quinta-feira, 3 de abril de 2014

Especial: O Mal da Modernidade



Antigamente quando agente encontrava na rua  alguém andando e conversando sozinho se dizia logo "esse cabra tá doido". Hoje essa prática é perfeitamente normal pois a pessoa está conversando com outra pelo celular com o fone no ouvido. As crianças de antigamente eram felizes quando tinham dezenas de opções de brincadeiras sociais sadias como: amarelinha, soltar pipa, pião, barra bandeira, garrafão, bolas de gude, derrubar castanhas, etc. Hoje as crianças vivem isoladas de olho no vídeo game, conversando no computador ou pelo celular, ou seja, se tornando um ser antissocial no sentido de não conversar pessoalmente com o coleguinha, ou seja, cara a cara com as pessoas que os rodeia. O tempo que ainda resta para isso é na escola em sala de aula pois na hora do recreio prefere curtir, compartilhar algumas mensagens enviadas para o seu celular.
As pessoas tinham o costume de se reunir nas calçadas para conversar, contar histórias", hoje se reúnem para que cada um fique com o seu celular conectado a internet vendo vídeos pelo: Facebook, WhatsApp, Twiiter etc.
Os casais de namorados de hoje conversam mais pelas redes sociais do que presencial, isso é grave, as pessoas não se dão conta que estão ficando antissociais, no que que se diz respeito ao contato presencial, o "cara a cara", encarar de perto perto a pessoa, olho no olho. Antigamente ouvia-se muito dizer que a televisão ia acabar com as famílias, hoje as redes sociais integradas prejudicam 100 vezes mais do que a televisão. As pessoas estão se isolando, perdendo o contato físico, o afeto, o calor humano, o abraço carinhoso e fraternal. É o mal da modernidade. Meu Deus! como será as futuras gerações daqui a 50 anos? Só Deus sabe a resposta.    
Brincadeiras Sociais e Sadias de Antigamente  









 Costumes de Hoje







Nenhum comentário:

Postar um comentário