quinta-feira, 17 de maio de 2012

Comissão da Verdade


Dilma instala Comissão da Verdade e diz que não haverá ressentimento, ódio nem perdão


  • Sergio Lima/Folhapress
    Dilma chora ao citar familiares de desaparecidos
    Dilma chora ao citar familiares de desaparecidos
Em um ato que reuniu ex-presidentes da República e os mandatários STF (Supremo Tribunal Federal), da Câmara dos Deputados e do Senado, a presidente Dilma Rousseff (PT) instalou, nesta quarta-feira (16), a Comissão da Verdade, que passará os próximos dois anos apurando  violações aos direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988, período que inclui a ditadura militar.
"A comissão não abriga ressentimento, ódio nem perdão. Ela só é o contrário do esquecimento", disse a presidente, que chorou durante o ato ao citar familiares de desaparecidos entre 1964 e 1985, período que durou a ditadura.
Dilma afirmou que não revogará a Lei da Anistia, que perdoou crimes cometidos por agentes do Estado no período.
A presidente afirmou que escolheu "um grupo plural de cidadãos, capaz de entender a dimensão do trabalho que vão executar com toda a liberdade e sem interferência do governo".
Dilma elogiou ações dos antecessores Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Fernando Collor (PTB) e José Sarney (PMDB) na transição para a democracia.
"Essa não é uma ação de governo. Estamos celebrando um ato de Estado", disse.
 Participação dos Ex-presidentes: Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Fernando Collor e Lula

 Nota do Blog
A partir de agora a história do Brasil será contada com veracidade. Os jovens de hoje que gozam da liberdade, respiram democracia tomarão conhecimentos daqueles que lutaram, deram a sua vida por uma causa tão nobre. Ditadura nunca mais.
Carrascos
 Ex-presidentes do Golpe de 64: Generais: Castelo Branco, Médice, Figueiredo, Costa e Silva, Geisel

Esses entraram de corpo e alma na luta pela democracia e liberdade e pagaram com a própria vida.















Mesmo pagando um preço muito caro, a vitória foi alcançada
 A frase: Amanhã vai ser outro dia!

Exemplo
 Dilma, na época, presa e torturada
 Hoje presidenta da República, segundo revista internacional, uma das personalidades mais influentes do mundo

Valeu a luta! A Verdade vai Aparecer...
... e a Verdadeira história do Brasil será contada

Um comentário:

  1. Vai, a verdade será escancarada á miúde dos dois lados: O lado dos terroristas da ValPalmares e afins com seus assaltos, sequestros e assassinatos e o lado do Exercito e Policia Militar com a repressão seguida de prisões, torturas e assassinatos. Já não existe uma anistia ampla, geral e irrestrita? Qual o sentido de mostrar o saldo de uma luta armada entre jovens tolos influenciados por terroristas e oportunistas contra o que era á época considerado Legal? Com certeza será mostrado os exageros e crimes cometidos pela Ordem Nacional quando combatendo grupos de terroristas cometendo sequestros, assaltos e assassinatos. Com a Lei de anistia que acabou por anistiar os dois lados, isto é, torturadores e terroristas, o que fazer para sanar o insanável ou reparar o irreparável?

    ResponderExcluir