domingo, 1 de abril de 2012

Municípios Criam Previdência Pópria




Os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) se transformaram numa alternativa para os Municípios reduzirem seus impactos financeiros e garantirem mais segurança para os servidores públicos. Pelo menos é o que garante o coordenador do curso de Ciências Atuariais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Eduardo Henrique, que tem ajudado a alguns municípios nesse processo.
De acordo com ele, não existe risco, porque no RPPS todo servidor poderá consultar sua situação a qualquer momento e "ninguém poderá mexer em seu dinheiro". "Todo dia o servidor vai poder olhar", disse. Henrique acrescenta também que os valores depositados ainda rendem o mesmo que as poupanças. "A previdência própria dos Municípios é vantagem para a União, população brasileira, servidor e Prefeitura", afirma.
Eduardo Henrique já ajudou os Municípios de Natal, São Gonçalo, Severiano Melo, Alexandria, Macau, Currais Novos a mudar de regime e agora acompanha os projetos de outros oito, entre eles Janduís, Apodi, Extremoz, Senador Elói de Souza e Baraúna. Por ser um trabalho de pesquisa, as Prefeituras que optam pelo acompanhamento da UFRN não têm nenhuma despesa. "Todo país que tem poupança é rico e poupança se faz com previdência", acrescenta o professor.
Alguns municípios optaram pela contratação de uma consultoria privada para mudar de regime. O consultor mais procurado é o paraibano Rocine Rodrigues, que tem trabalhado em alguns municípios como Macaíba, Mossoró e Lajes, onde esteve na última sexta-feira, 30, para discutir o projeto na administração do prefeito Benes Leocádio, presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte.
Fonte: Jornal de Fato. 
Matéria Completa Clic Aqui

O Zé Entrou Em Uma "Fria"



O Democratas nacional vive momentos negativos. Depois do senador Demóstenes Torres ser acusado de se beneficiar da amizade com o contraventor Carlinhos Cachoeira - fato que coloca seu mandato em risco -, agora é a vez do presidente da legenda, senador potiguar José Agripino Maia, ir à berlinda. É que o Ministério Público do Rio Grande do Norte enviou solicitação à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que Agripino seja investigado devido depoimento do empresário José Gilmar de Carvalho Lopes à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público. Lopes afirmou, em 24 de novembro do ano passado, que Agripino teria recebido R$ 1 milhão do advogado George Olímpio, acusado de comandar esquema de fraude no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RN) por meio da inspeção veicular. O esquema previa desvio de R$ 1 bilhão em 20 anos.
Fonte: Joranal de Fato

Entenda a Situação




Nenhum comentário:

Postar um comentário