de maneira espontânea, incondicional e irrestrita tem colaborado para a manutenção e bom funcionamento desta unidade de ensino implantada em sua terra natal.
 Ressalta-se o apoio dado à causa da criação do Campus Avançado de Patu, pela Profª Maria Salomé de Moura
 Cumpridas as exigências legais, foram iniciadas as questões no sentido de se compor seu quadro administrativo. Várias reuniões se seguiram com a participação de lideranças políticas locais e autoridades da FURRN. 
 José Tavares de Holanda "Zequinha Tavares, prefeito de Patu na época da criação do Campus onde o mesmo indicou nome da primeira Secretária do Campus, Maria Helena Godeiro
Finalmente houve um consenso entre as partes e foi indicado para coordenador, o Prof. João Ismar de Moura, ficando o cargo de secretária para ser preenchido posteriormente, aguardando-se a indicação que seria feita pelo então Prefeito de Patu, o Sr. José Tavares de Holanda. Enquanto a escolha desse nome era procedida, o Sr. José Maria Cavalcante, atual Tabelião da cidade de Janduís-RN, atuou como secretário, por sinal com muita competência e habilidade; neste período foram feitas as inscrições para o 1º vestibular a ser realizado em Janeiro de 1981, cujos números de inscritos e aprovados constam em anexo.
 Maria Helena Godeiro, primeira Secretária do Campus Avançado de Patu
Depois de alguns entendimentos com a direção da FURRN, o Sr. Prefeito indicou a Profª Maria Helena Godeiro para a função de secretária. Em seguida, foram nomeadas Maria Gilvanete de Amorim Belo e Miriam Levino da Silva para os cargos de Agente Administrativo e Datilógrafa respectivamente, para o setor de apoio foi indicada Maria Nogueira de Moura. Estava assim formado o corpo administrativo, iniciando-se a seguir os primeiros contatos para a formação do que no âmbito da FURRN ainda não havia sido instituída a seleção por concurso público. Os professores selecionados foram: Evilásio Ferrerira de Souza, Antônia Edna de Paula, Germano Lacerda da Cunha, Maria Zélia Teodoro Fernandes e Terezinha Soares de Oliveira, para lecionarem as disciplinas de Elementos de Matemática, Sociologia I, Metodologia da Ciência, Psicologia Geral e Língua Portuguesa I, respectivamente.

 

 Os professores Evilásio Ferreira e Dr. Germano Lacerda fizeram parte da primeira equiipe de professores do Campus de Patu
O local escolhido para servir de sede do Campus foi a Escola de 1º Grau Francisco Francelino de Moura, porém a Secretaria funcionava em um prédio alugado, em frente ao mesmo, a aproximadamente 100m de distância, o que dificultava um pouco as ações administrativas. Assim transcorreu o primeiro ano letivo.
Atenção:
Aguarde a continuação da história do Campus Avançado de Patu no próximo Capítulo.
Digitação: Herbson Castro (Servidor do CAP -UERN).

Um comentário:

  1. Para mim, foi uma experència maravilhosa ter sido a Primeira sacretária do CAJIM e ter como coordenator o competente Professor João Ismar de Moura. Lá aprendi e ensinei com o meu trabalho. Sinto-me honrada em pertencer ao quadro da UERN. Hoje, aposentada e feliz.

    ResponderExcluir