segunda-feira, 10 de julho de 2017

Jornalista afirma que Michel Temer recebe propina há muito tempo

Do Blog do Tio Colorau



Em artigo publicado esta semana no hebdomadário IstoÉ, o jornalista Sérgio Pardellas lembrou um caso que ele cobriu em 2000, quando trabalhava num jornal de Brasília, e que muito tem a ver com os dias atuais.

Tratava do divórcio litigioso entre Marcelo Azeredo, funcionário do Porto de Santos, e Érika Santos, estudante de psicologia. Ela cobrava uma pensão mensal de R$ 10 mil, apesar de o salário do ex-companheiro ser de R$ 5,8 mil.
Mas como assim? A resposta era o que havia de interessante no caso, e que, consequentemente, despertou o interesse da imprensa.
REVELAÇÃO DE EX – Érika juntou ao processo uma planilha onde mostrava que Azeredo, junto com outros dois comparsas, recebiam 25% de propina nos negócios feitos no terminal.
Um desses comparsas era – tantantantan – Michel Temer, na planilha identificado como “MT”. Só a empresa Rodrimar e Libra teria pago R$ 1,8 milhão ao trio, tendo cabido a Temer quase R$ 1 milhão apenas neste negócio.
INCOMPATÍVEL – Érika comprovou nos autos que, apesar do salário de R$ 5,8 mil, seu ex-companheiro tinha um Porsche Carrera, um Mercedes e um amplo apartamento em área nobre de São Paulo. E olhe que ele ficava com a menor parte do bolo. A maior fatia era pra Temer.

Texto: Erasmo Firmino (Tio Colorau).

Fonte: www.tiocolorau.com.br./ Via O Messiense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário