terça-feira, 9 de janeiro de 2018

História de Um Cego que Entregava Cartas em Patu

Na cidade de Patu um portador de necessidades visuais foi funcionário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - EBCT - e mesmo sendo cego entregava as correspondências nas residencias das pessoas e entidades comerciais.
Trata-se do senhor João Alves dos Santos, conhecido popularmente conhecido como  "João Cego". Ele nasceu em Patu no dia 06 de dezembro de 1913 e faleceu em 1997 aos 84 anos de idade.
 João Alves dos Santos  iniciou a profissão de carteiro nos Correios de Patu nos antos 70 onde já possuía certa deficiência visual que ao longo dos anos se agravou deixando o mesmo totalmente cego. Mesmo sem visão seu João Alves entregava diariamente as correspondências nas residências das pessoas  pois conhecia todas as ruas da cidade bem como seus moradores. Ele chegava na casa da pessoa e dizia: "aqui tem uma carta para você" então o dono procurava no pacote e retirava a sua correspondência e assim  era a sua rotina como carteiro na cidade. 
Seu João Alves quando ainda enxergava possuía a arte de pedreiro onde o mesmo foi o construtor da Igreja de Nossas Senhora das Graças e do mercado púbico da cidade de Messias Targino. Seu João Cego era o proprietário de várias residências na avenida Lauro Maia em Patu onde hoje  ficam localizados os estabelecimentos comerciais de Marcos de Zé de Alfredo e Oeste Honda de Zé Nílson da Rede Oeste.
João Cego foi casado com dona Maria Alves da Silva, onde tiveram dois filhos:  Francisco Alves dos Santos, que reside em Brasília e Luzia Alves dos Santos que reside em Patu.  Ele tem quatro netos,  Silvana, Luzinete, Cleiton e Ana Mirian.
A Câmara Municipal de Patu na legislatura (2013/2016) aprovou a proposição do vereador Rubinaldo Maia dando nome de uma rua no bairro onde fica o loteamento Lírios do Campo próximo ao Conjunto Cidade do Sol.
Portanto mais uma história de Patu que muitas pessoas não conheciam. A história de um Cego que foi carteiro.
Reportagem de Aluísio Dutra de Oliveira.
Fotos: Luzia Alves dos Santos. 
Colaborador: Audiro Souza.

 Filhos e Netos de João Alves dos Santos " João Cego"
Mercador Público de Messias construído por João Alves dos Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário