sexta-feira, 12 de junho de 2015

Professores da UERN rejeitam proposta do Governo do Estado e greve está mantida


DSC_0140
Reunidos em assembleia extraordinária na manhã de hoje, docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) debateram acerca da proposta feita pelo Governo do Estado na última segunda-feira, em audiência em Natal.  Por ampla maioria, os docentes deliberaram pela rejeição da proposição e continuidade da greve geral.
O Governador Robinson Faria defendeu na audiência que fossem formadas quatro comissões conjuntas com segmentos da universidade e do Governo, a fim de discutir saídas para a paralisação. Na visão dos grevistas, a sugestão é insatisfatória e não toca na pauta de reivindicações das categorias.
“A Assembleia foi coerente em não acatar a proposta do Governo, uma vez de que desde o início consideramos que ela foi evasiva e não apresentou em nenhum aspecto uma real solução para a greve dos docentes” afirmou a Secretária Adjunta da Associação dos Docentes da Uern, Rosimeiry Florêncio
Os professores também discutiram a participação da categoria em uma audiência pública, na Assembleia Legislativa (AL/RN) na próxima terça-feira (16), que apresentará a situação da universidade estadual e pensará saídas para a paralisação. Os docentes definiram que na oportunidade realizarão um ato público, a partir das 11h, em frente a AL, expondo para a população a pauta de reivindicação dos grevistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário