domingo, 27 de dezembro de 2015

Presidente do TJRN sugere venda da CAERN

Em entrevista à Tribuna do Norte, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Santos, apresenta uma sugestão para o governador Robinson Faria repor os recursos que foram sacados da Previdência Estadual: a venda de ativos do Estado, entre o quais empresas públicas — como a Caern (Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte) —, terrenos ou outros órgãos que poderiam ser privatizados.

“O governador tem que vender alguma coisa: a CAERN, ou terreno ou outros órgãos públicos e repor a esse do Fundo da Previdência. Tem que ser reposto. Se não for imediatamente, cada dia que passa fica mais difícil a reposição. Na própria máquina administrativa é preciso ver as despesas ao que o povo pode pagar. Não adianta criar mais serviço, aumentar a quantidade de escolas nem de hospitais, se o Estado não tem condições de manter”, disse o presidente do TJRN.

Um comentário:

  1. Absurda a ideia do Dr/Desembargador. E diminuir em 20 % o repasse para o judiciário ? é fácil, rápido e indolor para quem já ganha acima dos pobres mortais ( professores, dentistas, enfermeiros e etc)

    ResponderExcluir