quarta-feira, 4 de março de 2020

Secretário de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Bruno Campelo entrega cargo e rompe com o grupo do prefeito Rivelino Câmara


Foi confirmado aquilo que muitos analistas da política local já esperava. Com a adesão do Ex-prefeito Possidônio Queiroga e seus dois filhos, Thácio Queiroga (ex-candidato a prefeito na eleição anterior) e Thiago Queiroga (vereador), o grupo da situação, que tem como pré-candidato a prefeito, á reeleição, Rivelino Câmara, que recebe o apoio do ex-prefeito Ednardo Moura, começou a implodir. A ida de Possidônio Queiroga e seus filhos está gerando desconforto por parte de aliados e apoiadores do prefeito Rivelino. O secretário de Assistência Social, Trabalho e Habitação da Prefeitura Municipal de Patu, Bruno Campelo, suplente de vereador na eleição passada, recebendo o apoio do Dr. Getúlio Barbosa, anunciou hoje (04/03/2020) o seu afastamento do grupo da situação e publicou nota de esclarecimento a população informando que entregou o cargo de secretário de Comunicação Social. A nota foi publicada com foto ao lado do seu pai Josemar Matias (Josa Kung Fú, sua mãe e irmão). Josa Kung Fú exerceu cargos de secretário em gestões anteriores, bem como já foi candidato a vereador em pleitos passados. Segundo informações de bastidores, outras lideranças do grupo da situação estão altamente insatisfeitas com a decisão politica tomada recentemente pelo prefeito Rivelino Câmara.
Quem recentemente foi apresentado como adesão ao grupo da situação ao lado dos Queirogas foi o casal Luca e Mazinho, que na tarde desta quarta feira (04/03) teve uma conversa com a vereadora Kaká de Bodinho informando que continuará no grupo da oposição. Luca já foi candidata a vereadora em vários pleitos. O grupo da Oposição que tem a frente a vereadora Kaká de Bodinho, vereador Rodolfo Maia, Atimar Godeiro, Aluísio Dutra, Evandro Moura e demais lideranças, informou que está de braços abertos para receberem todos aqueles que desejam fazer parte do projeto político da oposição e que são contra as formas de fazer política arcaica que atualmente estão sendo praticadas na política local, como por exemplo o acordão orquestrado pelo grupo da situação.



Segue a nota de esclarecimento publicada pelo ex-secretário de Comunicação Social Bruno Campelo.

Boa tarde senhores.


Quem me conhece e também a minha família, sabe que sempre tivemos POSICIONAMENTO POLÍTICO, nunca fomos de meio termo. Somos uma família batalhadora, que graças a Deus conseguimos enfrentar as adversidades da vida através de muito trabalho e honestidade. Os meus Pais sempre foram exemplos e continuam nos guiando pelos caminhos do bem, da justiça e, acima de tudo da coletividade. Ninguém toma uma decisão sozinho, ninguém é absoluto. Somos um todo, e é com esta certeza que venho hoje OFICIALIZAR O MEU DESLIGAMENTO DO GRUPO POLÍTICO DO ATUAL PREFEITO, QUE "TEORICAMENTE" É LIDERADO PELO EX-PREFEITO DR. EDNARDO MOURA, o qual tenho muito respeito. Aliás foi na campanha dele que começamos a trilhar os mesmos caminhos, sonhar os mesmos sonhos e viver grande momentos na política patuense. Mas, como tudo nessa vida muda, não seria diferente na política. Outros nomes, outras personalidades e outras realidades... LAMENTÁVEIS...
Eu e o meu Pai Josemar Matias, ESTAMOS SAINDO DA ADMINISTRAÇÃO PELA PORTA DA FRENTE. PEDIMOS EXONERAÇÃO POR MOTIVOS DIVERSOS. ONDE NÃO EXISTE CONFIANÇA MÚTUA E MUITOS CONFLITOS DE PENSAMENTOS E MODOS DE ADMINISTRAR CENTRALIZADO, NÃO EXISTE UNIÃO. A CORTINA CAIU E O PALCO ESTÁ EXPOSTO.
Saímos com a certeza de que cumprimos com as nossas obrigações e deveres frente a administração pública municipal. Meu Pai como Secretário de Comunicação Social, em seguida eu, que assumi a pasta e em sequência comandei a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação com muita responsabilidade e zelo pela coisa pública. Acredito que se passei por vários setores da administração foi por responsabilidade, caso contrário não teria trabalhado por cerca de 9 anos no poder público municipal.
Não foi uma decisão fácil! Afinal estarei desempregado. Mas Deus sempre esteve ao nosso lado e não será agora que irá nos abandonar. Aliás sem Deus não somos nada. Saio da administração pública municipal restando ainda 10 meses para o fim do mandato do atual gestor, portanto , não saio por conveniência financeira ou ainda oportunismo barato de quem usa a política para benefício próprio.
Agradeço ao ex- prefeito Ednardo (que ajudamos a eleger), a ex- prefeita Evilásia (que ajudamos a eleger) e claro ao atual prefeito Rivelino (que também ajudamos a eleger). Agradeço ainda a todas as pessoas que tive a alegria de trabalhar, tenha sido na comunicação ou na assistência social.


São novos tempos.
São novos ventos.


COMO BEM DISSE ÁLVARO DE CAMPOS AINDA EM 1917:


"E o mundo quer a inteligência nova
A sensibilidade nova
O mundo tem sede de que se crie
Porque aí está apodrecer a vida
Quando muito é estrume para o futuro
O que aí está não pode durar"


BRUNO CAMPELO DE OLIVEIRA, Josemar Matias, Graça Gurgel Campelo e Victor Campelo



Patu, 04 de Março de 2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário