quarta-feira, 25 de abril de 2018

A História da Professora de Inglês Sebastiana Aureniva

Sebastiana Aureniva nasceu no sítio Escondido, zona rural de Patu-RN em 20 de janeiro de 1932, filha de Delfino Belarmino e dona Francisca Ernestina da Silva. Até seus 15 anos ela trabalhava ajudando aos pais na lida rural. Os seus ancestrais  habitaram na comunidade do Escondido, onde nasceu sua mãe Francisca Ernestina da Silva que casou com Delfino Belarmino Ferreira, onde nasceram os filhos:  Eurides Edite Ferreira Leão, Antônio Belarmino de Azevedo e Sebastiana Aureniva.
Seu pai Delfino Belarmino resolveu deixar a família e foi embora para o estado do Acre para trabalhar como seringueiro onde retirava a matéria prima para a produção de borracha. Depois de muito tempo ele veio a falecer lá pela região norte. Segundo o historiador patuense Petronilo Hemetério Filho, Dona Francisca Ernestina trabalhou e criou seus filhos com disciplina exemplar. Senão conseguiu fazer tudo, fez tudo que pôde para criar sua família sozinha, com muito sacrifício e trabalho. Fez com que eles aprendessem a ler e escrever. A vida do sertanejo é muito dura, tem que trabalhar com a família de sol a sol, para produzir alimentos para a sobrevivência no campo.
Em 6 de maio de 1970, Aureniva concluiu o curso de inglês pela Sociedade Cultural Brasil Estados Unidos e em janeiro de 1971 concluiu o curso de Fonética em língua inglesa pela mesma instituição. Residindo em Caicó ela iniciou a sua vida profissional no CADES - Curso Preparatório. Em 1974 trabalhou na Escola Estadual Joaquim Apolinar - EEJA. Concluiu curso superior no NAC - UFRN - Núcleo Avançado de Caicó - Universidade Federal do Rio Grande do Norte onde se graduou em Letras. Como professora ensinou inglês no curso Brasil - Estados Unidos bem como na rede de ensino público de Caicó-RN. Em 1978 concluiu o curso de Técnicas Modernas para o Ensino da Língua Inglesa pelo C.C.A.A – Centro de Cultura Anglo Americana. Em julho de 1985 concluiu mais um curso de inglês denominado Book Four pelas Escolas Fisk.
Sebastiana Aureniva se aposentou no ano 2000 onde retornou a Patu para fazer algo pelo município onde nasceu. Ela hoje é presidente da Associação Comunitária da Comunidade Rural Escondido. Em 06 de maio de 2012 foi inaugurado na comunidade Rural Escondido o Museu Rural que leva o nome da sua mãe, Dona Francisca Ernestina, representando assim um marco na cultura patuense.  A professora Sebastiana Aureniva deixou a sua marca na cidade de Caicó onde durante muitos anos desenvolveu a sua vida profissional, possuindo um grande respeito por parte da sociedade seridoense. Portanto essa é a história da catedrática professora de Inglês Sebastiana Aureniva que dedicou a sua vida a educação em uma área específica muito difícil, principalmente na época de sua formação, ou seja, a área de língua estrangeira.

Reportagem de Aluísio Dutra de Oliveira.
Fotos: Sebastiana Aureniva.









 Gladstone Godeiro Dura e Sebastiana Aureniva







Nenhum comentário:

Postar um comentário