terça-feira, 23 de setembro de 2014

Sonho Realizado


 Fotos: Cristiano Júnior


O governo Federal através do INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, obedecendo a política de Regularização dos Territórios Quilombolas, entregou nesta segunda feira (22/09/2014) a emissão de Títulos Definitivos de Propriedade aos moradores da comunidade Quilombolas do Jatobá em Patu-RN.
 
A ação do governo federal - INCRA - ao titular os territórios quilombolas, visa unicamente estabelecer um procedimento de justiça e resgate das tradições das famílias descendentes de quilombos da época da escravidão. Uma politica que acaba, também, por valorizar a presença negra na cultura brasileira, muitas vezes omitida.
 
O governo federal reconhece a dívida social e histórica que existe com os negros e índios e desta forma está fazendo esse reparo através de uma política de valorização e reconhecimento dos negros e índios, desapropriando terras e entregando de volta aos seus verdadeiros donos. 
 
Diversas autoridades prestigiaram esse momento histórico,  podemos citar: Vinícius Araújo (Superintendente do INCRA), Elizabete (Organização Quilombo), Adriano Vilaça (Procurador do INCRA), Maria das Graças (Representante Quilombo Capoeira Macaiba-RN), Thais Albano (Representante Nacional do INCRA), Giselma (Organização de Mulheres Negras), Rivelino Câmara (Representando o poder executivo municipal), Suetôneo Moura (representando o poder legislativo municipal), Fabrício Edino Jales (SEAPAC), Expedito Alves (Centro Juazeiro), Leidiane Fernandes (Visão Mundial -PDA Novo Sertão), Atimar Godeiro (Gerente Geral da Caixa Econômica em Natal), Júnior (Presidente da Associação Quilombolas do Jatobá), Sandra da Silva (Mobilizadora da comunidade Quilombolas do Jatobá), Rubinaldo Maia (vereador), Manoel Lindomar (vereador), representantes das comunidades remanescentes de quilombos (Capoeira Macaiba-RN, Grossos - Bom Jesus -RN, Nova Descoberta - Ielmo Marino-RN, Boa Vista dos Negros - Parelhas-RN), além de outras pessoas da comunidade e do estado.          
 
































Fotos: SECOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário