terça-feira, 13 de agosto de 2013

Notícias para esta Terça Feira 13 de agosto de 2013


Governo libera verba para estados e municípios, mesmo que fiquem inadimplentes



Na tentativa de destravar a máquina pública no momento em que enfrenta uma crise na base aliada e baixa popularidade, o governo federal flexibilizou as regras para realização e pagamento de convênios firmados desde 2008.
Pela nova legislação, estados e municípios só precisam comprovar regularidade fiscal para o recebimentos de recursos do Orçamento da União no ato de assinatura do contrato.
Assim, se um município ficar inadimplente no decorrer de uma obra, o governo federal não suspenderá o repasse de recursos já previstos no convênio. O principal interesse do Palácio do Planalto é concluir as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff.

Na Paraíba, água do Açude de Coremas está contaminada



Correio da Paraíba destaca que a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) enviou ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) um relatório qual aponta que a água do açude de Coremas (no Sertão paraibano), maior reservatório de água do Estado, está contaminada. A constatação foi da existência de coliformes totais (grupos de bactérias indicadoras de contaminação com material fecal de animais) e presença de outros organismos.
De acordo com a chefe da Unidade Regional de Controle de Qualidade da Água (Urcoa), Rosimere de Farias, a água analisada foi captada em vários pontos do açude e também em locais em que a água do manancial estava sendo distribuída à população.
Rosimere de Farias explicou que toda “água exposta e superficial está contaminada por bactérias que podem causar doenças nas pessoas”, ou seja, é imprópria o consumo humano. “Se consumida, a água contaminada pode causar verminoses, desinterias. Os idosos e crianças são mais suscetíveis a adquirir essas doenças”, explicou. Rosimere de Farias explicou que para ser consumida a água precisa ser tratada. “A recomendação é que a água de manancial passe pelo tratamento convencional que é a colocação de sulfato, decantação, floculação, filtração e desinfecção [colocação de cloro na água]”, esclareceu.
Fonte: Blog do Robson Pires.
NOTA DO BLOG A Folha Patuense: A barragem de Coremas quando transborda, deságua suas águas no Rio Piranhas que por sua vez deságua na barragem Armando Ribeiro Gonçalves de Assu. Se fizerem um exame da água da barragem de Assu não é nenhuma surpresa que esteja também contaminada, basta ver a qualidade do líquido que está chegando nas torneiras das residências. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário