segunda-feira, 10 de abril de 2017

Cristãos-católicos refletem sobre os últimos dias de Jesus na terra

Semana Santa e Páscoa

Para a imensa comunidade de cristãos-católicos, o momento é de reflexão. Neste domingo, 9 de abril, teve início o período da Semana Santa, aberta oficialmente com a Procissão dos Ramos e com a Missa do Domingo de Ramos.

Neste primeiro ato - Procissão e Missa dos Ramos -, os católicos relembram a entrada de Jesus Cristo, montado num jumento, na cidade de Jerusalém, quando os judeus se preparavam para celebrar a Páscoa.

Por toda a semana, diversas celebrações acontecerão em todas as Igrejas católicas do Brasil e do mundo, até o próximo domingo, 16 de abril, quando se terá a celebração do Domingo da Páscoa.

Entenda o significado dos demais dias da Semana Santa

A segunda-feira da Semana Santa reflete o momento em que Jesus Cristo descansou na casa de uma família que lhe era muito estimada. Era a casa de Lázaro, a quem ele havia ressuscitado, e de Marta e Maria Madalena (João, 12, 1-11).

Na terça-feira santa se reflete sobre o dia em que Jesus Cristo anuncia a sua morte, causando grande sofrimento aos seus discípulos. Foi também o dia em que Jesus anunciou que sofreria a traição de um dos seus discípulos.

A quarta-feira santa é de fato o dia da traição de Judas a Jesus. O discípulo de Cristo aceita receber trinta moedas de prata como recompensa por sua traição (Mateus, 26, 14-25).

Na quinta-feira santa os cristãos-católicos revivem a última ceia de Jesus Cristo com seus apóstolos. Foi quando Jesus, num gesto de humildade, lavou os pés dos seus doze apóstolos. Nesse dia da semana que antecedia à Festa da Páscoa dos judeus, Jesus Cristo dirigiu-se ao Monte de Getsâmani, onde foi preso nos jardins por traição de Judas (João, 13, 1.-15).

A sexta-feira, também chamada de Sexta-feira da Paixão, relembra o dia em que o Filho de Deus foi julgado, condenado e levado ao Monte Calvário, com uma coroa de espinhos, para a crucificação, que ocorreu por volta das três horas da tarde. Seu corpo foi retirado e levado ao sepulcro.

Neste dia os fiéis cristãos-católicos praticam o jejum e abstinência da carne, em sinal de penitência pela morte de Jesus Cristo.

O Sábado de Aleluia é o dia em que Jesus ainda permanece no sepulcro. Os fiéis ainda estão no aguardo, na esperança da ressurreição de Cristo. Ao final do dia, inicia-se a Vigília Pascal.

O domingo é dia de festa. É o Domingo da Páscoa. É o dia, segundo a Bíblia Sagrada, em que Jesus Cristo se levanta do sepulcro e vence a morte. Para os cristãos-católicos, é o dia em que se celebra a vida, o amor e a misericórdia de Deus.
Fonte: O Messiense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário