terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Curtas do Blog


Retorno: As aulas do Campus Avançado de Patu retornaram nesta segunda feira 11/02/2019. A diretora Cláudia Tomé e o vice diretor Aluísio Durra deram as boas vindas aos novos alunos e veteranos. Ótimo retorno a todos.

Chuvas: O ano de 2019 iniciou com ótimas chuvas. Até o momento já choveu em  Patu em torno de 225 milímetros, isso representa 23% do total de chuvas registradas no ano de 2018. Muito bom.

Complicado: O ano de 2019 começou com muitas tragédias, sai pra lá urucubaca.

Boi de João de Artur: O Boi de João de Artur vai manter a tradição e sair em mais um carnal de rua de Patu. São 43 anos de muita animação e folia.

Novidade: Esse ano o Boi de João de Artur vai sair com uma novidade. Mais um personagem vai compor o grupo. Trata-se do Urso que levará o nome de “Magão” em homenagem ao grande amigo de Seu João de Artur, Magão, do Blogo do Magão de Caicó, um dos maiores blocos do estado ou mesmo do Nordeste.

Urso: A máscara do Urso Magão está sendo confeccionada pelo próprio Magão como presente ao amigo João de Artur.

Troça: Muito perguntam se a troça carnavalesca A Troça da Cachaça vai sair esse ano. Até o momento não temos informações a respeito.

Ramal Mossoró – Sousa: O professor Aluísio Dutra de Oliveira, membro da APLA – Academia Patuense de Letras e Artes está produzindo um documentário sobre a atual situação das estações ferroviárias do Ramal Mossoró - Sousa. Cada reportagem está sendo publicada no Facebook e no seu canal no Yuo Tube.

Novo Padre: A paróquia de Nossa Senhora das Dores de Patu já conta com o seu novo pároco, é o padre Luiz Telmo, que também sabe tocar sanfona. As missas agora passarão a ser bem mais animadas. Valeu!.

Especulações: Muitos são os pré-candidatos a prefeito de Patu para as eleições municipais de 2020. Daqui para lá muita água vai passar por debaixo da ponte do Açude Paulista rsrs. Pelo menos é o que se espera.

Postulantes: Para a corrida do legislativo só se escutam os comentários de vários pretendentes. Vamos ver se a Câmara terá mudança.

PT Médio Oeste: No próximo domingo será realizada Encontro do Partido dos Trabalhadores – Pólo do Médio Oeste na cidade de Messais Targino. A previsão é da participação de 15 municípios da Região do Médio Oeste Potiguar.

Futebol Feminino: Tem uma turma muito boa de meninas de Patu participando e praticando o FutSal feminino. Parabéns para elas que estão vencendo o preconceito  de muita gente besta e desinformada.

Copa Regional: Em Almino Afonso está acontecendo a XIV Copa Regional de FutSal. O evento esportivo conta com a participação de equipes do Rio Grande do Norte , Paraíba e Ceará. A organização impecável da Copa Regional é do radialista e narrador esportivo Gean Garotinho.
    

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Horário de verão termina dia 17.




O horário brasileiro de verão que teve início no último dia 4 de novembro de 2018, encerra às 0hs de domingo, dia 17. O objetivo é aliviar a demanda por energia no horário de pico, entre 18h e 21h, nessa época do ano em que os dias são mais longos nas regiões tropicais.
Até o ano de 2017, o horário de verão tinha início no terceiro domingo de outubro. Mas, por decisão do TSE, o governo alterou o início do horário de verão 2018 para novembro, para que não caísse na mesma data do primeiro e segundo turno das eleições presidenciais e de deputados.

Aulas no Campus Tiveram início nesta Segunda Feira (11/02)

Nesta segunda feira (11/02) as aulas do Campus Avançado de Patu tiveram início para o semestre letivo 2018.2. A diretoria do CAP/UERN, Cláudia Tomé e o vice diretor Prof. Aluísio Dutra de Oliveira, bem como a professora Antônia Sueli, chefe do Departamento de Letras, deram as boas vindas aos alunos do curso de Letras, matutino. Os alunos veteranos fizeram uma recepção com música ao vivo para recebe-los. No turno noturno a recepção também aconteceu para os alunos dos curso de Ciências Contábeis, Matemática e Pedagogia. 

Governo propõe criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Curimataú



Representantes do movimento SOS Rio Piquiri, apresentaram um diagnóstico com o foco na região que abrange o manancial. O relatório mostrou o desmatamento nas proximidades do rio, poluição, assoreamentos, incêndios nas matas e construção de barragens, sem a devida fiscalização, que geram inúmeros prejuízos ao meio ambiente, consequentemente à população local e podem provocar um colapso no abastecimento da região.

Fátima enfatizou o comprometimento do Governo em implementar as ações apresentadas pelo SAR para combater os atos predatórios que comprometem a sobrevivência dos rios. Falou ainda sobre a importância da instituição do Comitê das Bacias Hidrográficas do rio Piquiri. “Eu tenho acompanhado o empenho do SAR, que há anos desenvolve ações tão relevantes junto aos trabalhadores do campo e da cidade. Enquanto senadora estive à frente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, na luta pelo direito à água. Um amplo Trabalho com a Caravana das Águas, mobilizando os prefeitos dos municípios envolvidos, a igreja católica e movimentos sociais para retomar as obras da transposição do rio São Francisco e os comitês de bacias hidrográficas que atuam com muita competência e de maneira propositiva, trazendo bons resultados”, destacou.

Francisco Camuru Paiva, presidente do Instituto de Gestão de Águas (Igarn) destacou que para além da fiscalização, é preciso trabalhar para promover a educação ambiental, para o melhor uso e reuso das águas. “A revisão do plano estadual de recursos hídricos será apresentada hoje. O Governo vai buscar recursos de compensação ambiental, por meio da Agência Nacional das Águas (ANA), integrando os comitês das bacias hidrográficas e realizar reflorestamento com remuneração, gerando também renda para estas comunidades. São ações de médio e longo prazo para preservar nossos rios e garantir o abastecimento da população”, enfatizou.

A criação do Comitê das Bacias Hidrográficas permitirá o trabalho de fiscalização e fortalecerá a união de todas as instâncias.

Fonte: www.rn.gov.br
moraisneuma

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Governo do RN encaminha obras hídricas em encontro com a ANA



A governadora Fátima Bezerra, acompanhada da equipe de recursos hídricos do Governo, recebeu na tarde desta quinta-feira (7), uma delegação de dirigentes da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) para discutir a gestão compartilhada de recursos hídricos do Rio Grande do Norte.

“O retrato que fica dessa reunião é o planejamento e a ação integrada junto aos diversos órgãos e instituições. Precisamos trabalhar juntos com uma visão sistêmica, levando em consideração o papel que cada órgão desempenha para que possamos avançar nos projetos e ações de segurança hídrica em nosso estado”, destacou a governadora.

Antes da reunião com a governadora, a delegação passou a manhã reunida na Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) para discutir todos os itens da agenda da tarde e tratar mais detalhadamente os projetos dos convênios realizados entre a agência e o Governo Estadual.

Diante das últimas Resoluções divulgadas pela ANA que abordam a segurança de barragens e que demonstram a necessidade de um aumento do número de fiscalizações nos mananciais, o Igarn elaborou um projeto apresentando aos representantes do órgão federal a solicitação de um aporte de recursos para investimento em capacitação e pessoal. 

No ano de 2018, a equipe do setor de Segurança de Barragens do Igarn realizou 60 fiscalizações. Segundo a resolução da ANA, em 2019 é necessário que o Instituto realize 246 vistorias. Diante da elevação da demanda, o diretor Óscar Cordeiro, representante do órgão federal, assumiu o compromisso de oferecer o apoio operacional e logístico necessário para o IGARN alcançar a nova meta do Rio Grande do Norte. 

A Semarh também apresentou sua demanda por aporte financeiro para investimentos em obras nos reservatórios, como, por exemplo, Passagem das Traíras que está entre os mananciais que precisam de reestruturação destacados no relatório sobre segurança de barragens divulgado pela ANA na última semana.

Durante a reunião, além de reforçar as parcerias para agilizar a conclusão da barragem de Oiticica, foram discutidas também estratégias de avanço e consolidação do sistema adutor do RN, os programas de convivência com o semiárido, como o Progestão e o Projeto Seridó, e questões de fiscalização e reparos nas principais barragens do estado.

Participaram da reunião o senador Jean Paul Prates, o vice-governador Antenor Roberto, Oscar Cordeiro, diretor de regulação da ANA, Tibério Magalhães Pinheiro, superintendente de implementação de programas e projetos (SIP/ANA), Humberto Gonçalves, superintendente de apoio ao sistema nacional de gerenciamento de recursos hídricos (SAS/ANA), Flávia Barros (Coordenadora do PISF na ANA), Ângelo Guerra, diretor Geral do DNOCS, secretários e gestores estaduais, João Maria Cavalcanti (Semarh), Caramuru Paiva (Igarn), Roberto Sérgio Linhares (Caern), Leonlene Aguiar (Idema), Paulo Varella, presidente dos Comitês de Bacias do RN, Carlos Nobre, coordenador do COGERH/SEMARH, Procópio Lucena (Seapac), Rodrigo Guimarães de Carvalho, presidente do Comitê de Bacia do Rio Apodi-Mossoró.
Responder
Encaminhar

Governadora enfatiza fortalecimento do Igarn em sua mensagem na ALRN




A governadora Fátima Bezerra fez a leitura da mensagem anual à Assembleia Legislativa, nessa segunda-feira (5).  Durante o seu discurso ela enfatizou a importância da revisão da política estadual de recursos hídricos do RN, para a otimização da gestão participativa a partir do apoio aos Comitês de Bacias, do fortalecimento da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), além do Conselho Estadual de Recursos Hídricos.
Fátima Bezerra também falou sobre o empenho do Governo do RN para realizar a conclusão da barragem de Oiticica e da transposição do Rio São Francisco, além de obras estruturantes que possam garantir o abastecimento em quantidade e qualidade adequadas à população potiguar. “Tenho me empenhado diuturnamente para conclusão da barragem de Oiticica, na transposição do Rio São Francisco e pela implantação do sistema de adutoras do Seridó. Também envido esforços pelo inicio da operação do sistema adutor do Alto Oeste, a partir da barragem de Santa Cruz do Apodi, além do reforço da Adutora do Médio Oeste, a partir da Barragem de Umari”, disse.

Ela falou ainda sobre o Plano para Convivência com o Semiárido. “Colocaremos em prática um amplo Programa para Convivência com o Semiárido, que será pautado pelo uso de tecnologias sociais para captação e armazenamento de água da chuva, por meio da construção de cisternas, barragens subterrâneas e no uso de tecnologias simplificadas para reuso de água”, disse a governadora.

Todo o exposto no discurso da governadora, expressa a importância que ela dará, durante a sua gestão, à área dos recursos hídricos buscando estruturar o nosso estado para que possamos superar outros períodos de estiagem como o que ocorreu nos últimos 6 anos mantendo o abastecimento e evitando prejuízos, tanto às populações, quanto para o setor produtivo.