segunda-feira, 24 de julho de 2017

Falta de Segurança: Portalegre sofre com a falta de efetivo policial



O Município de Portalegre, localizado na região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte e na mesorregião serrana potiguar, possuía, de acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - IBGE no ano de 2016, uma população de 7.861 habitantes.
Segundo o mesmo Instituto, o Município tem uma área territorial de 110 km².
Situada numa aprazível serra, a cidade de Portalegre é destaque no interior do Estado por ser um dos pontos de visitação turística em terras potiguares.
Próxima à cidade-serra de Martins, Portalegre, de microclima serrano, registra temperaturas anuais muito abaixo da média daquelas registradas nas demais cidades localizadas no sertão potiguar.
Além disso, o Município tem belos cartões postais e muitos mirantes, hotéis e pousadas. A Bica do Pinga, na subida da serra, é apenas um dos pontos de visitação turística em Portalegre.
Em matéria de cultura, na zona rural de Portalegre encontra-se uma comunidade quilombola, que mantém seus costumes e tradições de forma genuína.
Apesar disso, o Município de Portalegre não recebe do Governo do Estado a atenção que merece, assim acontecendo em praticamente todas as áreas. Na segurança pública, então, a ausência do Estado é ainda mais grave.
É que, apesar de toda a infraestrutura de mirantes, hotéis e pousadas localizadas em Portalegre, e mesmo recebendo anualmente muitos turistas, o Município enfrenta a dura realidade da falta de segurança pública, que também é vivida em todo o Estado.
Prova disso é que no Município existe trabalhando diariamente apenas um policial militar.
O outro PM lotado no Destacamento Policial Militar de Portalegre é justamente o seu comandante, que tem funções administrativas mas que, até pouco tempo, também fazia o policiamento ostensivo juntamente com o único policial de serviço por dia. E esse quantitativo, de dois policiais militares em toda a área do Município, já era insuficiente.
Essa, infelizmente, é a realidade de dezenas de Municípios do interior do Rio Grande do Norte. Cita-se Portalegre nesse contexto porque se trata de uma cidade com enorme potencial turístico, que anualmente recebe muita gente vinda de fora.
Definitivamente, Robinson Faria concluirá a sua administração sem conseguir se tornar, de fato, o "governador da segurança", como assim alardeava em comícios por todo o Estado durante a campanha eleitoral em que se elegeu.
Fonte: O Messiense. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário