domingo, 5 de março de 2017

Campanha da Fraternidade, da Igreja Católica, defende o respeito à natureza e à vida

Para os cristãos-católicos, o tempo litúrgico ora vivido é o da Quaresma, que antecede a Semana Santa.
É tempo de reflexão, de meditação e de oração, a exemplo que, segundo a Bíblia Sagrada, foi feito por Jesus Cristo durante os quarenta dias em que passou no deserto, até a sua entrada triunfal em Jerusalém no período em que os judeus se preparavam para a Festa da Páscoa, data esta (da entrada em Jerusalém) celebrada pelos católicos como Domingo de Ramos, que oficialmente abre a Semana Santa.
Paralelamente a isso, a Igreja Católica e Apostólica Romana no Brasil, através da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, lança todos os anos, há décadas, sempre após a Quarta-Feira de Cinzas, a Campanha da Fraternidade, destinada à discussão de temas relevantes para a sociedade nacional.
Em 2017, a Campanha da Fraternidade, oficialmente já lançada em todo o País, traz como tema "Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida", com o lema "Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15)".
Segundo a CNBB, o objetivo da Campanha da Fraternidade 2017 é dar ênfase à diversidade de cada bioma e promover relações respeitosas com a vida, o meio ambiente e a cultura dos povos que vivem nesses biomas.
Em tempos de total desrespeito à natureza e à vida humana, principalmente de povos que vivem em alguns biomas brasileiros, principalmente os indígenas, a Campanha da Fraternidade 2017 assume papel de importância enorme, por trazer à discussão essa problemática nacional que em regra não chama a atenção das autoridades públicas que deveriam se empenhar para resolvê-la.
Postado por Alcimar Antonio de Souza às 19:42 Nenhum comentário: 
Blog O Messiense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário