quinta-feira, 2 de junho de 2016

Nordeste homenageia santos de junho


Começou o mês mais festivo do País, especialmente para o seu Nordeste, onde Santo Antônio, São João Batista e São Pedro são festejados com mais ênfase.
Na região, são muitos os Municípios que têm como padroeiro algum desses santos. No Rio Grande do Norte, por exemplo, Antonio Martins e Rafael Godeiro fazem a festa religiosa de Santo Antonio, enquanto Assu festeja seu padroeiro São João.
Mas, mesmo nos Municípios nordestinos que não têm algum desses santos por padroeiro, a festa junina também acontece.
Alguns Municípios, aliás, transformam-se em grandes arraiás, com festas populares que se estendem por dias e até semanas seguidas.
No Nordeste como um todo, Caruaru, em Pernambuco, e Campina Grande, na Paraíba, duelam para serem reconhecidas como a capital do forró.
Correndo por fora, no Rio Grande do Norte, Assu, com seu tradicional São João, e Mossoró, com o Mossoró Cidade Junina, também promovem grandes eventos juninos.
Desde sempre, fogueiras nos dias de cada santo, comidas típicas e muito forró animam os festejos de junho.
Mas, de uns tempos para cá, o forró propriamente dito tem perdido espaço para gêneros musicais que lhe roubam o nome mas que são qualquer outro estilo musical diferente de forró. 
Aliás, não se compreende o porquê de, em plenas festas populares de junho, artistas rotulados de sertanejos universitários e até bandas como Grafith serem convidados para se apresentarem nesses eventos.
De resto, vale buscar manter a tradição, mesmo que a "modernidade" insista em destrui-la.
Fonte: O Messiense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário