sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Notícias


PATUENSES SE DESTACARAM EM PROVA DE ATLETISMO EM CAJAZEIRAS-PB

Na última quarta feira (22) aconteceu a II Corrida Padre Rolim na cidade de Cajazeiras-PB. Os patuenses Antônio Ferreira e Armendes Cardoso ficaram com o terceiro e quarto lugares respectivamente e Armendes foi primeiro na modalidade de 30 a 39 anos.
 Classificação dos 5 primeiros:
  1. Justino - Petrolina-PE
  2. P. Silva - Natal-RN
  3. Antonio Ferreira - Patu-RN
  4. Armendes Cardoso - Patu-RN
  5. Daniel - Currais Novos-RN
 Os três primeiros no pódium recebendo premiação

 O patuense Armendes foi quarto no geral e primeiro na categoria master

Antônio Ferreira de Patu com o troféu e medalha comemora a terceira colocação
Fonte: Blog Patu No Esporte

FURTO, ROUBO OU EXTRAVIO DE DOCUMENTOS DEVE SER COMUNICADO TAMBÉM NAS CDL's


Quando alguém tem seus documentos pessoais furtados, roubados, extraviados ou de qualquer forma perdidos, o primeiro pensamento é o de procurar a competente Delegacia de Polícia Civil para que se faça o registro da ocorrência através de Boletim de Ocorrência, o popular B.O..
De fato, o procedimento está correto. Porém, não necessariamente precisa ser o único diante de uma situação dessas.
Há algum tempo o sistema SPC/SERASA, utilizado principalmente através das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL´s), que integram os sistemas das Federações de Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL´s), disponibiliza a quem se achar em situação de roubo, furto, extravio ou perda do CPF, um registro específico no sistema eletrônico do SPC/SERASA.
Em Patu, segundo informou o secretário da CDL local, Francisco Claudemir, o registro da ocorrência em caso de roubo, furto, extravio ou perda do CPF pode ser feito normalmente desde algum tempo.
Sem receber a divulgação necessária, esse serviço, ofertado pela CDL, acaba ficando desconhecido da comunidade.
Na tentativa de divulgar o serviço, Francisco Claudemir disse que comunicará a sua existência às Delegacias de Polícia Civil dos Municípios que estão na área de abrangência da CDL de Patu, além de buscar outras formas de divulgação do assunto para amplo conhecimento da comunidade.
Da Polícia, Francisco Claudemir disse que espera que os delegados e escrivães, ao receberem o pedido de registro de ocorrência, também orientem a pessoa a procurar a CDL, a fim de registrar a mesma ocorrência no sistema SPC/SERASA.
Comunicado o roubo, o furto, o extravio ou a perda do CPF à Polícia e à CDL, a vítima terá maior possibilidade de evitar que o seu CPF seja usado para fins ilícitos por pessoas de má-fé.
É que, para efetuar compras em nome do titular do CPF, por exemplo, o vendedor irá fazer a consulta ao sistema SPC/SERASA, e lá estará o registro de roubo, furto, extravio ou perda do CPF, e então a compra não se efetuará.
Fonte: O Messiense 

OPORTUNIDADE: CAMPUS DE PATU FAZ SELEÇÃO PARA O PARFOR

 


A Coordenação Geral do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PARFOR/UERN) por intermédio da Pró-Reitoria de Ensino (PROEG) abriu inscrições do processo de seleção simplificada para prestação de serviço, por tempo determinado, para o cargo de Auxiliar Administrativo, para atuar no Campus Avançado de Patu, situado na cidade de Patu-RN.

As inscrições ocorrem nos dias 29, 30 e 31 de agosto na sede do Campus de Patu em dois turnos: das 7h30 às 11h e das 13h às 17h. 

Outras informações no EDITAL

Via Blog do CAP/UERN

Do Blog Barriguda news 

CASAMENTO HOMOAFETIVO é reconhecido no RN

Juntos há 10 anos e com dois filhos adotivos, um casal homoafetivo do Rio Grande do Norte conseguiu uma vitória inédita na justiça potiguar: a união estável entre duas pessoas do mesmo sexo convertida em casamento. Os dois homens, agora oficialmente casados, tiveram o pedido negado na primeira instância, mas, por unanimidade de votos, conquistaram a conversão na segunda instância.

Casal, que adotou duas crianças, passa a ter direitos comuns aos heterossexuais. Foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press
A vitória do casal, que não teve a sua identidade revelada, foi publicada no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) ontem. A advogada que defendeu a causa, Cristine Borges da Costa Araújo, acredita que a vitória na justiça mostra uma evolução social. "A sociedade redescobre o conceito de família com base no afeto. Esta decisão significa uma efetiva conscientização das mudanças sociais que influenciam diretamente o novo conceito de família. E, para o Estado do RN, um avanço jurídico social, na busca pela igualdade dos direitos entre os cidadãos.", disse.

Segundo Cristine Borges, o cidadão passou a ter consciência dos seus direitos, a valorizar a sua dignidade, a questionar a igualdade de direitos e deveres e a respeitar às diferenças, na busca incessante de uma segurança jurídica, fundamentada em uma sociedade mais digna, mais justa e sem preconceitos de qualquer natureza. "Essa adaptação social, na maioria das vezes, tem como base a Constituição Federal Brasileira, que contém em seu bojo uma séria de princípios e direitos que visam a buscar uma sociedade mais justa, mais igualitária, menos preconceituosa. Diante da efetiva evolução social, a conversão da união estável em casamento foi possível, ante ao entendimento doutrinário e jurisprudencial pátrios, como bem asseverou a juíza relatora do presente caso", ressaltou.

A advogada afirmou que apesar da união estável garantir todos os direitos aos parceiros, o casal se sentiria mais seguro com a conversão em casamento principalmente no que se refere aos direitos do casamento civil. "Eles consideram como algo mais sólido e mais seguro".

Barriguda News
Diário de Natal - Marcela Cavalcanti/Moisés de Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário