quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Insegurança Toma Conta de Patu. A Vereadora Lucélia Ribeiro disse na Tribuna da Câmara que as Residências do Juiz e do Promotor não Foram Arrombadas por que Eles não Residem na Cidade


A insegurança em Patu está se tornando uma rotina bem desagradável. A onda de arrobamentos a residências e demais  estabelecimentos da cidade aumenta a cada dia onde a população fica aflita sem ter a quem recorrer. A vereadora Lucélia Ribeiro na tribuna da Câmara Municipal, na sessão dessa quarta feira (06/11), fez um apelo as autoridades que fazem a segurança bem como aos colegas da câmara para se reunir e pensar em alguma forma de cobrar mais segurança para a população. Lucélia disse que as residências do Juiz e do Promotor ainda não foram arrombadas por que os mesmos não residem na cidade, fazendo uma alusão que os arrombadores não estão respeitando ninguém, estão agindo livremente, apostando talvez, na impunidade. 
A vereadora petista disse que se faz necessário fazer alguma coisa urgente pois da forma que está não pode ficar pois a população está ficando refém dessa situação altamente perigosa e causando enormes prejuízos. Quem trabalha e luta para conseguir seus bens honestamente não está tendo direito a usufruir, disse a vereadora petista. Lucélia disse que se a população está cumprindo a lei de uso do capacete então é preciso também que a lei que protege o cidadão contra a insegurança e a violência seja também cumprida.

NOTA do BLOG: Os comentários que circulam na cidade é que a policia prende os arrombadores que estão provocando todo esse prejuízo a população e logo em seguida a justiça manda soltar e fica tudo do mesmo jeito. Assim fica complicado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário