quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Faltam 11 dias: confira as diferenças entre os sistemas majoritário e proporcional

Os candidatos que concorrem às eleições no Brasil, dependendo do cargo em disputa, são eleitos por meio de dois sistemas diferentes: o majoritário e o proporcional. Aqueles que almejam cargos como o de presidente da República, governador de Estado, prefeito e senador elegem-se pelo sistema majoritário.

Já os candidatos que concorrem a deputado federal, estadual/distrital e a vereador obtêm seus mandatos mediante o sistema proporcional.
Nos pleitos pelo sistema majoritário, é eleito o candidato que obtém o maior número de votos válidos, ou seja, aqueles dados aos concorrentes ao cargo, excluídos os votos em branco e os nulos. No caso das eleições para a Presidência da República e para governador de Estado, se nenhum dos candidatos alcançar metade mais um (maioria absoluta) dos votos válidos em primeiro turno, a legislação determina que os dois mais votados disputem um segundo turno, sendo eleito o que obtiver, nessa nova etapa, a preferência do eleitorado. Ou seja, o maior número de votos válidos.
Nas Eleições Gerais deste ano, o pleito ocorrerá no dia 7 de outubro e, se houver necessidade de segundo turno, no dia 28 de outubro.
Grande parte das eleições para prefeito, que ocorrem também pelo sistema majoritário, é definida no primeiro turno da eleição, sendo escolhido o candidato mais votado (por maioria simples) para o cargo. O segundo turno só acontece nos municípios com mais de 200 mil eleitores, quando nenhum dos candidatos consegue metade mais um dos votos válidos no primeiro turno. Nesse caso, os dois candidatos mais votados disputam o segundo turno. Nas eleições de 2016, 55 cidades do país realizaram segundo turno para eleger seus prefeitos.
Também no pleito majoritário para o Senado Federal é eleito o candidato que recebe o maior número de votos válidos. Nas eleições de 2018, cada um dos 26 estados mais o Distrito Federal elegerá dois senadores, totalizando 54 vagas em disputa no país. Ou seja, os dois candidatos mais votados para o cargo em cada estado e no DF serão os eleitos no dia 7 de outubro. Não há segundo turno numa eleição para senador.
As eleições de 2018 são presidenciais e para as chefias dos Executivos estaduais, bem como para os Legislativos federal, estaduais e distrital. Além disso, serão realizados 21 pleitos municipais em nove estados (AM, CE, GO, MA, MT, RJ, RS, SC e SP) no dia 28 de outubro. São as chamadas eleições suplementares, que ocorrem quando o pleito regular é anulado por decisão da Justiça Eleitoral.
Sistema proporcional
Por sua vez, nas eleições pelo sistema proporcional, ou seja, de deputado federal, deputado estadual/distrital e vereador, é o partido/coligação que recebe as vagas, e não o candidato. No caso, o eleitor escolhe seu candidato entre aqueles apresentados por um partido político ou coligação.
Com relação às coligações, elas apresentam lista única com o nome de todos os candidatos dos vários partidos que a compõem. Porém, quando diversos partidos formam uma coligação (que passa a ser tratada legalmente como se fosse um partido único), não é criada uma legenda própria (ou um número que represente a coligação inteira). Nela, os partidos conservam a sua nomenclatura e seus números próprios.
No entanto, os eleitores que votam no número de seu partido em eleição pelo sistema proporcional emprestam seus votos para a coligação a que a legenda pertencer. Isso porque o cálculo do quociente eleitoral é feito com base em todos os votos recebidos pelos candidatos e pelos partidos que compõem a coligação.
Voto legenda
O voto em legenda pode ser dado ao partido somente no sistema proporcional. Se o eleitor desejar votar apenas no partido, sem especificar qual dos candidatos da legenda ele busca eleger, basta ele digitar os dois primeiros algarismos do número do candidato, que representam justamente o número da agremiação política.

A totalização dos votos no sistema proporcional adotado pelo Brasil e sua transformação em vagas nas casas legislativas ocorrem em etapas. Calcula-se, primeiramente, o quociente eleitoral (artigo 106 do Código Eleitoral). Na sequência, o quociente partidário (artigo 107 do Código Eleitoral). Por fim, faz-se, se necessário, a repartição dos restos eleitorais (artigo 109 do Código Eleitoral). Somente o partido – ou a coligação – que alcançar um número mínimo de votos tem o direito de obter vaga na Casa Legislativa. Isso explica o fato de, às vezes, um candidato receber muitos votos, mas não ser eleito porque seu partido não atingiu o número mínimo de votos necessários no cálculo do quociente eleitoral.

Candidatura de Bernardo Amorim ganha força no Oeste

O médico e candidato a deputado estadual pelo AVANTE Bernardo Amorim participou de grande mobilização em Olho D’água do Borges.

“Sentimos mais uma vez a vontade do povo em votar em um representante da região Oeste, que está sempre presente pra cuidar da gente como médico e agora como futuro deputado estadual”, disseram eleitores.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

IBOPE: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

Ibope divulgou nesta terça-feira (18) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre domingo (16) e terça-feira (18).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.
Resultados
Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 19%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Marina Silva (Rede): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
João Amoêdo (Novo): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 14%
Não sabe/não respondeu: 7%
Sobre a pesquisa
A pesquisa Ibop foi contratada pela TV Globo e O Estado de S. Paulo. A coleta dos dados aconteceu entre os dias 16 e 18 de setembro com 2.506 eleitores em 177 municípios. Ela foi calculada com margem de erro 2% para mais ou para menos e com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09678/2018.

Sobre o Segundo Turno.

Segundo o Ibope, Jair Bolsonaro aparece empatado em diferentes cenários de segundo turno: com Fernando Haddad (ambos com 40%), Geraldo Alckmin (ambos com 38%) e Ciro Gomes (40% Ciro x 39% Bolsonaro).
No cenário com Marina Silva, o presidenciável do PSL vence com 41% a 36%.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Pesquisa SETA para o senado: Brancos, nulos e ninguém são 84%. 42% não souberam

Pesquisa divulgada pelo Instituto SETA aponta o seguinte resultado na soma total de votos para o senado se as eleições fossem hoje:

Styvenson Valentim 21% 
Zenaide Maia 15%,
Garibaldi Alves com 14%.
Geraldo Melo alcanço 10% e Antônio Jácome 5%. Alexandre Motta e Magnólia Figueiredo têm 2% cada.
Brancos, nulos e ninguém são 84% e 42% não souberam ou não quiseram responder.

Pesquisa SETA (Estimulada): Fátima 32%, Carlos 16% e Robinson 12%

Pesquisa divulgada pelo Instituto SETA aponta o seguinte resultado na soma total de votos para o governo do Estado se as eleições fossem hoje na ESTIMULADA:

Fátima Bezerra  32%
Carlos Eduardo Alves aparece com 16%
Robinson Faria com 12%.
Brenno Queiroga e Heró Bezerra 1%
Brancos, nulos e ninguém somaram 32% e 6% não souberam ou não quiseram responder.

Pesquisa SETA (ESPONTÂNEA): Fátima 18%, Carlos 10% e Robinson 5%

Pesquisa divulgada pelo Instituto SETA aponta o seguinte resultado na soma total de votos para o governo do Estado se as eleições fossem hoje na ESPONTÂNEA:

Fátima Bezerra 18% 
Carlos Eduardo Alves 10% 
Robinson Faria 5%
Outros candidatos marcaram juntos 2%.
Brancos, nulos e ninguém são 30% e 35% não souberam ou não quiseram responder.
A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas a regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

Pesquisa SETA: Gestão de Robinson é desaprovada por 76%

A administração do governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria é desaprovada por 76% dos eleitores, indica pesquisa do Instituto SETA publicada hoje (14).

Tem 15%  de aprovação
Já 9% não souberam ou não quiseram responder.

Pesquisa SETA: Robinson é o candidato ao governo mais rejeitado

O candidato a governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria é o mais rejeitado entre candidatos com 27% dos eleitores. Foi o que indicou pesquisa do Instituto SETA publicada hoje (14).

Depois vem:
Fátima Bezerra 8%
Carlos Eduardo 5%
Brancos, nulos e ninguém são 28% e 27% não souberam ou não quiseram responder.

Vacinação: campanha contra pólio e sarampo termina hoje

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo termina hoje (14) em todo o país. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, cerca de 800 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. Todas as crianças de 1 ano a menores de 5 anos devem se vacinar independentemente da situação vacinal.
Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% para sarampo e 95,44% para poliomielite. A maior preocupação do Ministério da Saúde é com a faixa de 1 ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%. No total, mais de 10 milhões de crianças foram vacinadas com mais de 22 milhões de doses. A média nacional de cobertura de vacinação em sarampo está em 94,7% e em poliomielite, 93,6%.

Patu Recebeu a Caravana do Coração Fátima Governadora 13

A Caravana do Coração com Fátima Bezerra, Antenor Roberto, Zenaide, Alexandre Motta, Caramuru Paiva e demais candidatos do PT esteve em Patu no último sábado (09/09) fazendo uma grande mobilização na cidade. A caravana de Fátima Governadora 13 passou pelas principais ruas e bairros da cidade fazendo um arrastão que vai mudar o nosso Rio Grande do Norte. Ao longo do percurso várias faixas foram fixadas em pontos estratégicos, com solicitações de ações, "políticas públicas" a serem desenvolvidas pelo governo Fátima. A caravana do Coração, Fátima 13, contou com a participação de várias lideranças da cidade de Patu, onde podemos destacar: Atimar Godeiro, Aluísio Dutra, Evandro Moura, Kaká de Bodinho, Marcondes do Sindicato, Ex-vereador Bodinho, Marília Gabriela, Isabela Clemente, Zilklênio Azevedo, Ricardo Veriano, Atson Suassuna, Dr Rodrigues "Kavéi", Djalma Carlos entre outras.
Defronte ao Campus Avançado de Patu, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, foi fixada uma faixa solicitando o fortalecimento da instituição, com mais apoio para a UERN. Fátima Bezerra viu a faixa e desceu do carro, pegou a faixa e saiu caminhando pela avenida, ao lado do povo, confirmando o seu apoio para a universidade do Estado que necessita de investimentos por parte do governo do estado para manter a sua política educacional de ensino superior, de formar, principalmente, estudantes carentes de toda região.







segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Na Pesquisa Consult Caramuru está entre os 8 Mais citados.

Nova pesquisa divulgada pelo o blog BG, o candidato a deputado federal Caramuru Paiva novamente surpreende com seu desempenho e fica entre os oitos principais intenções de votos no Rio Grande do Norte.
A campanha de Caramuru Paiva tem surpreendido dia a dia na medida em que representa o desejo e a agenda principalmente dos municípios do interior do estado. Dessa forma, as adesões tem crescido nas regiões como recentemente na Caravana do Coração do Oeste quando percorreram mais de 30 municípios na companhia da candidata a governadora Fátima Bezerra e o respalde da população foi muito favorável. O mesmo acontece no Seridó e outras partes do RN.
A futura governadora Fátima Bezerra em discurso no comício na cidade de Olho D’água dos Borges explicou alguns motivos que fazem a campanha de Caramuru está sempre crescendo. “Caramuru já fez muito pelo interior do estado quando serviu a população através dos governos do Presidente Lula e da presidenta Dilma e também ao meu lado contribuindo como assessor da minha equipe do mandato. Caramuru conhece muito o Rio Grande do Norte e a Vitória dele trará grandes conquistas para o nosso estado”, disse Fátima Bezerra.
A pesquisa foi realizada de 4 a 7 de setembro em todas as 12 regiões do Estado. Foram feitas 1.700 entrevistas com margem de erro de 2,3%. O protocolo de registro no TSE é o 08648/2018.
Fonte: Blogo do BG.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

A Cultura Brasileira de Luto

Triste realidade: A Memória do Brasil pegou fogo.

Uma parte da História do Brasil/
Virou cinzas, o fogo debelou/
É  muito triste ver essa situação/
Todo acervo num instante evaporou/
Veja aí o tratamento que era dado/
O orçamento ano a ano cai um bocado/
O Museu Nacional se acabou.

Autor: Aluísio Dutra de Oliveira.