sexta-feira, 1 de abril de 2022

Padre Brilhante, primo de Jesuíno Brilhante, é natural de Patu e seu padrinho de batismo foi o seu avô, o perigoso Cangaceiro José Brilhante



Em matéria publicada dia 25/03/2022 pelo Blog a A Folha Patuense com o Título: “Algumas Considerações sobre a História do Padre Antônio Brilhante de Alencar, foi dito que o mesmo era natural do Estado do Ceará. Em alguns registros, como o publicado no Jornal Tribuna do Norte, Natal-RN, edição de domingo, 20 de agosto de 1982, página 12 e reproduzido no site Tok de História do professor e historiador Adauto Guerra Filho, com o título: “Nordeste a Sombra do Passado – Questões Familiares: Causas e Consequências”, em certo trecho da publicação, se referindo ao Cangaceiro Jesuíno Brilhante, foi citado: “Para o sertanejo, o herói dos cinco irmãos, pois o herói não é aquele que perdoa, mas sim aquele que se vinga. Agora não é mais Jesuíno Alves de Melo Cardoso, o poeta romântico, agricultor, boiadeiro, hábil equestre e sim Jesuíno Brilhante (homenagem a seu tio, o Cangaceiro José Brilhante de Alencar, avô do falecido Padre cearense Antônio Alves de Alencar, conhecido por Pe. Brilhante).

O historiador  Misherlany Gouthier em contato com o redator do Blog A Folha Patuense, professor Aluísio Dutra de Oliveira, informou que o Padre Antônio Brilhante é natural de Patu, com documentação comprobatória do seu batismo acontecido na Igreja de Nossa Senhora das Dores no ano de 1873. Segue transcrição paleográfica feita com a colaboração de Fábio Nogueira, conhecido como Fábio de Firmino, transcrita do registro de batismo, imagem enviada pelo historiador e produtor de livros, Misherlany Gouthier: (Observação: Português Antigo).

“Antonio, filho legítimo de Firmino Brilhante de Azevedo Sousa e de Benvinda Alves Feitosa; nasceo aos doiz de maio de mil oito centos e setenta e três. Baptisado por mim sollenemente a vinte de julho do mesmo anno na Igreja Matriz por mim. Padrinhos José Brilhante de Alencar Sousa, e sua mulher Getrudes Francelina de Azevedo. Para constar fiz este termo em que eu assigno. Vigário Domingos Pereira de Oliveira”.

Portanto o Padre Antônio Brilhante de Alencar nasceu em Patu aos 02 de maio de 1873 e foi batizado em 20 de julho do mesmo ano, tendo padrinhos o seu avô, o temido e perigoso cangaceiro José Brilhante, conhecido como “Cabé” e sua esposa Getrudes Francelina de Azevedo. Vale lembrar que o Jesuíno Brilhante, primo do Padre Antônio Brilhante, herdou o nome “Brilhante” em homenagem ao seu tio, cangaceiro José Brilhante.

Essas informações e muito mais farão parte do livro do historiador, Misherlany Gouthier que terá como título: "Ascendência, Descendência e Parentela de Jesuíno Brilhante, que este ano será lançado. Aguardem!!!

Registro de Batismo do Padre Antônio Brilhante




Fonte: https://tokdehistoria.com.br/tag/jesuino-brilhante/

Imagem do registro de Batismo:  Misherlany Gouthier.


Nenhum comentário:

Postar um comentário