sábado, 21 de fevereiro de 2015

Esporte de Patu Continua na UTI com a Vela na Mão


Os leitores do Blog A Folha Patuense devem lembrar quando publicamos uma matéria em maio de 2008, ainda na administração do prefeito Possidônio Queiroga, onde a manchete era: " O Esporte de Patu está na UTI com a vela na mão".  Releiam a matéria que está logo abaixo e vejam que hoje essa realidade não mudou. Aconteceram algumas ações na época da direção de esporte de Armendes Cardoso, mais o esporte voltou de novo para UTI.     


Matéria Maio 2008 

Esporte

O Esporte de Patu está na UTI com a Vela na Mão
Para muitos desportistas da cidade de Patu o esporte local já morreu. A  redação do Blog da Folha Patuense acredita que ele ainda não morreu, na verdade está na UTI e com a vela na mão. A probabilidade do esporte de Patu sobreviver é mais ou menos  1% porque existe ainda uma esperança  de surgir uma vacina que mude a mente de nossos governantes e que contenha no seu princípio ativo: competência, responsabilidade, zelo com a coisa pública e principalmente amor pelo esporte.
O Campo está servindo para o pasto de animais
A atual imagem do estádio de futebol do Módulo Esportivo, Miguel Câmara Rocha, é triste e revoltante. O gramado do campo de futebol virou matagal e pasto para animais. Em um município onde sabemos que a perspectiva de emprego e renda é pouca e que muitos jovens vivem sem nenhuma ocupação, o esporte surge como uma saída para uma ocupação sadia. Algumas ações isoladas são realizadas na cidade na área de esporte, como torneios promovidos pela AABB e desportistas que organizam competições aos domingos na zona rural. Em Patu sentimos a falta de ações concretas na área de esporte como: Jogos Escolares, Atletismo, Ciclismo, Natação e um calendário anual do espote. Um momento importante realizado no passado foi a Jornada Universitária promovida pela ACUP que envolvia toda a cidade. Hoje restam apenas boas lembranças de um tempo que não tinha tanta infra-estrutura como existe hoje, mas que, os eventos esportivos eram realizados com grande dedicação e empolgação.

Gramado Inicial do Estádio Miguel Câmara Rocha
No início o gramado era um verdadeiro tapete verde. Poucas partidas foram realizadas nestas condições.


Situação de Hoje - Fevereiro 2015

Essa foi a matéria publicada em maio de 2008. Como se ver a realidade não mudou muito não, (veja a foto acima), o mato está de novo tomando de conta e animais continuam pastando, não registrado na foto, mas todos sabem que alguns animais já foram vistos pastando atualmente. Hoje o que se constata é a estrutura do Módulo Esportivo deteriorada com as cerâmicas caindo, banheiros em péssimas condições e materiais esportivos básicos faltando, como bolas, sendo que muitas vezes cotas são feitas para comprar as mesmas, situações já vivenciadas antes.
No início da primeira gestão da prefeita Evilásia Gildênia, tendo a frente da Secretaria de Educação e Desporto o professor Aluísio Dutra de Oliveira e o diretor de esporte Armendes Cardoso junto com o atual diretor João Bandeira, algumas ações foram iniciadas com sucesso vejam: Taça Gílson Moura de Futebol, Taça de FutSal Mário Solano “com apoio de Lair Solano Vale”, corrida do Trabalhador, Passeio Ciclístico, Jogos Escolares “ideia do secretário Aluísio Dutra que funcionou dois anos” e o Programa Esporte Lazer na Cidade, programa do Governo Federal desenvolvido em Patu em pareceria com a prefeitura municipal e IFRN, ação da deputada Fátima Bezerra. 

Para o blog da Folha Patuense, os jogos escolares, representam a mais importante ação do esporte que um município poderia realizar porque envolve crianças e jovens em diversas modalidades esportivas, servindo também para descobrir valores para o esporte bem como um caminho saudável para afastar os mesmos de caminhos tortuosos como os das drogas. Os Jogos Escolares eram realizados no período das férias escolares e envolviam estudantes de todas as escolas de Patu, sejam elas municipais, estaduais ou particulares e melhor ainda, de baixo custo porque a premiação se resumia em medalhas e alguns troféus de baixo valor, ou seja, a vontade de participar era maior do que a premiação oferecida. Mas infelizmente o poder público imagina que tudo isso são despesas, gastos desnecessários e não investimentos em prevenção a saúde e lazer em um município tão carente dessas áreas.
Pastor Luzinaldo ensina a crianças a praticar esporte de quadra
Algumas ações isoladas na área de esporte são realizadas na cidade como podemos citar ações do desportista “Faguinho” que desenvolve um trabalho muito importante com crianças e  jovens, citamos ainda Nene do JOCAP que promove torneios de futebol na AABB, do Pastor Luzinaldo que ensina a crianças a praticar futsal aos sábados no Módulo Esportivo entre outras ações.

Parceria Público Privada de Sucesso
Parceria Público Privada. Gean Garotinho promove anualmente com Sucesso a Copa Regional de FutSal de Almino Afonso

Aqui bem pertinho de Patu temos exemplo de parceira público privada que dar certo.   Na cidade de Almino Afonso, anualmente é realizada a Copa Regional de FutSal envolvendo equipes do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará onde o desportista e radiocomunicador Gean Garotinho promove com sucesso. A prefeitura municipal entra com a estrutura física do Ginásio de Esporte e a iniciativa privada, ou seja, comércios da região, patrocinadores e renda das pessoas que pagam para assistirem as partidas, custeiam toda a competição. Em Patu o sucesso das Jornadas Esportivas realizadas no passado na Boate Pântanos, o acesso aos jogos era cobrado e ninguém reclamava. O que acontece em Patu é que já se tornou uma prática cotidiana, nossos representantes temerem cobrar com medo da impopularidade, vejam só. Essa realidade tem que mudar pois os tempos são outros onde a parceria público privada em bem vinda em qualquer setor. Esperamos que nossos leitores e aqueles que fazem o esporte de Patu reflitam sobre essa matéria. Continuaremos a sonhar  que o Esporte em Patu se torne uma política prioritária, uma ação de estado e não de governo e que o nosso o mesmo saia definitivamente da UTI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário