terça-feira, 7 de novembro de 2017

NO SERIDÓ UM SÍTIO ESCOLA ENSINA SOBRE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO


Um sítio localizado em pleno semiárido nordestino que está submetido a seis anos de seca é um canto aonde ninguém espera encontrar produção e verdura em pleno mês de outubro. Mas é exatamente isso que tem no sítio Garrotes, localizado na zona rural de Carnaúba dos Dantas/RN. Esse foi um local visitado pelo engenheiro Caramurú Paiva sob a companhia do vereador e ex secretário municipal de agricultura Fabiano Pacômio.
Na pequena propriedade é possível encontrar plantação de cardeiro, melancia jerimum, palma, umbuzeiros, tamarindo, fruteiras num diversificado quintal produtivo e hortaliças orgânicas aproveitando a umidade de uma barragem subterrânea. "É um verdadeiro sítio escola que ensina sobre as potencialidades do semiárido brasileiro", disse Caramurú Paiva.
A outra grata surpresa da propriedade rural está no fato do seu dono ser um professor de educação física chamado Martim Bernardes. Segundo ele a vida toda foi passada na cidade mas começou a tomar gosto pelo campo e pelas estratégias de convivência com o semiárido quando conheceu o trabalho da Articulação do Semiárido. "Vi umas ideias no Encontro Nacional da ASA e voltei com vontade de colocar em prática. Daí comprei este sítio e pretendo me aposentar em breve para vir morar e viver dessas riquezas que estamos implantando aqui", falou empolgado Martim.
Esta iniciativa é uma das tantas que estão se espalhando por todo semiárido brasileiro e começando a desmistificar a ideia de que esta região não é viável. Na verdade o que faltava e ainda falta é investimento em pesquisa e apoio as iniciativas dos muitos Martim que tem no semiárido brasileiro.








Nenhum comentário:

Postar um comentário