quinta-feira, 27 de junho de 2019

A História da Rádio Serrna FM de Patu-RN

 A comunicação social em Patu em tempos áureos, era realizada através de amplificadores de som em locais fixos e móveis, através de carros de som, como até hoje existe essa prática. Essa marca de trabalho sempre foi forte no município, podemos citar a amplificadora de som localizada no antigo prédio Castelo Branco sendo coordenada por Nestor Tampinha e Lourdes Carlos, bem como o programa “A voz do município tendo a frente o comunicador social Miguel Câmara Rocha. Destacamos outros patuenses que atuaram na comunicação, como por exemplo: Raimundo de João Inácio, que possuía uma rural com alto-falantes que divulgava os eventos da cidade e Sezildo Câmara que atuava como jornalista e assessor de comunicação da prefeitura municipal de Patu.
Nos anos oitenta o Padre Silvano Schoemberger instalou uma amplificadora de Som na Igreja de Nossa Senhora das Dores que servia para anúncios da Igreja bem como da comunidade. As jovens que prestavam serviços na Casa Paroquial desempenhavam o papel de informar e divulgar as celebrações da Igreja e as notas e avisos da comunidade na amplificadora.
No ano de 1997 nascia em Patu um movimento sociocultural denominado de Patu 2001 que tinha como objetivo de provocar a sociedade e os poderes constituídos sobre várias temáticas como: fenômenos da seca, violência, negritude, saúde mental, inclusão social, patrimônio histórico, radiodifusão comunitária entre outros. O movimento Patu 2001 foi idealizado pelo médico psiquiatra e pesquisador social Epitácio Andrade Filho que recebeu a parceria de várias pessoas e entidades no município e no estado. Sobre rádio comunitária, o movimento Patu 2001 realizou uma palestra no mês de outubro de 1997 no cruzamento das ruas Francisco Dutra de Almeida e Capitão José Severino, na ocasião foi debatido sobre o funcionamento e objetivos de uma rádio comunitária com vistas a democratização das informações.
O professor Aluísio Dutra de Oliveira assistiu a palestra proferida por João Batista de Moura, conhecido com João de Chico de André e dias depois conversou com o Pe. Francisco Carlos Azevedo, pároco local, sobre a possibilidade de se fundar uma rádio comunitária. A ideia foi tomando corpo e na primeira reunião para tratar do assunto já se contava com um bom número de pessoas. A partir dessa reunião o professor Aluísio Dutra de Oliveira procurou informações sobre os procedimentos de constituição de uma rádio comunitária para iniciar o processo. No início do ano de 1998 os contatos com as pessoas da comunidade eram feitos, envolvendo também o apoio de entidades e no dia 23 de março de 1998, na sala de reuniões da Igreja de Nossa Senhora das Dores “Sacristia” era fundada a Associação Comunitária Patuense sendo eleito como presidente o professor Aluísio Dutra de Oliveira, vice-presidente: Evandro Carlos Oliveira Moura, Primeira Secretária: Maria Naureni Nunes Leite, Segunda Secretária: Milla Crhistian Cândida Cortez, Primeiro Tesoureiro: Sandoval Francelino de Moura, Segundo Tesoureiro: Carlos Magno Freire Godeiro, Conselho Fiscal: José Nair Nunes, Edeládio Benigno de Moura e Joéliton Rafael de Queiroz. Após a constituição da Associação Comunitária Patuense, teve início o processo para as providências sobre a documentação necessária para requerer o pedido de concessão de um canal de rádio comunitária para o município de Patu junto ao Ministério das Comunicações, fato esse que aconteceu no mês de outubro do mesmo ano. A elaboração do projeto técnico teve a participação do Técnico de Rádio José Maria Figueiredo "karoe".
A Associação Comunitária aprovou em abril de 1999 a equipe dirigente da Rádio Patu FM que ficou assim composta: Diretor Geral: Aluísio Dutra de Oliveira, Vice-Diretor: Pe. Francisco Carlos Azevedo, Diretor de Programação: José Bezerra de Assis, Diretor Financeiro: Evandro Carlos Oliveira Moura, Diretor de Publicidade: João de Deus Henrique Godeiro e Diretor Técnico: José Maria Figueiredo. A ideia foi se espalhando e a população começou a ajudar fazendo a doação de CDs e outros equipamentos. O transmissor foi adquirido com o apoio da prefeitura municipal de Patu, que tinha como gestor o médico Ednardo Benigno de Moura. A vontade da rádio ir para o ar era tão grande que no dia 17 de maio de 1998 a rádio comunitária Patu FM entrava no ar pela primeira vez na frequência de 101.5 Mega Hertz. O estúdio funcionou provisoriamente em um quarto da casa paroquial durante alguns meses enquanto o novo estúdio era construído entre a casa paroquial e a Igreja de Nossa Senhora das Dores, com a doação de materiais pela população e o comércio local.
A primeira programação da Rádio Comunitária Patu FM era assim levada ao ar para os ouvintes: 
 Programas de Segunda a Sexta Feira:
06:00 às 07:30 h – Programa Despertar com o Senhor. Responsabilidade da Igreja de Nossa Senhora das Dores.
07:30 h às 10:00 h – Programa Bom Dia Cidade: Sandilene Dutra.
10:00 às 11:30 h – Recadinhos do Coração: Zilklênio Azevedo.
11:30 às 12:00 h – Resenha Esportiva 101.5: Fábio Praxedes.
12:00 h às 13:00 h – Hora do Rei. Jaílson Aragão.
13:00 h às 14:00 h – M.P.B – Maria da Glória Andrade.
14:00 h às 15:00 – Mistura de Ritmos – Maria da Glória Andrade.
15:00 h às 17:00 h -Matando a Saudade. Josa Kung Fú.
17:00 h às 18:00 h – Louvores ao Senhor – Carlos Magno Freire Godeiro.
18:00 h às 19:00 h – Hora do Ângelus. Renovação Carismática Católica.
19:00 h às 20:00 – A Voz do Brasil. Radiobrás.
20:00 h às 21:00 h – Seleção da Noite. Paulo Maia.
21:00 h às 23:00 h – Toque Romântico. Paulo Maia.

Programação aos Sábados:
06:00 às 07:00 h – Programa Sertão Viola e Poesia. Responsabilidade: José Bezerra de Assis e Aluísio Dutra de Oliveira.
07:00 h às 08:00 h – Programação Musical.
08:00 às 10:30 h – Manhã Sertaneja. Leonardo Alves “Léo”.
10:30 às 12:00 h – Esporte Total - Fábio Praxedes.
12:00 h às 12:20 h – A voz da Paróquia. Pe. Carlos.
12:20 h às 13:00 h – Programa Boas Novas. Assembleia de Deus;
13:00 h às 16:00 – Clube do Povão – Galego Vovô.
16:00 h às 16:50 h – Saúde, Amor e Paz. Igreja Adventista.
16:50 h às 17:40 h – Avivamento Bíblico – Igreja Avivamento Bíblico.
17:40 h às 18:00 h – Músicas.
18:00 h às 19:00 – Hora do Ângelo. Renovação Carismática.
20:00 h às 21:00 h – Seleção da Noite. Paulo Maia.
21:00 h às 23:00 h – Toque Romântico. Paulo Maia.

Programação aos Domingos.
06:00 às 07:00 h – Programa Despertar com Cristo. Aguinaldo Gomes.
07:00 h às 08:00 h – Programação Musical.
08:00 às 10:00 h – Missa do Domingo – Igreja Matriz.
10:00 às 12:20 h – Show do Domingo. Lamarck Lima.
12:20 h às 13:00 h – Programa Boas Novas. Assembleia de Deus.
13:00 h às 16:00 h – Programa de Volta a Boemia. Stanlislau Lima.
16:00 h às 16:50 – Saúde, Amor e Paz. Igreja Adventista.
16:50 h às 17:40 h – Avivamento Bíblico. Igreja Avivamento Bíblico.
17:40 h às 23:00 h – Musical livre. Nessa programação trabalharam como controlistas as seguintes pessoas: Jailson Aragão, Lucenildo Aprígio “Nildo”, Zilklênio Azevedo e Edson Gomes “Edinho”. A programação da Rádio Patu FM era um grande sucesso de audiência em Patu e cidades vizinhas onde o som era captado, sendo interrompido em virtude de uma denúncia feita a ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações. No dia 28 de abril de 1999 a ANATEL veio a Patu e lacrou o transmissor de FM, mas não levou o mesmo. A população ficou muito triste com o ocorrido, ao mesmo tempo que fazia pressão para que a rádio voltasse ao ar pois fazia um bem muito grande a comunidade. A direção da rádio se reuniu e decidiu voltar a colocar a rádio no ar, mas, meses depois a polícia federal veio buscar o transmissor em definitivo. Um novo transmissor foi comprado em Campina Grande-PB, através de um empréstimo feito ao empresário Jaílson Henrique Godeiro para ser descontado em forma de apoio cultural do seu estabelecimento comercial, o Grupo Nego Jaia. Ouvindo o clamor da população a direção da Rádio se reuniu e decidiu colocar no ar novamente, mas, com nova denominação, passando a ser Serrana FM, na frequência de 102,3 Mega Hertz. O estúdio da Serrana FM chegou a ser instalado em vários locais (Banheiro do Salão Paroquial, Quintal da Casa Paroquial e Residência de Dona Salete Dantas) em virtude das constantes visitas da ANATEL e Polícia Federal. Uma nova programação foi montada e a rádio Serrana FM seguiu em frente.
Programação da Serrana FM
 
Programas de Segunda a Sexta Feira:
06:00 às 07:30 h – Programa da Igreja de Nossa Senhora das Dores.
07:30 h às 10:00 h – Manhã de Sucessos: Sandilene Dutra.
10:00 às 11:30 h – Disk Tok: Zilklênio Azevedo.
11:30 às 12:00 h – Resenha Esportiva 102.3: Fábio Praxedes.
12:00 h às 13:00 h – Jornal do Meio Dia. Aluísio Dutra de Oliveira
13:00 h às 14:00 h – M.P.B – Maria da Glória Andrade.
14:00 h às 15:00 – Mistura de Ritmos – Maria da Glória Andrade.
15:00 h às 17:00 h – Lú Farias Show- Lú Farias.
17:00 h às 18:00 h – Forró do Paulo Maia. Paulo Maia.
18:00 h às 19:00 h – Hora do Ângelo. Renovação Carismática Católica.
19:00 h às 20:00 – A Voz do Brasil. Radiobrás.
20:00 h às 22:00 h – Noites de Sucessos.
22:00 h às 24:00 h – Programa Jovem Noite. Segundo Godeiro.

Programas aos Sábados.
 
05:00 às 07:00 h – Programa Nordeste ao Som da Viola: Zé Bezerra e Aluísio Dutra de Oliveira.
07:00 h às 09:00 h – Manhã de Sucessos: Mônica Kely.
09:00 às 12:00 h – Disk Tok: Zilklênio Azevedo.
12:00 h às 13:00 h – Jornal do Meio Dia. Aluísio Dutra de Oliveira
13:00 h às 16:00 h – Parada Popular. Galego Vovô.
16:00 h às 18:00 – Programação Musical.
18:00 h às 19:00 h – Hora do Ângelo. Renovação Carismática Católica.
19:00 h às 22:00 – Francisco Mascena Cordeiro.
22:00 h às 24:00 h – Programa Jovem Noite. Segundo Godeiro.

Programas aos Domingos.
05:00 às 07:00 h – Programa Evangélico.
07:0 h às 08:00 h – Programa da Pastoral da Criança.
08:00 às 10:00 h – Transmissão Missa Igreja Matriz.
10:00 h às 12:00 h – Músicas
12:00 h às 13:00 h – Músicas
13:00 h às 18:00 – Músicas
18:00 h às 19:00 h – Programa ECC – Igreja Católica.
19:00 h às 22:00 – Momento de Saudade – Aluísio Dutra de Oliveira.
Os controlistas que prestaram serviços na Rádio Serrana FM foram os seguintes: Jailson Aragão, Lucenildo Aprígio "Nildo", Isack Alves, Edson Gomes "Edinho", Claudemir de Freitas, Isack Matchel, Ismael Medeiros, Fabiana, Iran Almeida, Irami Bezerra. A Serrana Fm na sua programação diária levava ao ar notícias, entretenimento, entrevistas, debates, transmissões de missas, cultos evangélicos, romarias, transmissões esportivas, vaquejadas, feira da cultura, festa da padroeira, festa de Santa Teresinha, ou seja, uma rádio eclética desenvolvendo o seu papel de comunicação em todas as áreas sociais. O sucesso da Rádio Serrana era muito grande, a sua audiência em Patu e na região se propagava muito rápido. A rádio se preocupava em debater a democratização das informações e realizou três encontros sobre Rádio Comunitária e Saúde Mental, sendo um realizado em Patu-RN, outro em Martins-RN e o terceiro na cidade de Rafael Fernandes-RN. Durante a existência da Rádio Serrana FM vários artistas foram entrevistados em sua programação como podemos citar: Alcimar Monteiro, Reginaldo Rossi, José Ribeiro, Maurício Reis, Amazan, Sirano e Sirino, Toca do Vale e tantos outros. No mês de agosto de 2004, no dia 22 de agosto, a Rádio Serrana FM sofreu uma ação muito forte pela Polícia Federal, uma operação feita por vários agentes e diversas viaturas comandadas pelo diretor da PF, Dr Linário Leal chegou nas dependências da rádio e deteve todos os que estavam presentes no estúdio e só liberou com a presença do responsável pela rádio, no caso, o professor Aluísio Dutra de Oliveira. Naquele dia fatídico o diretor da rádio foi detido e obrigado a entregar o transmissor de FM que estava instalado, estrategicamente, na torre da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores. O diretor da polícia federal interrogou o professor Aluísio Dutra de Oliveira por seis horas na sede do cartório de Patu. Após aquela investida da Polícia Federal nunca mais a rádio Serrana FM seguiu com o seu projeto de comunicação, ficando na memória da população patuense as ótimas ações desenvolvidas por um verdadeiro canal de comunicação popular e comunitário servindo ao seu povo. Infelizmente a fúria dos poderosos e de pessoas egoístas, mesquinhas e maquiavélicas destruíram algo que só fazia o bem ao município e a região. Essa é portanto a história da Rádio Serrana FM de Patu que deixou a sua marca na lembrança e nas ações desenvolvidas no município de Patu e região, desempenhando o papel de um verdadeiro veículo de comunicação social e popular, merecendo, com justiça, fazer parte da história de Patu.
Reportagem: Aluísio Dutra de Oliveira.

Pastor Costa (Igreja Adventista)
Adalgisa Moura (Renovação Carismática)
Ismael Medeiros (sonoplastia)
Iramir Bezerra (sonoplastia)
Sandoval Moura e Maria José (E.C.C)

Carlos Magno Freire Godeiro (Igreja Assembleia de Deus)

Lêda Câmara (Secretária)


Glória Andrade (Locutora)
Padres Irismar, Tarcísio, Carlos e o missionário Bruno
Edson Gomes "Edinho" (sonoplastia)
Fundadores da Serrana FM, Padre Carlos Azevedo e Aluísio Dutra de Oliveira
Padres Tarcísio Weber e Carlos Azevedo
Paulo Maia (Locutor)
Aluísio Dutra de Oliveira (Apresentando o Jornal do Meio Dia)

Marcos Rodrigues (sonoplastia)
Lú Farias (Locutora)
Raimundo Cardoso e José Oliveira (repentistas)
Cantor Sirano visita a Serrana FM
Aluísio Dutra e Fábio Praxedes (construção do estúdio da Serrana FM)
Sandilene Dutra (locutora)
Zilkênio Azevedo e Fábio Praxedes
Mascena Cordeiro(Locutor)
Mônica Kely (Locutora)
 
 
 



terça-feira, 25 de junho de 2019

Governo do RN abre à participação popular o Projeto de Zoneamento do Rio Piranhas-Açu

Moradores de 55 municípios potiguares localizados na bacia do Piranhas-Açu poderão participar dos debates sobre a utilização das águas do rio que corta três regiões do estado. O primeiro ciclo de oficinas para abertas à comunidade começa no dia 2 de julho, em Macau, onde o rio tem foz, e termina no dia 11, em Lagoa Nova, no território Seridó. O objetivo é assegurar transparência e controle social do Projeto de Macrozoneamento Ecológico-Econômico da Bacia do Piranhas-Açu.
“Esse é um projeto estratégico para a sobrevivência do Piranhas-Assu, que é muito importante para o Rio Grande do Norte, como fonte de abastecimento de água de vários municípios e também para a economia de pelo menos três regiões do estado, na agricultura familiar, na pesca, na fruticultura de exportação. Por isso, precisamos cuidar bem dele, promovendo o desenvolvimento sustentável na bacia, com ações integradas do Governo e da sociedade civil, para que o rio continue a cumprir seu importante papel socioeconômico no estado”, afirmou o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro.

Senadora Zenaide Maia parabeniza Governo do Estado e acredita que decreto trará crescimento para o turismo



Na manhã desta segunda-feira (24) na Governadoria, a senadora Zenaide Maia esteve presente da solenidade de assinatura dos regimes especiais que concedem redução da base de cálculo do querosene de aviação (QAV).
Para Zenaide Maia, as medidas criadas pelo Governo do Estado irão ajudar o turismo a voltar a crescer, trazendo a geração de emprego e renda. “Gostaria de registrar minha satisfação e parabenizar a iniciativa da governadora Fátima Bezerra e também do secretário de Tributação, Carlos Eduardo, que foi o responsável pelas negociações. Parabenizo também as empresas que aceitaram contribuir para alavancar nosso turismo”, disse a senadora.
Presentes na solenidade os secretários de estado, senadores Zenaide Maia e Jean Paul Prates, deputado federal João Maia, deputado estadual Souza Neto, presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, representante da Fiern, Helder Maranhão, diretores das companhias aéreas Azul e Latam, representantes de agências de turismo, hotéis e restaurantes e da Inframérica, administradora do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Em audiência, especialistas afirmam que a Barragem de Umari não corre risco de rompimento

Desde o começo do ano que veículos de comunicação e redes sociais divulgam informações de riscos de rompimento da barragem de Umari, localizada no município de Upanema. Para conhecer a real situação, o assunto foi debatido nesta segunda-feira (24) durante audiência pública, proposta pela deputada Isolda Dantas (PT), na Câmara Municipal da região.
“Consideramos que é um dever do nosso mandato trazer aqui à Upanema os órgãos responsáveis pela barragem para explicar a real situação e, assim, tranquilizar e deixar a população a par de tudo”, diz Isolda.
Carlos Nobre, engenheiro agrônomo, técnico em barragem e Secretário Adjunto da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do RN (SEMAH), afirma que a barragem de Umari é segura: “A barragem é toda em cimento compactado justamente para dar maior segurança. Não há risco de rompimento”, explica.
Caramuru Paiva, diretor Geral do Instituto de Gerenciamento das Águas do RN (Igarn) afirma que o governo vem trabalhando para a segurança das barragens e que apesar de haver necessidade de uma manutenção, a situação de Umari não deve preocupar a população.
As sugestões de encaminhamento da audiência foram de solicitar a manutenção da barragem e a Construção da Lei de Segurança de Barragem em conjunto com a Frente Parlamentar das Águas.

Ministério Público deflagra 3ª fase da Operação Dama de Espadas


 
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (25) a operação Croupier, que investiga o desvio de R$ 2.118.591,52 da Assembleia Legislativa potiguar. A ação é desdobramento da operação Dama de Espadas, que também apurou fraudes na ALRN no período em que Robinson Faria era o presidente da Casa Legislativa.


A operação Croupier investiga os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa, falsificação de documento público e uso de documento falso cometidos entre os anos de 2006 e 2015. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão.
A ação contou com a participação de 14 promotores de Justiça, 19 servidores do MPRN e ainda 30 policiais militares. A ação também tem o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Termina na próxima sexta-feira prazo para sacar abono salarial


Se você trabalhou, pelo menos, 30 dias em 2017 e recebeu em média dois salários-mínimos, pode sacar até a próxima sexta-feira, dia 28 de junho, o Abono Salarial de 2018/2019. Os valores variam de R$ 84 a R$998, de acordo com os dias trabalhados em 2017.
Para ter direito a esse dinheiro extra, é necessário ser inscrito no PIS, o Programa de Integração Social ou PASEP, o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público há, pelo menos, cinco anos.

Juízes federais pedem exclusão de Moro da associação da categoria



Um grupo de 30 juízes federais de várias partes do país pediu nesta segunda-feira (24) à Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) a suspensão cautelar do ministro Sérgio Moro“das atividades associativas, inclusive da participação na Lista Ajufe”, um grupo de discussão dos magistrados por e-mail.
Os magistrados querem também que a Ajufe apure as circunstâncias das conversas travadas entre Moro e membros da Lava Jato no Ministério Público Federal, segundo revelado pelo site The Intercept Brasil.

quinta-feira, 20 de junho de 2019

Ex-governador Fernando Freire ganha liberdade




A Justiça concedeu hoje (19) ao ex-governador do Rio Grande do Norte Fernando Freire a liberdade definitiva. Ele está deixando o Quartel da Polícia Militar, em Natal, onde estava preso.
Fernando foi preso por envolvimento na chamada Operação Gafanhoto. Mais pessoas estavam envolvidas, porém não delatou ninguém. Na famosa Operação Gafanhoto.
Se tivesse contado o que sabia, mais pessoas teriam sido presas. Sustentou a culpa só.
Fonte: Blog do Robson Pires.

Fiéis montam tapetes de Corpus Christi pelo país


Fiéis montaram tapetes para celebrar o Corpus Christi em diversas cidades do país nesta quinta-feira (20). Eles usam serragem, flores, pó de café, sal e materiais reciclados nos desenhos coloridos de inspiração religiosa. Os tapetes são usados na passagem das procissões que marcam a data. Confira como foi a celebração pelo Brasil:
BAHIA
Em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, os fiéis montaram tapetes tradicionais do Corpus Christi  que totalizaram 2 km.Também houve celebrações da data na capital baiana.
Dia de Corpus Christi tem procissão e missa em Feira de Santana (Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade)

CEARÁ
Fiéis católicos de várias cidades do Ceará também fizeram tapetes nesta quinta-feira.
Fiéis montam tapetes de Corpus Christi no Ceará (Foto: Padre Francisco Ernandir/Arquivo pessoal)
DISTRITO FEDERAL
Fiéis montaram um tapete para celebrar Corpus Christi no Eixo Monumental, em Brasília.
Fiéis montam tapete em comemoração a Corpus Christi, no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
ESPÍRITO SANTO
O feriado teve a tradicional montagem de tapetes de Norte a Sul do Espírito Santo. Em Castelo, Linhares, Vitória e Vila Velha não faltaram voluntários para deixar a festa bonita.
Tapetes em Castelo na região Sul do Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
GOIÁS
Fiéis se reúnem nesta manhã para montar os tradicionais tapetes de serragem no anel interno da Praça Cívica, em Goiânia. A expectativa é formar uma passarela de 1 km com imagens para celebrar Corpus Christi.
Fiéis montam tapetes de serragem com arte sacra em Goiânia Goiás Corpus Christi (Foto: Thaís Luquesi/TV Anhanguera)
MATO GROSSO DO SUL
Em Campo Grande, grupos de cristãos chegaram por volta das 6h para montar tapete.
Tapete Corpus Christi Campo Grande MS (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)
MINAS GERAIS
Cidades do Sul de Minas, como Poços de Caldas, Pouso Alegre, Jacutinga e Varginha, realizam celebrações e as procissões sobre o tapete de Corpus Christi.
Patchwork é usado para desenhar imagens sacras em mantas que cobrirão trajeto da procissão de Corpus Christi nesta quinta-feira (26) em Jacutinga, MG (Foto: Daniela Ayres/ G1)
Um tapete de mais de um quilômetro marca a tradicional procissão em Belo Horizonte.
Tapete montado em frente à paróquia de Belo Horizonte, em MG (Foto: Reprodução)
Em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, voluntários passaram a madrugada preparando os tapetes de serragem para a tradicional procissão.
Tradição de enfeitar as ruas de Sabará envolve toda a comunicação por gerações (Foto: Aline Aguiar/TV Globo)
PARANÁ
Milhares de fiéis de Curitiba participaram da tradição e tiveram que enfrentar o frio de 9ºC registrados nas primeiras horas do dia.
No bairro Boqueirão, tapete começou a ser feito por volta das 2h desta quinta-feira (26) (Foto: Karine Garcia / RPC )
PERNAMBUCO
Tapetes para celebrar o dia também foram montados em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Ao todo foram feitos 300 metros de  tapete, que são usados na passagem da procissão. O trabalho envolveu cerca de 300 pessoas.
Tapete começou a ser montado na porta da Igreja Catedral, em Petrolina (Foto: Paulo Ricardo Sobral/ TV Grande Rio)
RIO DE JANEIRO
Fiéis católicos de várias paróquias do município de São Gonçalo se uniram num mutirão durante a madrugada para a confecção do tradicional tapete.
Tradicional tapete de sal montado em São Gonçalo, no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
RIO GRANDE DO SUL
Em Porto Alegre, em vez de montar os tapetes que costumam cobrir as ruas com serragem colorida, os fiéis decidiram celebrar a data com um gesto de caridade. Oitenta e duas paróquias se uniram para arrecadar 1.660 cobertores e montar um tapete diferente.
Fiéis fazem tapete de Corpus Christi com cobertores em Porto Alegre (Foto: Reprodução/RBS TV)

Fonte: Blog do Robson Pires.

A Andarilha da Linha do Trem

Segundo publicação do livro História da Estrada de Ferro Mossoró - Sousa, logo após a inauguração da estação ferroviária de Sousa PB em 1.951, uma mulher de aproximadamente 35 ou 40 anos começou a andar na linha de ferro a pé, fazendo todo o percurso Mossoró - Sousa. Maria Alice (foto ilustrativa), a Andarilha da linha do trem, para alguns a "Doida da Linha" era natural de uma cidade do estado de Pernambuco. Era uma mulher morena, magra e não mexia com ninguém, não assombrava nem as crianças daquela época. Nas suas andanças sobre a linha de ferro ela dormia nas casas de turmas, do lado de fora, ela não aceitava dormir dentro das casas, pois, segundo ela, saía cedo e não incomodava ninguém. A sua alimentação era dada pelos ferroviários que não deixavam a mesma passar fome. 
Era comum vê-la andando na linha de ferro com uma rodilha na cabeça conduzindo uma cesta sobre ela, com seus pertences, trajando roupas de flagelado. Depois de muitos anos ela desapareceu, não se tendo conhecimento do seu paradeiro, sabe-se apenas que não foi acidentada pelos trens que faziam o trecho Mossoró - Sousa.

Fonte: História da Estrada de Ferro Mossoró - Sousa.
Autor: Manoel Tavares de Oliveira.
Fotos apenas ilustrativas.

Crônica: O Homem e Saudade do seu Trabalho!

O homem e a saudade do seu trabalho que fazia por Amor e Satisfação. Hoje só restam as boas recordações dos bons tempos de outrora. Seu Francisco Xavier, conhecido por "Chico Guarda", todas as tardes vai a estação ferroviária de Patu-RN e por um instante fecha os olhos e começa recordar sobre o cotidiano daquela época que trabalhava na estação como manobrador. De repente ele escuta o apito do Trem chegando na estação. Ai se ouve também o barulho dos vendedores vendendo lanches e seus produtos aos passageiros, os motoristas de praça gritando, oferecendo corrida aos que chegam.  Em seguida a Sineta toca informando ao maquinista que o trem já pode partir para próxima estação. Nesse instante o guarda  da estação sai correndo e diz: "menino não pegue morcego no trem, você não sabe que é perigoso?". Na janela da estação, seu Chico Guarda escuta as batidas do telégrafo, onde o operador informa que o trem partiu para a próxima estação. 
A sineta bate seis vezes informando a hora certa, e seu Chico Guarda abre os olhos e vê que tudo está em silêncio, apenas  escuta o cantar dos pássaros chegando na estação para se acomodarem no teto. A noite vem chegando e ele  vai saindo para casa carregando na sua memória os bons momentos que não retornam mais, foram deixados em um passado que proporcionou muita prosperidade e alegria para nossa gente.

Reportagem: Prof. Aluísio Dutra de Oliveira.
Fotos: Aluísio Dutra de Oliveira.
Imagem Google.
 O trem na estação ferroviária de Patu-RN
 O trem na estação ferroviária de Patu-RN
Elnei Miranda, filha de seu Chico Guarda