quinta-feira, 31 de maio de 2018

Para quem defende a volta dos militares ao Poder.


Vá estudar para saber como foi esse período negro da história do Brasil.

Precisamos aperfeiçoar a democracia e não destruí-la.





Aposta única leva R$ 30 milhões da Mega-Sena

O concurso 2.045 da Mega-Sena, com prêmio previsto de R$ 30 milhões, foi sorteado na noite de hoje (30) em São Paulo. Uma aposta da cidade de Primeiro de Maio (PR) acertou sozinha os seis números. Confira as dezenas sorteadas: 15 – 25 – 27 – 45 – 46 – 50.

Setenta ganhadores acertaram a quina e cada um levará um prêmio de R$ 34.314,21. Quase 4 mil bilhetes acertaram quatro dezenas e levam um prêmio de R$ 875,13 cada.
O próximo concurso, que será sorteado no sábado (2), tem um prêmio acumulado estimado em R$ 3 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas lojas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país.

Hoje é feriado de Corpus Christi

Hoje é feriado de Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo). É um evento baseado em tradições católicas, realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes.

A procissão pelas vias públicas, quando é feita, atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (cân. 944) que determina ao Bispo diocesano que a providencie, onde for possível, “para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo.” É recomendado que nestas datas, a não ser por causa grave e urgente, não se ausente da diocese o Bispo (cân. 395).
A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao Século XIII. A Igreja Católica sentiu necessidade de realçar a presença real do “Cristo todo” no pão consagrado. A Festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV com a Bula ‘Transiturus’ de 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes.

O Papa Urbano IV foi o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège na Bélgica, que recebeu o segredo das visões da freira agostiniana, Juliana de Mont Cornillon que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.
Por solicitação do Papa Urbano IV, que na época governava a igreja, os objetos milagrosos foram para Orviedo em grande procissão, sendo recebidos solenemente por sua santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico. A 11 de agosto de 1264, o Papa lançou de Orviedo para o mundo católico através da bula Transiturus do Mundo o preceito de uma festa com extraordinária solenidade em honra do Corpo do Senhor.

FÁTIMA BEZERRA SOBRE PESQUISAS: "Vamos fazer o bom combate e vencer as eleições"

A senadora Fátima Bezerra, do PT, agradeceu aos potiguares por aparecer, mais uma vez, como líder da corrida pelo Governo do Estado neste ano. No levantamento feito pelo Agora RN/Instituto Seta, a petista ficou mais uma vez em primeiro lugar.
“É como eu venho dizendo: eu só tenho a agradecer ao povo do RN pela generosidade, confiança, pelas sucessivas demonstrações de apoio. São mais de três décadas aprendendo com esse povo que mais uma vez me coloca na preferência para governar o nosso estado. Eu entendo que pesquisa é um retrato do momento, e estamos apenas iniciando este desafio imenso. Mas esse incentivo, que nasceu do sentimento popular, me incentiva muito e me impulsiona a, com serenidade e humildade, fazer o bom combate e vencer”, afirmou ela.
Na pesquisa estimulada, quando os nomes dos possíveis candidatos são apresentados ao eleitor, Fátima Bezerra tem 29,3% das intenções de voto, seguida por Carlos Eduardo (12%) e Robinson Faria (8,4%).
Na sequência das citações, atrás de Fátima, Carlos Eduardo e Robinson, aparecem o deputado estadual Kelps Lima (SD), com 3,2%, que retirou recentemente sua pré-candidatura; o ex-governador Geraldo Melo (PSDB), com 2,6%; a vereadora de Grossos Clorisa Linhares (SD), com 1,4%; o general da reserva do Exército Girão Monteiro, com 1,1%; o professor Carlos Alberto Medeiros (PSOL), com 1,0%; o vice-governador Fábio Dantas (PSB), com 0,5%; e o professor Freitas Júnior (Rede), com 0,1% das intenções de votos.
Fonte: AgoraRN

POR FALAR EM PESQUISA: "Caramuru Paiva seria deputado federal eleito se as eleições fossem hoje"

Um dado interessante sobre a pesquisa divulgada na última segunda feira, chamou a atenção daqueles que acompanham o cenário político potiguar.
O pré-candidato pelo PT Caramurú Paiva, estaria eleito se as eleições fossem hoje. Caramuru dividi a oitava vaga com o já deputado federal Rafael Motta, empatado em todos os critério.
O pré-candidato que é apoiado aqui em Parelhas pelo ex-prefeito Francisco Medeiros, disse ao Blog que recebe com muita alegria o resultado dessa pesquisa que o coloca em ótima posição na corrida por uma das oito vagas para câmara federal.

Veja os dados da pesquisa:


Prefeito de Currais Novos reafirma apoio a Francisco Medeiros e Caramuru Paiva em plenária realizada na cidade

Aconteceu nesta segunda (28), na sede do SINTE de Currais Novos, a plenária seridoense das pré candidaturas de Caramuru Paiva para deputado federal e Francisco de Parelhas para deputado estadual. A atividade partidária foi organizada pelo PT local e contou com participações de lideranças petistas de outros municípios do Seridó. 
O evento debateu propostas para entrarem nas bandeiras de lutas das duas pré candidaturas com sugestões para o desenvolvimento de currais Currais Novos e o Seridó. As sugestões dos participantes ficaram em torno da pauta do desenvolvimento regional com ideias nas áreas da educação, saúde, ambiental e dinamização econômica. 
Entre as lideranças políticas presentes estava o Prefeito Odon Jr (Currais Novos), a vice prefeita Nazilda (Parelhas), vereador Frank (Parelhas), Marenilson (presidente do PT Currais Novos), Judson (suplente de vereador Currais Novos), vereadora Luiza Vieira, Messias (suplente de vereador de Parelhas), Ronaldo Mamulengueiro. Sansio (Presidente da União Estadual dos Estudantes), Lucas (do Movimento Fora da Ordem) e outras representações da política do seridó que afirmaram apoio as duas pré candidaturas. 
"Caramuru e Francisco tem capacidades comprovadas e já contribuíram muito com Currais Novos e o seridó através dos cargos que exerceram", afirmou Odon Jr, prefeito de Currais Novos. 

Fonte: Blog do Ivanildo Souza.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

"Danosse" Petrobras aumenta preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras voltou a aumentar o preço da gasolina, depois de cinco quedas consecutivas do valor do combustível. A partir desta quinta-feira, 31, o preço nas refinarias subirá 0,74% e passará a ser de R$ 1,9671 por litro.

Em maio, o preço do combustível nas refinarias da Petrobras acumula alta de 9,42%, já que em 28 de abril o litro custava R$ 1,7977.

Vacinação contra Influenza será prorrogada até o dia 15 de junho

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que iniciou em 23 de abril e estava prevista a encerrar no dia 01 de junho, será prorrogada até 15 de junho, em função da greve do transporte rodoviário.

O Ministério da Saúde informou ainda que a partir do dia 18 de junho, os municípios que ainda não atingiram a meta estabelecida (90%), deverão buscar estratégias para continuar vacinando os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades.

Governo do RN confirma ponto facultativo nesta sexta-feira (1º)

O governador Robinson Faria (PSD) informou por meio de sua conta oficial em uma rede social que vai decretar ponto facultativo para o serviço público estadual na próxima sexta-feira (1º).

Segundo a assessoria de imprensa do governo, o decreto deve ser publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (31), feriado de Corpus Christi em todo o país.

Barragens do RN chegam a 31,57% da capacidade após chuvas

O Relatório da Situação Volumétrica dos Principais Reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), nesta quarta-feira (30), indica que as reservas hídricas superficiais estaduais totais, ao final da quadra invernosa deste ano, chegaram a 31,57%, como estipulado pelo Igarn em estudo realizado em dezembro de 2017. No mesmo período de 2017, a porcentagem era de 17,61%.
Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) chegou ao final do inverno deste ano com 709.485.333 metros cúbicos, percentualmente, 29,56% do seu volume total. Em termos comparativos, no final da quadra invernosa de 2017 a ARG estava com 447,282 milhões de m³, ou 18,64% do seu volume total.
A Barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos, está com um aporte hídrico de 176,313 milhões de metros cúbicos, que representam 29,40% da sua capacidade total. Em 2017, no mesmo período, o manancial estava com 127,269 milhões m³, percentualmente, 21,22% da capacidade total do reservatório.
O açude Umari, em Upanema, com capacidade para 292,813 milhões de m³, está com 144,680 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 49,41% do volume total do manancial. Em 30 de maio do ano passado estava com 66,976 milhões de m³, percentualmente, 22,87% da capacidade total do reservatório.
Dos 47 reservatórios, com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, 8 reservatórios permanecem em volume morto, percentualmente 17% do mananciais potiguares. No mesmo período do ano passado, 14 mananciais estavam em volume morto, percentualmente, 29,78% dos reservatórios. Já os mananciais secos, atualmente, são dois, percentualmente, 4,1% dos açudes potiguares. No final de maio do ano passado os reservatórios secos eram 11, percentualmente, 23,40% dos mananciais.
Uma classificação de alerta está sendo utilizada para reservatórios que estão com aportes inferiores a 25% das suas capacidades, mas que estão acima do volume morto e possuem maiores vazões de água utilizadas, visando garantir a maior quantidade de águas nestes mananciais, pelo maior tempo permissível, são eles: Boqueirão de Angicos, que está com 2,289 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 14,29% de sua capacidade; Itans, em Caicó, com 7,325 milhões m³, ou 8,96% do total que consegue acumular; e Passagem das Traíras, com 2,545 milhões de m³, ou 5,12% da capacidade do reservatório.
Comparando as reservas superficiais totais, se este ano o Estado chega ao final da quadra invernosa com um aporte de 1.390.676.793m³, ou 31,57% do total de 4,404 bilhões de m³ que consegue acumular, no mesmo período de 2017, as reservas hídricas estaduais eram de 775.900.413m³, ou 17,61% da capacidade.
Ao todo, durante o inverno, oito reservatórios chegaram a atingir 100% da sua capacidade, foram eles: Riacho da Cruz II; Apanha Peixe e Santo Antônio de Caraúbas, ambos localizados em Caraúbas; Encanto; Brejo, localizado em Olho D’água dos Borges; Beldroega, em Paraú; Pataxó, em Ipanguaçu; e Mendubim, em Assú. O açude Apanha Peixe ainda permanece sangrando. Os reservatórios ainda secos são o açude Dourado, localizado em Currais Novos, e o Trairi, em Tangará.

Fonte: Blog do Robinson Pires.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

10 Anos de Romaria do Terço dos Homens

Ontem (27/05/2018) a Romaria do Terço dos Homens completou 10 anos de caminhada. O evento teve início a partir das 06 horas da manhã com a acolhida e concentração na praça José Pereira de Queiroz, mais conhecida com Praça da Povo. O Bispo da Diocese de Mossoró, Dom Mariano Manzana levou a sua mensagem e oração pelos 10 anos da romaria e depois  teve início a caminhada até o Santuário do Lima onde foi realizada missa e show católico com  participação do cantor Nilson Viana, que pertence ao terço dos homens da cidade de Mossoró e outros convidados e convidas.




LANÇAMENTO DA PRÉ-CANDIDATURA DE CARAMURU PAIVA FOI ACIMA DAS EXPECTATIVAS.


Uma grande surpresa. Assim define-se o evento de lançamento da pré-candidatura do engenheiro agrônomo Caramuru Paiva, ao cargo de deputado federal, ocorrida no último sábado (26/05), na cidade de Pau dos Ferros.
Inúmeras autoridades se fizeram presentes, sempre enaltecendo as qualidades de Caramuru e mostrando que o Oeste somente tem o que ganhar, abraçando o projeto no momento pleiteado, que é ter um nome da região, como postulante a ser a voz e a vez do homem oestano na câmara federal.
O deputado estadual Carlos Augusto Maia foi um dos que fizeram nítida explanação exaltando a figura de Caramuru Paiva, dizendo que estava impressionado com o amplo crescimento da candidatura a federal do engenheiro agrônomo e que seria de grande importância para o Oeste Potiguar e para todo o interior do Rio Grande do Norte, contar com a representatividade de um homem como Caramuru Paiva. Já o ex-prefeito de Parelhas e postulante a deputado estadual, Francisco do PT, disse que: "declaro aqui não só o meu apoio ao amigo Caramuru Paiva, como afirmo que farei o que for necessário, para fazer dele, o candidato a deputado federal mais votado do Seridó. É uma questão de honra para mim e para o grupo ao qual pertenço", finalizou Francisco de Parelhas.
Outras lideranças também renderam elogios ao cidadão que é Caramuru Paiva. Dentre estes, os vereadores da cidade de São Francisco do Oeste, Valdicélio Lobo e Preta, que asseguraram ser eleitores e trabalharem para o êxito da postulação de Caramuru Paiva para deputado federal. Uma liderança da cidade de Marcelino Vieira, também se fez representar e como os demais, engrandeceram o nome do pré-candidato, dizendo ser uma grande possibilidade de recuperar-se o crédito que a política atual perdeu junto ao povo brasileiro e em especial, o potiguar. Líderes estudantis, professores, sindicalistas rurais e urbanos, líderes religiosos e lideranças comunitárias, também prestigiaram o evento, mostrando-se inteiramente engajados na luta por fazer de Caramuru Paiva um dos deputados federais do RN em 7 de outubro. Caramuru Paiva disse ao blog, que estava surpreso com a aceitabilidade da plenária de pré-lançamento de sua candidatura e afirmou que a crença de amigos e lideranças de todas as categorias é o maior combustível para que permaneça na luta, acreditando sempre que seu êxito será um êxito de todos, em prol do Rio Grande do Norte e prioritariamente do oeste potiguar. "Nenhum valor quita a satisfação que sinto neste instante, ao ver tantas pessoas de compromisso e seriedade, reunidos em torno de um projeto como o nosso. Agradecer é pouco. A medida que cresce este projeto, em galgar uma cadeira na câmara federal, cresce minha responsabilidade de bem representar meus conterrâneos. Quero empenhar minha palavra que nosso mandato será partilhado com os anseios de todos aqueles que acreditam em uma nossa forma de legislar em prol de uma coletividade. E esse é o propósito nosso e de nossa amiga Fátima Bezerra. Agradeço, sem encontrar palavras para definir a gratidão que tenho com aqueles que depositam sua esperança e confiança em meu nome", finalizou Caramuru Paiva. Ao todo, 14 municípios se fizeram presentes ao lançamento da pré-candidatura de Caramuru Paiva, para a Câmara dos Deputados. O município de Patu levou o apoio ao pré-candidato Caramuru Paiva através do professor e vice diretor do Campus de Patu, prof. Aluísio Dutra de Oliveira e representantes do Fórum das Organizações Sociais de Patu, Marilha Gabriela e Isabela Clemente. 
 Aldacéia, Aluísio Dutra, Marilia, Isabela, Gilton e Flalbert. 
 Aluísio Dutra, Marilia, Isabela
 Berg, Marília, Aluísio Dutra, Isabela e José Antônio.
Marilia, Isabela, Caramuru e Aluísio Dutra

Fonte: RnPolíticaem Dia

História do Sub-Tenente José Emídio Sobrinho



José Emídio Sobrinho, nasceu em Araruna-PB em 22 de novembro de 1932, filho de Francisco Emídio da Silva e de Maria Emília da Silva. 
Casado com Tarcília Dantas da Silva (In memoriam) teve 11 (onze) filhos: Carlos Emídio Dantas, Cláudio Emídio Dantas, Claudemir Emídio Dantas, Claudismar Emídio Dantas, Claudembergh Emídio Dantas - Maria dos Navegantes Emídio Dantas, Maria de Fátima Emídio Dantas, Maria Norma Lúcia Dantas Emídio (In memoriam), Lúcia de Fátima Emídio Dantas, Ana Rosa Emídio Dantas e Clésia Maria Emídio Dantas.
Começou a sua carreira militar ainda muito jovem. O mesmo serviu ao Exército em Natal/RN por um período de 1 (um) ano, pois tinha muita vontade de servir a Polícia Militar. Prestou concurso para Soldado de Polícia do Rio Grande do Norte e foi um dos primeiros colocados naquela época. Daí então fez mais 2 (dois) concursos, o primeiro para Cabo e depois para Sargento, sendo aprovado nos mesmos.
Na década de sessenta chegou a ser Sub-Comandante de Polícia da cidade de Patu/RN, na época chamada de "cadeia pública". A delegacia era situada onde é hoje é a Biblioteca Pública Municipal - Edifício Castelo Branco. Como era um grande conhecedor da Língua Portuguesa, o "Sub-Emídio" como era mais conhecido, instaurava inquéritos policiais com a maior desenvoltura. Com um enriquecido currículo militar o mesmo foi delegado das principais cidades da Região  Agreste, do Alto e Médio Oeste Potiguar.
Após servir por quase trinta anos a carreira chegou ao cargo de Sub-Tenente e chegava também o final de uma gloriosa carreira militar. O Sub-tenente Emídio faleceu no dia 18 de abril de 1992.
O mesmo tinha um sonho de ingressar no curso de Direito, estudava na época pelo Instituto Padre Reus.
Cidades que o Sub-Ten. Emídio desempenhou suas funções militares.

* Almino Afonso-RN
* Angicos-RN
* Antônio Martins-RN
* Apodi-RN
* Caicó-RN
* Campo Grande-RN
* Caraúbas-RN
* Guamaré-RN
* Itaú-RN
* Janduís-RN
* Lajes-RN
* Lucrécia-RN
* Luis Gomes-RN
* Macau-RN
* Messias Targino-RN
* Monte Alegre-RN
* Mossoró-RN
* Natal-RN
* Olho D'água do Borges-RN
* Ouro Branco-RN
* Patu-RN
* São Gonçalo do Amarante-RN
* São João do Sabugi-RN
* Upanema-RN.

Fonte: Claudismar Emídio.
Blog Patu em Foco.

VISÃO GEOGRÁFICA DE HENRY KOSTER SOBRE MOSSORÓ EM 1810

Por José Romero Araújo Cardoso



          Henry Koster era filho de um comerciante inglês radicado em Lisboa (PT), tendo nascido na capital lusitana. Devido à saúde frágil, estabeleceu-se no ano de 1809 em Pernambuco, onde se tornou senhor de engenho em Itamaracá. Falava fluentemente o português, motivo pelo qual ficou conhecido entre os nativos por Henrique da Costa. Faleceu por volta de 1820 em Recife (PE).
          Em 1810 empreendeu viagem a cavalo, saindo de Recife em direção ao Ceará. A sete de dezembro, às dez horas da manhã, chegou ao pequeno arraial de Santa Luzia, o qual não passou despercebido à apurada visão do viajante inglês.
          Em 1816 Koster publicou em Londres livro que compila as observações feitas durante a fantástica viagem, com título de Travels in Brazil, em dois volumes. Em 1942 Câmara Cascudo traduziu, prefaciou e comentou a obra do viajante inglês, sendo publicada pela Editora Brasiliana, de São Paulo, dando-lhe o título de Viagens ao Nordeste do Brasil.
          Com relação a Mossoró, cujos registros Câmara Cascudo considerou o primeiro e melhor depoimento sociológico e etnográfico da região, Koster assinalou que na época constava duzentos ou trezentos habitantes, estando edificado em quadrângulo tendo uma igreja e pequenas casas baixas. O viajante inglês enfatizou ainda a dura labuta cotidiana dos sertanejos radicados no arraial de Santa Luzia do Mossoró, tendo que conviver com a ameaça de animais ferozes e com as secas.
          No arraial de Santa Luzia, Koster reencheu garrafas de bebidas e supriu-se de tijolos de rapaduras, demonstrando que o viajante inglês estava bem adaptado à cultura local. A rapadura, obtida com o beneficiamento da cana-de-açúcar em engenhos e moagens, tornou-se um dos símbolos do Nordeste Brasileiro.
          A igreja a qual Koster fez referência é a atual matriz de Santa Luzia, em cuja imediação é considerada por muitos como o marco zero do povoamento mossoroense.  Com relação ao citado templo católico, encontramos na Wikipédia que: A primeira edificação no local foi uma capela fundada oficialmente no dia 5 de agosto de 1772. Na ocasião, o sargento-mor da ribeira do Mossoró, Antônio de Souza Machado, e sua mulher, Rosa Fernandes, receberam autorização para construir uma capela na fazenda Santa Luzia, de sua propriedade. Em 13 de julho de 1801, Rosa Fernandes, já viúva, doou o patrimônio da Capela de Santa Luzia, onde já eram enterrados os mortos da cidade desde 1773. Em 1830  foi feita uma reforma na capela, que recebeu uma imagem de Santa Luzia de Mossoró, em madeira, esculpida em Portugal.
          Motivos históricos, como a fixação efetiva da população e a continuidade do povoamento, foram levados em conta para a fixação do marco zero ao lado da igreja matriz de Santa Luzia, pois há consenso entre àqueles que escreveram sobre Mossoró que a povoação tomou impulso histórico e geográfico a partir da construção do templo em devoção à santa italiana.
          Polêmicas, no entanto, são enfatizadas com relação ao início da colonização e do povoamento de Mossoró, pois há registros bem antes de 1772, com a presença dos Carmelitas no Rio do Carmo.
          Em Viagens ao Nordeste do Brasil, Koster não faz menção à existência da Missão Carmelita no rio do Carmo, talvez em razão de sua viagem não ter sido realizada contemplando efetivamente a área de fixação dos religiosos oriundos de Pernambuco, não obstante haver citação em Viagens ao Nordeste do Brasil que houve travessia do leito seco do Panema, em cujo curso encontrava-se a redução Carmelita de catequese.
          Em todo relato enfatizado por Koster, constata-se inexpressiva espacialização geográfica no arraial de Santa Luzi e em áreas adjacentes, pois avançando em direção ao Ceará, na localidade Tibau, destacou existir esparsas choupanas de pescadores e cinco ou seis casinhas de palha no povoado de Areias.
          A fim de dar sustentação à tese que defende o surgimento de Mossoró a partir da igreja de Santa Luzia, o escritor e historiador Geraldo Maia afirma que: O fato dos Carmelitas terem sido os primeiros habitantes da região não quer dizer que os mesmos foram os fundadores, nem tampouco que a mesma nasceu no Carmo. (...) Mossoró surgiu ao redor da Capela de Santa Luzia em 1772, erguida no pátio da fazenda do mesmo nome, nas margens do rio Mossoró, por isso ficou sendo arraial de Santa Luzia, sendo emancipada como Vila do Mossoró, em 15 de março de 1852 , através da lei número 246, e elevada ao predicamento de cidade em nove de novembro de 1870, através da Lei número 620 da mesma data, passando a ser Cidade de Mossoró como permanece até os dias atuais.
          O escritor e historiador Geraldo Maia defende que se os Carmelitas realmente tivessem tido a primazia de ter fomentado a efetiva colonização e povoamento de Mossoró, a Cidade teria tomado a denominação toponímica de Nossa Senhora do Carmo, Carmópolis ou denominações parecidas.
          Os escombros da antiga morada dos Carmelitas existem, visitei-os diversas vezes, motivado pelos relatos fabulosos de David Medeiros Leite, Gildosn Sousa Barreto e José Lima Dias Júnior em Os Carmelitas em Mossoró, opúsculo importantíssimo para a história local em razão que defende com plausíveis argumentos a instalação do verdadeiro marco zero do início da povoação na região do rio do Carmo.
          A presença Carmelita no Rio do Carmo é fato histórico inegável, datando do início do século XVIII, setenta anos antes da construção da igreja de Santa Luzia, motivo pelo qual não se pode desprezar a contribuição inequívoca que a ordem religiosa prestou para a História mossoroense, havendo necessidade de se repensar a importância de se colocar placa alusiva ao fato histórico referente ao início do povoamento também na área em que se fixou a missão religiosa na terra dos Monxorós, pois a existência de dois marcos zeros não é algo possível para a localização histórica referente ao início da colonização e povoamento de um lugar.

FONTES CONSULTADAS:

Catedral de Santa Luzia de Mossoró. Disponível em .<https://pt.wikipedia.org/wiki/Catedral_de_Santa_Luzia_de_Mossor%C3%B3>. Acesso em: 03 de junho de 2016.
DAVID MEDEIROS LEITE. Disponível em .< http://www2.uol.com.br/omossoroense/120504/entrevista.htm>. Acesso em: 09 de junho de 2016.
GASPAR, Lúcia. Henry Koster. Pesquisa Escolar Online. Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em .<http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar_en/index.php?option=com_content&id=1115>. Acesso em: 20 de julho de 2016.
LEITE, David Medeiros; BARRETO, Gildson Sousa; DIAS JÚNIOR, José Lima. Os Carmelitas em Mossoró. Mossoró: Fundação Vingt-un Rosado, 2002.
MAIA, Geraldo. Assim Nasceu Mossoró. Disponível em: .< http://blogdomendesemendes.blogspot.com.br/2011/11/assim-nasceu-mossoro.html >. Acesso em: 05 de junho de 2016.
_______________.  Henry Koster e Mossoró em 1810. Disponível em: .<http://www.caldeiraodochico.com.br/henry-koster-e-mossoro-em-1810/>. Acesso em: 08 de julho de 2016.
_______________. Seriam os Carmelitas os fundadores de Mossoró? Disponível em: .<http://www.blogdogemaia.com/geral.php?id=167>. Acesso em: 09 de julho de 2016.
KOSTER, Henry. Viagens ao Nordeste do Brasil. 12ª edição. Tradução, prefácio e comentários de Luís da Câmara Cascudo. Rio – São Paulo – Fortaleza: ABC Editora, 2003. V. 01.
___________. Viagens ao Nordeste do Brasil. 12ª edição. Tradução, prefácio e comentários de Luís da Câmara Cascudo. Rio – São Paulo – Fortaleza: ABC Editora, 2003. V. 02.
ROSADO, Vingt-un. Koster volta a Mossoró. Mossoró: Fundação Vingt-un Rosado, 1998 (Série C, Coleção Mossoroense, V. 990).
______________. Mossoró. Mossoró: Fundação Vingt-un Rosado, 2006 (Série C, Coleção Mossoroense, V. 1521).
                      


José Romero Araújo Cardoso. Geógrafo. Escritor. Professor-Adjunto do Departamento de Geografia (DGE) da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais (FAFIC) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Membro do ICOP (Instituto Cultural do Oeste Potiguar), SBEC (Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço) e da ASCRIM (Associação dos Escritores Mossoroenses). Diretor de Acervos da ASCRIM (Associação dos Escritores Mossoroenses) (Biênio 2017-2018).

FONTE: https://armymem.blogspot.com.br/2018/05/visao-geografica-de-henry-koster-sobre.html

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Mensagem de Caramuru Paiva


"A verdadeira mudança começa no interior de cada um e de cada uma".

É com este sentimento que desejamos partir de dentro do Rio Grande do Norte convidando o povo Oestano para o lançamento da pré candidatura de Federal de Caramuru Paiva que acontecerá neste sábado, as 17h, no salão de eventos do  Restaurante Barravento.

A materialidade da democracia e da Cidadania que precisamos resgatar no Brasil inicia no chão aonde cada um pisa e vive.

#oRNqueEuQueroTemCARAdePovo

História de Dona Carmelita Rocha.

Maria Carmelita Rocha, que nasceu em 09 de julho de 1913, na Fazenda São Miguel, na entrada da Serra das Três Cabeças em Caieira, hoje Almino Afonso-RN. Naquele tempo não dava para imaginar ela se formando professora, visto a dificuldade de chegar a um centro de formação. Seus pais logo entenderam que precisavam fazer o sacrifício de mandar a pequena Maria estudar em Mossoró. Lá viajou ela com sua avó mãe Guida, três dias a cavalo pernoitando em casas de conhecidos, onde alternavam os cavalos cansados. Não havia telefone, trem, carro ou ônibus. Seus pais João Morais e Sebastiana ficaram chorando sua ausência, aos quais poderia rever uma vez por ano, por ocasião das férias quando vinha no carro do tio comerciante Raimundo Leão, onde estava hospedada. Estudou e se formou no Colégio União Caixeiral Mossoró-RN. Carmelita Rocha iniciou a sua carreira docente no município de Almino Afonso em 1933. Seus alunos daquela época, a recordam como sendo a melhor das professoras, onde muitos deles são bem sucedidos por este Brasil afora, falam dela com admiração e amor. Seu esposo Oliveira Rocha dizia que foi a pessoa mais culta com quem já conviveu, onde a chamava de Enciclopédia. Dona Carmelita Rocha sempre foi de uma postura ímpar, nunca se ouviu falar que saiu de sua boca um palavrão ou uma ofensa a quem quer que seja.
No ano de 1935 veio lecionar em Patu, como primeira professora formada, no Grupo Escolar João Godeiro onde foi professora e diretora em vários mandatos. Ela também administrou uma creche “Casulo” em Patu durante muitos anos sempre com muito amor e dedicação.
No ano de 1935 Carmelita Rocha casou-se com Joaquim de Oliveira Rocha, que era viúvo de Dona Helena Fernandes com a qual teve quatro filhos: Hildo, Antônio, Francisco e Deusdeth Rocha, onde cuidou deles como se fossem seus. Ela mesma ainda teve onze filhos: Joaquim, Olimar, Otoni, Oliveth, Maria Lúcia, Maria da Salete, Maria Helena, João Bosco, Zilar, Pedro e Miriam Tereza. Seus ensinamentos sempre estavam voltados para o bem e para o saber. Cultura para ela era o bem maior, pois dizia que com cultura se consegue tudo. Ela sempre dizia que tinha que aprender de tudo, desde cozinhar, se apresentar em público com elegância, saber entrar e sair em qualquer lugar. Nunca deixou de ser a professora Carmelita Rocha, nunca sendo chamada de Dona Carmelita de Seu Oliveira Rocha, tendo assim a sua própria identidade. Irradiava sua luz diante de todos e nunca foi sombra. Certa ocasião em que foi entrevistada no Programa do Fantástico da Rede Globo de Televisão, quando o repórter lhe perguntou: “o que pensa uma mulher de um coronel do Nordeste ?” Ela respondeu: “Foi tudo muito bom, mas não gosto de ver ninguém ser subjugado a alguém”.
Por muitos anos foi a secretária da Associação do Apostolado da Oração. Redigia as atas das reuniões mensais, com muito esmero e letra bonita. Tenho certeza de que quem fez e faz o Apostolado da Oração, entre tantas, sua afilhada Nadir Godeiro, tem o maior carinho por ela. Sempre gostou de participar em tudo na igreja. Por isso ela e Oliveira Rocha doaram para a Igreja de Nossa Senhora das Dores, a casa em que nascemos e que hoje é o salão paroquial. Na sua velhice, mesmo não podendo frequentar a Matriz de Nossa Senhora das Dores ela sempre acompanhava as missas e programas religiosas transmitidos, na época, pela Rádio Serrana FM onde a mesma era ouvinte assídua.
Dona Carmelita Rocha na sua vida cotidiana usava um jeito especial de aconselhar os filhos, onde dizia: “se eu fosse você, faria assim...” Nesses conselhos transbordando de firmeza mais completa de amor, os filhos obedeciam e seguiam os seus conselhos. Ela também pronunciava importantes frases: “Cuidado com as pessoas que sempre lhe adulam. Elas são como sepulcros caiados, bonitas por fora, mas podres por dentro”. “Agente só conhece um amigo, quando come um saco de sal junto com ele”.
Dona Carmelita Rocha gostava muito de poesias, inclusive de decorar recitar algumas de có. Escrevia pequenos poemas, alguns dos mais especiais escritos após a morte do seu esposo Oliveira Rocha, em 09 de agosto de 1982 intitulado: “o poema daquele dia triste” e outro intitulado “tudo vazio, tudo triste”. Entre os seus escritos também se encontram crônicas, tudo reunido em um diário que ela dedicou-se a escrever durante alguns anos.
Durante a sua existência, principalmente na sua velhice, algumas pessoas cuidaram muito bem dela onde podemos citar: Dra. Fátima, Maria Dutra, Maria das Graças vulgo “Cacata” e Juarez Veras que por muito tempo foi seu motorista.
Dona Carmelita Rocha faleceu no dia 25 de abril de 2012 aos 98 anos de idade deixando um legado de amor, de educadora, alfabetizadora e grande admiradora da literatura que ficaram registrados na memória de muitos patuenses que foram seus alunos, colegas de trabalho, contemporâneos e admiradores de alguém que acreditava no potencial transformador da educação e fazia sua parte para que isso de fato acontecesse.
Hoje Dona Carmelita Rocha é imortal na APLA – Academia Patuense de Letras e Artes onde a mesma é patronesse da cadeira de número 03 ocupada pela acadêmica e professora da Escola Estadual João Godeiro, Mônica Alves Brasiliano.


Fonte:
Blog de Higor Godeiro.
Mirian Rocha,
Mônica Alves Brasiliano.
APLA – Academia Patuense de Letra e Artes.

Dona Carmelita Rocha em 2008 olhando a cheia do açude do Paulista

Dona Carmelita Rocha e sua filha Zilar Rocha

Serra de Três Cabeças - Almino Afonso RN- onde dona Carmelita Nasceu

Mônica Alves Brasiliano - Acadêmica da APLA - Academia Patuense de Letras e Artes - ocupa a cadeira de número de 3 que tem como patronesse Carmelita Rocha



Falta de combustível pode afetar abastecimento de caixas eletrônicos

O estoque de combustível dos fornecedores que atendem às transportadoras de valores duram até domingo (27), segundo a TecBan, empresa que administra a Rede Banco24Horas de caixas eletrônicos. Segundo a empresa, há risco de desabastecimento de caixas eletrônicos por causa da greve dos caminhoneiros se faltar combustível para os carros-fortes.

“O fechamento das estradas nos protestos tem menor impacto na circulação do dinheiro, pois os carros-fortes estão sendo autorizados pelos manifestantes a passar pelos pontos de bloqueio. O congestionamento, no entanto, pode prejudicar o abastecimento”, informou a Tecban, em nota.

Professores do Estado recebem reajuste salarial

O Diário Oficial do Estado trouxe, na edição de hoje (25), a publicação do reajuste dos salários dos professores e especialistas efetivos da educação. Sancionado pelo governador Robinson Faria, o reajuste foi de 6,81% para ativos e inativos com efeito financeiro a partir de janeiro. Um professor com licenciatura que está iniciando sua carreira no Estado, por exemplo, terá seu vencimento atualizado de R$ 2.414,30 para R$ 2.578,72, referente a uma jornada de 30 horas semanais.

Este é o quarto aumento concedido à categoria pela atual gestão. Somados, o Governo do RN já concedeu um reajuste de 38,82% (ver tabela abaixo). O professor, que estiver no último nível das progressões horizontais e verticais, receberá o salário de R$ 6.572,14.
O reajuste é válido para o servidor que desempenha atividades de docência ou de suporte pedagógico à docência (direção, coordenação, planejamento, administração, inspeção, supervisão e orientação) nas unidades escolares de Educação Básica e na Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), incluindo as Diretorias Regionais de Ensino e Cultura (Direc).

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Absurdo: Gasolina chega a R$ 7 em Recife

Os efeitos dos protestos contra a alta dos combustíveis se estendem por todo o Brasil chegou às bombas da capital pernambucana, nesta quarta-feira (23), quando o preço do litro da gasolina ultrapassou R$ 7 em um posto da Zona Oeste do Recife (PE).
O valor do litro da gasolina no Posto Petrovia, localizado na Rua João Ivo da Silva, no bairro da Madalena, custa R$ 6,99, mas chega a R$ 7,04, quando é pago no cartão de débito; e R$ 7,19, no crédito. No mesmo posto, o litro do etanou custa R$ 3,25 no cartão de débito.
Alguns recifenses desistiram de abastecer no posto, segundo a reportagem do FolhaPE, que registrou o momento em que o cantor Almir Rouche pagou R$ 50 por, aproximadamente, sete litros de gasolina.
Após a chegada dos repórteres pernambucanos, o posto chegou a ser fechado pelos frentistas. Mas logo foi reaberto, após a saída da equipe de reportagem.

A História do Atleta Armendes Cardoso

O atleta PM Francisco Armendes Cardoso é o orgulho de Patu pelas diversas conquistas alcançadas em provas de atletismo em vários estados do Brasil. Armendes Cardoso é natural de Caraúbas onde veio residir em Patu no ano de 1979, quando tinha apenas 04 anos de idade. Filho de agricultores, casal Sebastião Cardoso de Sousa e dona Severina Belina da Conceição. O PM Armendes Cardoso teve uma infância de dificuldades, porém digna, ingressou na Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 1997, como soldado, alguns anos depois após ser aprovado em concurso interno foi promovido a Cabo e atualmente é Segundo Sargento.
Armendes Cardoso só começou a competir oficialmente em 1999, aos 25 anos de idade, e logo foi ganhando notoriedade entre os atletas norte-rio-grandenses, chamando a atenção da equipe de atletismo da Polícia Militar, sendo convidado para fazer parte da equipe e assim representar a Polícia Militar e o Estado do Rio Grande do Norte nas provas de atletismo por todo o país.
Segundo Armendes, todas as conquistas foram importantes, mas ele considera a mais importante o primeiro lugar na maratona do Rio de Janeiro em 2004.
Ele participou de quatro corridas de São Silvestre, a mais importante corrida de rua do Brasil. A melhor marca alcançada na São Silvestre foi em 2001, quando ele chegou no 23º lugar geral entre os homens, sendo o atleta mais bem classificado do Estado do Rio Grande do Norte, o que lhe rendeu uma recepção de campeão em Patu, com direito a desfile em carro aberto e muitos fogos. A população de Patu deu um grande presente ao atleta, esperando o mesmo chegar na entrada da cidade, bairro da estação, onde uma grande carreata foi realizada na cidade percorrendo várias ruas e avenidas, como se ele tivesse vencido a prova.
Ao ser questionado sobre as principais conquistas, ele disse que além da Maratona do Rio de Janeiro em 2004, o 23º lugar na São Silvestre em 2001, ainda podia relacionar o 9º lugar na volta da Pampulha em 2002, o 1º lugar na corrida de Nova Friburgo no estado do Rio de Janeiro em 2006, o 10º lugar na corrida Sargento Gonzaguinha em São Paulo em 2002, que é uma prévia da São Silvestre e o 3º lugar na meia maratona de Fortaleza em 2003 além dos primeiros lugares nos anos de 2000, 2001 e 2006 na Corrida de Santana em Caícó-RN. Atleta da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o Sargento Armendes Cardoso tem enfrentado ao longo da carreira uma série de lesões que o impediram de participar de várias competições, além de ter que enfrentar tratamentos constantes, afastando-o dos treinos, condição fundamental para um bom desempenho nas competições. O atleta profissional só participa de uma competição quando sente que está em condições de competir. A vida de atleta não é fácil, os treinamentos são constantes e para isso tem que ter uma alimentação balanceada, de preferência com acompanhamento de um nutricionista. Fumar nem pensar, não pode ingerir bebida alcoólica, participar de festas e baladas e nem perder sono, tem que dormir cedo e acordar cedo para os treinos, que são feitos duas vezes ao dia, pela manhã e a tarde. Todos os horários são controlados e cronometrados.
Talvez por ter começado a competir somente aos 25 anos de idade, Armendes teve que enfrentar uma série de lesões. Ele agradece a Deus pela força de vontade e persistência para enfrentar as dificuldades, características dos atletas, bem como a Polícia Militar que o adotou como atleta da corporação, o salário recebido é que lhe dá condições de manter sua família e ajudar nas despesas para se manter afastado das corridas quando está lesionado.
O atleta Armendes Cardoso agradece a todos que colaboram direta ou indiretamente e aqueles que torceram e vibraram com suas conquistas.
A força, persistência e comprometimento do atleta Armendes Cardoso com o atletismo serve de exemplo para outros atletas de Patu que seguem a prática do atletismo, como Paulo Sérgio, Antônio Ferreira, Frank, Tito, Márcio LP e tantos outros que estão seguindo nessa área de esporte. Portanto essa é a história do maior atleta na área de atletismo que Patu adotou como seu filho, o PM Francisco Armendes Cardoso que escreve com caneta de ouro a sua trajetória na história do município de Patu.

Texto de Josemar Vieira.
Blog Patu News.
Atualização: Aluísio Dutra de Oliveira.

















terça-feira, 22 de maio de 2018

Lançamento da Pré-candidatura de Caramuru Paiva será neste sábado em Pau dos Ferros

"A verdadeira mudança começa no interior de cada um e de cada uma".
É com este sentimento que desejamos partir, de dentro do Rio Grande do Norte, convidando o povo oestano para o lançamento da pré-candidatura de Caramuru Paiva, a Deputado Federal, que acontecerá neste sábado, 26/05, a partir das 17h, no Restaurante Barravento.
A materialidade da Democracia e da Cidadania que precisamos resgatar no Brasil inicia no chão onde cada um pisa e vive.
#oRNqueEuQueroTemCARAdePovo