sábado, 13 de agosto de 2016

Em Montevidéu, Fátima diz que postura do governo interino enfraquece Mercosul

O Parlamento do Mercosul (Parlasul) se reuniu nesta sexta-feira (12) para a XL Sessão Ordinária em Montevidéu, Uruguai. Durante entrevista à TV Parlasul, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) comentou a posição do ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, de articulador para que a Vezenuela não assuma a presidência do bloco.

A senadora explicou que impedir que a Venezuela assuma a presidência do Mercosul viola o Tratado de Assunção (Art.12) e o Protocolo de Ouro Preto, que estabelecem a rotatividade na presidência a cada seis meses.
“Essa medida só faz agravar o problema e ainda por cima enfraquece o Mercosul, pois é pela via do diálogo que se deve buscar solucionar o impasse”, comentou, ao ressaltar que é “um desserviço ao Brasil e à América Latina essa posição do ministro biônico José Serra” e que traria prejuízos econômicos aos países envolvidos.
A senadora potiguar comentou ainda que espera que se consolide a proposta da mesa diretora do Parlasul de criar um “Grupo de Trabalho de Alto Nível” destinado a apontar alternativas concretas para superação do que chama “insustentável impasse político do Mercosul”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário