segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Fundada em Patu a Academia Patuense de Letras e Artes



Um momento que vai ficar para a história de Patu aconteceu no último sábado (24/01/2015) no auditório Antônio de Farias Capistrano do Campus Avançado de Patu onde aconteceu a fundação da Academia Patuense de Letras e Artes. A solenidade de fundação contou com a presença de várias autoridades e personalidades das áreas de letras, artes e da administração pública, entre elas destacamos: Petronilo Hemetério Filho, idealizador da Academia, Wellington Barreto, escritor e membro da Academia Maçônica do Rio Grande do Norte e da Academia Jurídica Mossoroense, Leide Câmara, escritora patuense, Francisco de Assis Barros, escritor e engenheiro, Francisca Linderleide de Almeida, representante da prefeita Evilásia Gildênia, Vereadores, Rubinaldo Maia, Lucélia Ribeiro e Rezenildo Ernesto, Valdemar Solano de Andrade, Ex-presidente da CDL, Lenival Andrade, escritor, Dr. Jozenir Calixta de Medeiros, Diretor do Campus de Patu, Prof. Aluísio Dutra de Oliveira, diretor em exercício de Campus de Patu, José Bezerra, Poeta e Professor, Lourdes Leão, ex vereadora, José de Arimateia, advogado, Genival Júnior, secretário de Cultura, Juventude e Turismo, Patrícia Jovelina, médica e filha do escritor Petronilo Hemetério, Ricardo Veriano, artista plástico, Atson Suassuna, artista plástico, Fátima Dutra, professora do CAP-UERN, Evandro Moura, bancário, Dr. Rodrigues Filho, engenheiro do INCRA, Eloí e Erivan, Professores da cidade de Olho D´água do Borges e outras pessoas de nossa comunidade. A solenidade teve como cerimonialista o prof. Aguinaldo Gomes. 
No início dos trabalhos o escritor Petronilo Hemetério Filho falou da importância e objetivo de se fundar uma academia de letras e artes em Patu e passou a palavra para o escritor Wellington Barreto que apresentou aos presentes os requisitos necessários para fundação da academia bem como o edital de convocação para a assembleia de fundação que foi dado publicidade nos jornais de circulação da região. Foi colocada em votação a fundação da academia onde foi aprovado por todos os presentes e passou-se a se escolher os membros da diretoria executiva e conselho fiscal. Foi eleito por aclamação presidente da Academia Patuense de Letras e Artes o escritor Petronilo Hemetério Filho, Vice-Presidente, poeta e professor José Bezerra de Assis, para ocupar os demais cargos da diretoria executiva e conselho fiscal os seguintes nomes: Wellington Barreto, Aluísio Dutra de Oliveira, Lourival Andrade, Mônica Brasiliano, Leide Câmara, Epitácio Andrade Filho, Cláudia Maia, Cláudio Rosa, Ricardo Veriano e Atson Suassuna.
A próxima reunião da diretoria executiva será para elaborar o estatuto da academia e definir os nomes dos imortais que ocuparão as mesmas bem como os membros atuais que ocuparão as cadeiras da Academia Patuense de Letras e Artes. No final da solenidade foi servido um coquetel aos presentes.







2 comentários:

  1. Gostaria de parabenizar a todos os envolvidos, ao Aluisio Dutra Pela matéria, mas quero pedir para fazer uma pequena correção no meu nome que é Lenival Andrade e não Lourival andrade e dizer que é uma questão de honra recebendo o convite e fazendo parte da diretoria da Academia Patuense de Letras e Artes

    ResponderExcluir
  2. São atos de alta envergadura histórica como a criação da maior Instituição cultural de Patu que dignificam os anais dos grandes homens e indômitas mulheres que cerraram fileiras para a concretização dos umbrais da cultura. Em nome da ínclita Confraria Apodiense, saúdo os ilustres Confrades e Confreiras do amado município de Patu.
    Marcos Pinto - Presidente da Academia Apodiense de Letras (AAPOL).

    ResponderExcluir