sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Governo promove pré-estreia de Bacurau em Parelhas


O ‘Bacurau’ chegou na terra do seu próprio cinema. Após rodar em diversas salas com sessões de pré-estreia e ser o 2º filme brasileiro na história a levar o prêmio do Júri no Festival de Cannes, o longa metragem retornou ao seu local de origem no povoado Barra onde foi gravado, a 24km de Parelhas. A pré-estreia especial, realizada na noite desta quinta-feira (22), foi viabilizada pelo Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Turismo (Setur/Emprotur), com o apoio da Fundação José Augusto (FJA), IFRN, Cinemateca Potiguar, Prefeitura de Parelhas e produção da Vitrine Filmes.
“Essa exibição foi um ato de sensibilidade de todos os envolvidos. Eles tomaram a decisão de querer que a comunidade da Barra, os mais de 400 figurantes que participaram e todos da região tenham a oportunidade de ver aqui ao vivo e a cores o resultado daquilo que eles acolheram e ajudaram a construir: um cinema que traz a beleza da arte da cultura, que dialoga com a realidade.
Esse filme mexe com todos nós porque fala da vida como ela é. Traz mensagens fortes de esperança, de não desistirmos da nossa luta por um país digno. É um orgulho ver esse voo sem fim que o filme Bacurau ergue. É muito orgulho de ver o audiovisual brasileiro. De nós da Paraíba, do Rio Grande do Norte, do Nordeste do Brasil. A estrela desta noite são vocês, povo de Barra”, destacou a governadora Fátima Bezerra durante a abertura da exibição que contou com apresentação de músicos da região.
Sônia Braga, uma das protagonistas do filme acrescentou: “Foi um sonho e hoje estamos tendo essa realização. Esse era um sentimento de todos nós da equipe.” Na ocasião, a Câmara Municipal entregou uma Moção de Aplauso aos diretores pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. “Todos fomos tratados com muito respeito. Foi uma experiência inesquecível e por isso estamos aqui hoje. Quero que todos assistam o filme e pensem um pouco sobre a gente estar fazendo cultura, o Brasil precisa de cultura e educação”, disse Kleber.
A simples comunidade formada por menos de cem habitantes recebeu cerca de 2200 pessoas que foram prestigiar a terra e elenco do filme. “Foi um momento muito especial, pois não tínhamos ideia de como as coisas aconteciam por trás da câmera, era muita expectativa e curiosidade nas gravações. Estamos muito agradecidos, ver tanta gente aqui hoje é inédito assim como o filme. Nunca tínhamos tido essa imensidão de pessoas, é a primeira vez que acontece. Estamos felizes em ver nosso povoado se reerguendo, sendo visto e reconhecido. E que através desse filme as pessoas possam trazer melhorias ao nosso povoado”, enfatizou a presidente da Associação de Desenvolvimento do povoado Barra Alcineide de Azevedo Morais, que também atuou como figurante na filmagem.
Com cerca de quatro meses de gravação, a produção gerou mais de 800 empregos diretos e indiretos na região. “Foi uma oportunidade de todo mundo ganhar um dinheirinho extra”, disse Taíza Cardoso, figurante que mora em Parelhas. Ela contou que seus pais residem no povoado e ficaram muito entusiasmados durante a gravação. A casa deles foi cenário do filme e praticamente toda a família participou das filmagens. “Eles receberam um dinheiro para pagar a pintura da casa e alguns dos objetos deles foram alugados para a cenografia. Outras pessoas alugaram a casa por inteiro. Sem falar que era muito divertido”, pontuou ao afirmar que ficou muita história para contar. “Nas gravações teve um velório e uma das figurantes disse: estou morrendo com a quentura e essa véia não morre, ô véia dura para morrer. Foram uns dois dias para fazer a cena que velávamos uma senhora”, contou Vitória Cardoso em meio a risos.
O senhor Tadeu Cardoso, pai de Taíza e Vitória, disse que participou de 17 gravações. “Estou com 69 anos e sei que outro evento como esse vai ser difícil de eu ver por aqui. Por isso, aproveitei o máximo”, frisou. Ver seu rosto na telona trouxe muita alegria ao recém-ator. “Foi um grande orgulho para mim, só tenho a agradecer. Vai ficar para sempre na minha memória uma cena que gravei com Sônia Braga e hoje recebê-la de novo, poder tirar foto, abraçar, foi como realizar um sonho”, considerou.
Também prestigiaram o evento os deputados estaduais Isolda Dantas e Francisco de Medeiros, o prefeito e vice-prefeita de Parelhas, Alexandre Carlo e Nazilda Maria, gestores da administração direta e indireta do Estado – Ana Maria Costa (Setur), Crispiniano Neto (FJA), Fernando Mineiro (SEGRI) –  além de vereadores, lideranças locais, estudantes e profissionais da área audiovisual e população do Seridó.
Bacurau
Gravado no início de 2018 no Povoado Barra, na zona rural de Parelhas, o filme tem 2h12 de duração. É dirigido por Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. O elenco traz Sônia Braga como uma das protagonistas e nomes como Lia de Itamaracá, o alemão do Udo Kier, Barbara Colen, Thomas Aquino, Karine Teles e Silvero Pereira. Estreia oficialmente nos cinemas em 29 de agosto de 2019.
Sinopse: Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.
Fonte: Blog do Robson Pires.

RN sediou o encontro dos Estados receptores da água da transposição do Rio São Francisco


O Governo do Rio Grande do Norte sediou nesta quinta-feira (22) na Escola de Governo do RN, a reunião interestadual com as secretarias e órgãos gestores de recursos hídricos receptores do Projeto de Integração do Rio São Francisco - PISF e a Agência Nacional das Águas. Na ocasião, foram discutida o apoio aos Estados para com a gestão das águas, bem como a elaboração do Plano Operativo Anual, as ações de regulação, e a formulação de planos de desenvolvimento com a utilização da água. Os Estado ainda identificaram os desafios, como também as necessidades e o desenvolvimento com a transposição.

Estiveram presentes Caramurú Paiva (IGARN), Antônio Righetto (IGARN), João Maria (SEMARH-RN), Paulo Varela (SEMARH-RN), Carlos Nobre (SEMARH-RN), Simone Silva (SEINFRA-PE), Anna Soares (SEINFRA-PE), Suzana Montenegro (APAC-PE), Fernando Lobo ( COMPESA-PE), Virgiane Melo (SEIRUMA-PB), Porcírio (AESA-PB), Anna Senna (ANA), Osmar Silva (ANA), Favia Barro (ANA), Marcílio Caetano (COGERH-CE), Roberto Rebouças (COGERH-CE), José Teixeira (SRH-CE).

Fonte: Portal Caraubas RN.

domingo, 18 de agosto de 2019

Governadora Fátima Bezerra entrega Microcréditos a Municípios da Região Oeste.

A Governadora Fátima Bezerra entregou mais de R$ 600.000,00 em microcrédito para os municípios de Campo Grande, Janduís e Upanema.  Somente ao município de Campo Grande foram destinados R$ 221.000,00. Isso é mais incentivo para a economia local. O trabalho conta com o apoio organizacional das prefeituras. Caramuru Paiva teve o prazer de acompanhar esta importante agenda ao lado da Governadora Fátima Bezerra, Senador Jean-Paul Prates, Deputada Isolda Dantas, Prefeito Luiz Jairo, Prefeito José Bezerra, presidente da Câmara de Vereadores de Upanema Montalgon, vereadora Luíza Vieira, vereador Aisamaque, Nonato da FETAM, Secretário de Agricultura de Paraú, Nenen do Gás, Márcia Maia da AGN, Júnior da Prefeitura de Campo Grande e outras centenas de gestores, mandatos, populares e imprensa.

Compromisso do Senado Jean-Paul Prates para a Nossa Região

Senador Jean-Paul Prates assume compromisso com a construção da adutora Umari-Campo Grande que vai resolver o problema de falta de água nas  cidades de Campo Grande, Janduís, Messias Targino, Patu e Almino Afonso.

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

História do Ex-prefeito Petronilo Augusto de Paiva. A história do Moto da Luz de Patu e do Relógio da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores.

Segundo informações publicadas pelo escritor Francisco de Assis Barros em seu livro - Município de Olho D´àgua do Bordes: Eis a sua História -  o senhor Petronilo Augusto de Paiva nasceu na cidade de Martins-RN no ano de 1894. Foi um homem honesto que ajudava a sua comunidade, orientando as pessoas no que elas precisavam. Foi um homem simples que sempre gostou de política. No ano de 1952 ele exercia a função de primeiro vice-presidente da Câmara Municipal de Patu, na época o prefeito era o senhor Lauro Maia, pai do ex-governador do Rio Grande do Norte, Lavoisier Maia Sobrinho. No ano de 1954 Lauro Maia foi assassinado. O vice-prefeito Aurino Carlos foi impedido de assumir o cargo de prefeito pois tinha sido acusado da morte de Lauro Maia e o senhor Petronilo Augusto de Paiva, como presidente da Câmara, assumiu o cargo de prefeito de Patu com mandato até o final do ano de 1955. Segundo informações publicadas no Blog Agora Almino Afonso, do município de Almino Afonso, Petronilo Augusto de Paiva exerceu função pública como vereador naquele município, na época, já desmembrado do município de Patu.  Em 1960 assumiram como prefeito e vice de Almino Afonso os senhores Aurino Carlos da Silva e Carlos Teixeira de Lira, sendo empossados no dia 31 de janeiro de 1960, para um mandato que se encerraria no dia 30 de janeiro de 1965. Ao assumirem, já encontraram uma Câmara composta por vereadores eleitos em pleito realizado no dia 03 de outubro de 1958 e empossados no dia 31 de janeiro de 1959, para um mandato que se findaria em 31 de janeiro de 1963. Essa nova Câmara era composta dos seguintes edis: Petronilo Augusto de Paiva (primeiro Vice-Presidente); Alfredo Xavier da Silva (Segundo Vice-Presidente); Francisco da Silveira Barros (Primeiro Secretário); José Alexandrino de Lima (Segundo Secretário); Agácio Carlos de Amorim; Antônio Carlos de Paiva; Antônio Maia dos Santos; Nestor Rodrigues de Oliveira; Pedro de Paiva e Raimundo Pedro Benevides. Os vereadores Raimundo Pedro Benevides, Francisco da Silveira Barros e Alfredo Xavier da Silva renunciaram aos mandatos, sendo substituídos pelos suplentes João Luiz de Moura, Dulcineu Leite da Silva e Mário Benício Maia. No ano de 1965 tomam posse como prefeito e vice-prefeito de Almino Afonso os senhores Abel Belarmino de Amorim e José Carlos de Andrade Filho, em solenidade realizada no dia 31 de janeiro de 1965, sete dias depois do pleito, e cumpriram seus mandatos até 30 de janeiro de 1970. Na época, a Câmara Municipal era composta por cinco vereadores titulares e cinco suplentes, todos eleitos no pleito realizado no dia 07 de outubro de 1962 e empossados em 31 de janeiro de 1963, para o mandato que se findaria em 30 de janeiro de 1967. Os titulares eram: José Carlos de Amorim (Primeiro Vice-Presidente); José Alexandrino de Lima (Segundo Vice-Presidente); Francisco da Silveira Barros (Primeiro Secretário); Wilson Nunes dos Reis (Segundo Secretário) e Nestor Rodrigues de Oliveira. Os suplentes pela ordem, eram: Petronilo Augusto de Paiva, Severino Ramos, José Airton Nobre, Francisco Manoel de Oliveira e Laíre Cordeiro de Oliveira. Esses suplentes assumiram porque a senhora Geralcina Carlos de Castro, primeira mulher a se eleger vereadora pelo município de Almino Afonso-RN, e os vereadores José Francimar de Souza Leite, Antônio Carlos de Paiva, Pedro de Paiva e Celso Sinval Câmara tinham perdido os mandatos sob a alegação de terem faltado mais de sessenta sessões. Eles questionaram o assunto na justiça, na qual se defenderam sob a justificativa de que não haviam tomado conhecimento da realização dessas sessões. O vereador Wilson Nunes dos Reis renunciou ao mandato e assumiu em seu lugar o suplente Miguel Evangelista da Silva. Vale ressaltar que nessa época os vereadores eleitos não eram remunerados pelo cargo que exercia.
Petronilo Augusto de Paiva como prefeito de Patu realizou muitas ações em prol do município, sendo destaque para a doação pelo mesmo de um relógio de marca alemã para ser instalado na torre da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, realizando um sonho de muitos paroquianos e da comunidade. Depois de certo tempo o relógio ficou parado por mais ou menos 20 anos por falta de manutenção. No ano de 2002, o prefeito da época, Possidônio Queiroga, atendendo a pedidos de vários paroquianos ordenou o conserto do relógio da Igreja Matriz e para isso contratou os técnicos patuenses, Rivanildo Ferreira Dantas e Rezinaldo Ernesto da Silva que foram até a Igreja Matriz para fazer uma avaliação da situação do relógio e depois de muitas idas e vindas o relógio foi consertado e voltou a informar a hora certa com as respectivas badaladas. A paróquia de Nossa Senhora das Dores paga mensalmente ao técnico Rivanildo Ferreira Dantas para fazer a manutenção do mesmo, semanalmente é dado corda no relógio para ele não parar de funcionar. No período de 1948 a 1952, gestão do prefeito Felinto de Paiva Gadelha, teve início a construção do motor da Luz de Patu, inaugurado em 1950, que fornecia energia para algumas residências e repartições da cidade. No ano de 1955 o prefeito Petronilo Augusto de Paiva, fez a reinauguração do Motor da Luz de Patu, onde mesmo adquiriu um motor maior e mais potente para fornecer energia para mais residências e ruas da cidade.
 O motor da Luz de Patu tinha como operador o senhor Conrado que desempenhou essa função nos anos 50 a 70, na época que ele operava  o motor fornecia energia para ruas e residências da cidade, no horário das 17:30 h às 22:00 horas. O moto foi desativado nos 70 com a chegada da energia de Paulo Afonso, no governo Walfredo Gurgel. Algumas pessoas de nossa comunidade, que vivenciaram esse momento, relataram como era a vida cotidiana de nossa cidade. O comerciante Luis Nunes, conhecido por Luís do Foto, conta que teve acesso a energia do motor da luz em 1957 quando veio morar em Patu. Ele informou que na época era cobrada uma taxa pelo uso da energia do motor de acordo com a quantidade e potência das lâmpadas incandescentes que eram de 25 ou 40 watts, disse também que na época eram dados três sinais, alertando que a luz seria desligada pelo operador para que o morador pudesse tomar conhecimento. Ele nos informou também que os rapazes da época, quando iam namorar na casa das namoradas, ao primeiro sinal que a luz ia se apagar, também era o alerta para o mesmo ir se despedindo da namorada, ou seja, ir embora. Luis finalizou dizendo que os postes da época eram de madeira e que na administração do prefeito Aderson Dutra eles começaram a ser substituídos pelos de cimento. O senhor Antônio Rosa, na época morador do sítio Cardosos, município de Olho D´água do Borges-RN, veio morar na cidade de Patu no  ano de 1957 e também fala da época do motor da Luz. Ele nos informou que no início, a prefeitura municipal não cobrava nenhuma taxa mas que depois passou a cobrar em virtude do aumento do custo da manutenção do motor. O senhor Miguel Lira relatou que lembra bem dessa época e confirma as palavras de Luís do Foto e Antônio Rosa. Ele informou que em ocasiões especiais, como festas da Igreja, por exemplo, o motor virava a noite funcionando, sendo desligado pela manhã. Ele nos informou também que o motor ficava a noite funcionando em ocasiões de falecimento de uma pessoa da comunidade, sendo que a família custeava a manutenção do motor que era desligado pela pela manhã. Seu Miguel Lira finalizou dizendo que na administração do prefeito João Pereira de Araújo ele deixou instalados todos os postes e fiações para o funcionamento da nova energia de Paulo Afonso que foi inaugurada pelo prefeito seguinte, Lourival Rocha e pelo Governador Walfredo Gurgel, que veio a Patu participar da inauguração.   

Fonte: 
Blog: A Folha Patuense - aluisiodutra.blogspot.com
Blog: almino.afonso@bol.com.br

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Custo da Cesta Básica em Patu no mês de Junho subiu 3,76% em relação ao mês anterior.


Conforme dados do Projeto Custo de Vida Patu, desenvolvido pelo Departamento de Ciências Contábeis da UERN/Campus Patu, no mês de junho de 2019, o custo da cesta básica,  na cidade de Patu/RN, foi de R$ 854,23, no mês de maio o custo foi de R$ 823,27, caracterizando uma inflação de 3,76%. A cesta básica pesquisada é composta por três grupos de produtos: Alimentação, Higiene Pessoal e Limpeza Doméstica.  No mês de Junho de 2019 o grupo de Alimentação custou R$ 703,36, aumentando 4,47% em relação ao mês anterior. O grupo Higiene Pessoal custou R$ 102,11, aumentando 8,08% em relação ao mês anterior e o grupo Limpeza Doméstica teve um custo de R$ 48,77, tendo um decréscimo de 12,18% em relação ao mês anterior. Os principais produtos que contribuíram mais para o aumento do custo da cesta básica foram: Margarina, Batata Inglesa, Amaciante, Absorvente Higiênico e Doces. Os principais produtos que tiveram redução de preços foram: Maionese, Sabão em Pó, Sabão em Barra, cotonetes e beterraba. O custo da cesta básica calculado na cidade de Patu-RN representou 85,59% do valor de Salário Mínimo atual que é de R$ 998,00. O custo da Ração Essencial Mínima calculado no mês de junho de 2019 é de R$ 301,82 por pessoa, evidenciando dessa maneira que, a ração essencial mínima para uma família composta de cinco pessoas (três adultos e duas crianças), somou R$ 1.506,59. O  trabalhador patuense necessitaria ganhar um salário-mínimo de R$ 2.739,25 para atender às necessidades de sua família (cinco pessoas) com alimentação, habitação, vestuário, higiene e transporte. Portanto, o salário-mínimo de R$ 998,00 representa, apenas, 36,43% do que o trabalhador deveria ganhar.

O projeto é coordenado pelo professor Aluísio Dutra de Oliveira com a participação do Professor Ms. Francisco Tavares Filho e dos alunos do Curso de Ciências Contábeis: Caio Felipe da Silva Sousa (Catolé do Rocha-PB), Diego Alves do Nascimento (Patu-RN), Gilmar Alves de Lira Júnior (Patu-RN), Nathan Batisita dos Santos (Rafael Godeiro-RN) e Jéssica Nascimento Silva (Catolé do Rocha-PB).
home page: http://patu.uern.br/dcc.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Zenaide: “Reforma da Previdência não retira privilégios nem cobra de grandes devedores e sonegadores”


Em pronunciamento no Plenário na tarde desta quarta-feira (07), a senadora Zenaide Maia lembrou que o Senado é uma Casa revisora e que a sociedade espera que, como tal, ele cumpra o seu papel de analisar item por item o texto da Reforma da Previdência (PEC 06/19) aprovado pela Câmara.  “Temos ouvido que esta Casa só vai carimbar o que for aprovado pela Câmara, mas quero lembrar aos colegas parlamentares da nossa imensa responsabilidade, pois mais importante do que votar, é revisar”, destacou Zenaide.
Para a senadora, a desculpa usada rotineiramente para o Senado não modificar matérias aprovadas pela Câmara, de que isso atrasa o processo, não pode mais ser aceita. “Esta é uma casa revisora, temos que analisar item por item e modificar o que entendermos que não está certo”, ressaltou a parlamentar.
Apesar de o texto final ainda estar sendo votado na Câmara nesta quarta, a senadora afirmou considerar que existem várias injustiças na proposta. Ela citou, por exemplo, o pedágio, que seria de 100% para servidores públicos e da iniciativa privada e de apenas 30% para políticos. Também lembrou que, desde 2003, servidores públicos não têm mais direito à aposentadoria integral e quem entrou a partir de 2013, só receberá pelo teto da Previdência. Mais que isso, terá que contribuir para a previdência pública. Mesmo assim, alguns deles, inclusive, tiveram suas aposentadorias drasticamente reduzidas pelo texto da Câmara.

Aberto processo seletivo para professores e especialistas no Estado


A Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN tornou pública a abertura de Processo Seletivo Simplificado para composição de cadastro de reserva para contratação de professor e especialistas de educação temporários. Esses profissionais terão contrato por tempo determinado com o objetivo de atender às eventuais necessidades existentes na Rede Estadual de Educação. As inscrições são realizadas, exclusivamente, pela internet, no portal do SIGEduc, até o próximo domingo (11).
O processo seletivo destina-se a selecionar candidatos para compor cadastro de reserva de professores e especialistas de educação dos componentes curriculares nos Ensinos Fundamental, Médio e suas modalidades de acordo com as seguintes opções: 1) Unidades Escolares – Base Comum, 2) Educação Profissional, 3) Educação do Campo (espaços escolares), 4) Educação do Campo (espaços não escolares), 5) Educação Escolar Quilombola, 6) Educação Escolar Indígena (espaço escolar), 7) Educação Escolar Indígena (espaços não escolares), além das opções 8) Unidades Prisionais, 9) Centros de Atendimento Socioeducativo e 10) Especialista de Educação, em conformidade com a legislação acima enunciada.
Esses educadores poderão ser contratados para atuar nas unidades escolares das 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e no Sistema Prisional e Socioeducativo do RN.
Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o site do SIGEduc (www.sigeduc.rn.gov.br) e, seguir os seguintes passos: na tela inicial, clicar no item Outros, que consta no menu lateral esquerdo do site, em seguida clicar no item Concurso. O navegador carregará o local onde o candidato selecionará a opção a qual deseja se inscrever e preencherá a ficha de inscrição. A ficha de inscrição para o processo seletivo está disponível, exclusivamente na internet, até as 23h59 do dia 11 de agosto.
Fonte: Blog do Robson Pires.

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Caern alerta para golpe usando o nome de diretor da companhia



Estelionatários estão usando nome do diretor presidente a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Roberto Linhares, para tentar aplicar golpes e extorquir empresários. Também está sendo citado o nome do Chefe de Gabinete, Raphael Álvares. Entre as pessoas que estão sendo alvos da tentativa de golpe estão empresários com contratos vigentes na Companhia.
O golpista tem realizado tentativas usando o aplicativo de mensagens WhatsApp para pedir dinheiro, informando inclusive uma conta bancária para depósito. A Caern destaca que as pessoas devem desconsiderar qualquer tipo de mensagem desta natureza e informar para a ouvidoria da empresa, através do telefone 3232-4562.

Chinesa CGN quer produzir equipamentos e gerar energia eólica e solar no RN

A diretoria da China General Nuclear e Power Corporation (CGN) confirmou nesta segunda-feira, 05, à governadora Fátima Bezerra interesse em ampliar investimentos na produção de energia eólica e solar e na instalação de uma fábrica de equipamentos para os dois setores. A confirmação foi dada pelo presidente Zhang Qi Bo, que veio para a reunião, na sede da governadoria, acompanhado do vice-presidente Dai Hanggang, gerente de negócios e desenvolvimento, Ronan Chung e do diretor de negócios e desenvolvimento, Huan Yuxing.
Na reunião ficou definido que será elaborado um termo de compromisso entre a CGN e o Governo do Estado especificando o que será realizado por cada parte.
Fátima Bezerra considerou que a presença da CGN é também resultado da visita da cônsul geral da China no Brasil, Yan Yuquing, realizado no início de julho, e que “nosso desejo e expectativa é que o Rio Grande do Norte possa fazer grandes parcerias com a China. Aqui temos um governo totalmente comprometido com o desenvolvimento sustentável. O governo tem equipe técnica qualificada. O que cabe a administração para fortalecer investimentos já existentes e atrair novos negócios está sendo feito com agilidade e com segurança jurídica”, afirmou.
A CGN adquiriu este ano dois campos de produção de energia eólica no RN, nos municípios de João Câmara e Parazinho – Eurus II e Renascença V – implantados pela Atlantic Energias Renováveis, empresa com atuação também no Piauí, Bahia e Rio Grande do Sul, incorporada pelos chineses.
Com forte presença na China e em países da Europa, Ásia e África, onde atua na produção de energia solar, eólica (on e off shore), além da fabricação de equipamentos para os campos de produção, a CGN investe e opera as suas usinas. “O Rio Grande do Norte é estratégico para nós”, explicou o presidente da Atlantic, José Roberto Morais ao informar que já tem três novos projetos, para localização nos municípios de Santana do Matos, Rio do Fogo e Pedro Avelino, para geração de 600 megawatts.
O Governo do RN também ofereceu incentivos para instalação da indústria de equipamentos para a produção de energia limpa e participação no Parque Tecnológico que está em fase de implantação. “Temos várias opções para investimentos e incentivos para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia com excelentes vantagens fiscais que podem chegar a 95% de isenção do ICMS e cessão de áreas físicas para instalação”, informou o secretário estadual de desenvolvimento econômico, Jaime Calado. Ele ainda explicou que o RN oferece oportunidades para investimento na área mineral para exploração de ferro, calcário, feldspato (base para cerâmica fina e porcelanato) e ouro. “E ainda podemos contar com mão de obra qualificada nos níveis médio e superior pelos Institutos Federais de Educação Tecnológica e pela Universidade Federal do RN”.
A governadora Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários de infraestrutura, Gustavo Coelho, presidente da Potigás, Larissa Gentille, diretor do Idema, Leonlene Souza e do senador Jean Paul Prates.

Governadora sanciona lei de liberdade de expressão nas escolas



A governadora Fátima Bezerra sancionou hoje três leis direcionadas a melhorar o ambiente escolar e promover a Educação. Durante a abertura do seminário “Mobilização para aprendizagem no Ensino Médio”, que iniciou na manhã desta segunda-feira (05) e transcorrerá até terça-feira (06), no Holliday Inn, ela defendeu a liberdade de expressão nas escolas, o incentivo à leitura e à escrita e a valorização do idoso através do esporte e da educação, temas das leis de autoria dos deputados Francisco de Medeiros e Kleber Rodrigues.

O evento, que discute a importância da gestão da educação para o avanço contínuo dos estudantes no Rio Grande do Norte, é realizado em parceria entre o Governo do Estado e o Instituto Unibanco, através do programa Jovem de Futuro. “O desafio é imenso. Não basta colocar a criança na escola. É preciso que a escola esteja preparada para garantir ao jovem o exercício da cidadania e o prepare para enfrentar o mercado de trabalho”, declarou a governadora para o público composto por cerca de 700 gestores, do Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino.
Ao defender a liberdade de expressão nas escolas, Fátima citou uma frase célebre de Paulo Freire: “Se a Educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda”. A governadora declarou-se seguidora do pedagogo que revolucionou a prática de alfabetização, contribuindo consideravelmente para reduzir os índices de analfabetismo no Brasil. “Defendemos, sim, uma escola livre, democrática. Escola não é ambiente de intolerância. Escola é um território aberto, de livre opinião”.
Ela destacou que tem muitos sonhos quanto à Educação e está imbuída, junto com sua equipe, de concretizá-los. “Eu sonho, junto com vocês, educadores e educadoras, em avançar na escola em tempo integral. De aumentar, junto aos municípios, a rede de creches para crianças de 0 a 3 anos. E de melhorar a escola profissionalizante. Porque o nosso governo é o governo da inclusão”, descreveu.
A Lei 10.659/19 (proposta pelo deputado Francisco), que trata da liberdade de expressão nas escolas, está sendo chamada de “Lei da Escola Democrática”. Professor das redes municipais e estadual, ele explicou que a matéria foi amplamente discutida no âmbito escolar, com gestores, professores, estudantes e dirigentes do movimento estudantil, e tem por objetivo garantir o amplo debate em prol da Educação de qualidade. “A escola deve ser um ambiente democrático, onde seja propício o debate que caminhe para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, enfatizou.
O deputado Kleber explanou sobre as Leis 10.570/19 e 10.571/19, que institui a Semana do Livro e da Escrita e Semana Estadual do Esporte para a Pessoa Idosa, ambas para o mês de outubro, quando são comemorados o Dia do Idoso (01/10) e o Dia da Criança (12/10). “Essas leis são importantíssimas porque direcionam o olhar para a população de idosos, promovendo a qualidade de vida para a terceira idade. A Educação é a mola propulsora para o desenvolvimento de crianças e jovens”, destacou.
Além da governadora Fátima Bezerra, a abertura do seminário também contou com a participação do secretário da Educação Getúlio Marques, da secretária-adjunta Márcia Gurgel, e do Superintendente Executivo do Instituto Unibanco Ricardo Henriques. Este, por sua vez, falou sobre a importância da gestão para melhoria do aprendizado. “Nossa parceria atua por meio do aprimoramento contínuo da gestão da educação, desde a secretaria até o diretor da escola”, explicou.
O encontro está reunindo os técnicos da SEEC (Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Desporto e do Lazer), diretores regionais, assessores e coordenadores pedagógicos e diretores de escolas públicas. “Temos um compromisso com a aprendizagem dos nossos jovens. Diante disso, temos que ampliar o debate em busca de caminhos que devem ser traçados, para garantirmos que o jovem tenha acesso a uma educação de qualidade”, explicou o secretário Getúlio Marques.
JOVEM DO FUTURO – De acordo com dados do Censo Escolar 2018, o Estado do Rio Grande do Norte tem mais de 90 mil estudantes matriculados no Ensino Médio público, distribuídos em 318 escolas. O programa Jovem de Futuro atualmente está presente em 141 escolas estaduais que atendem mais de 49 mil estudantes e deve ser implantado em todas as 318 até 2020. Atualmente, o programa é implementado em parceria com as Secretarias de Educação dos estados de Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Goiás e Piauí