quinta-feira, 30 de junho de 2016

UERN dá subsídios para Projeto de Modernização da Gestão Pública do RN

Consultoria


Consultoria
O reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, esteve com consultoras do Instituto Publix, Carolina Siqueira, e Ana Carolina, em Natal. A visita teve como objetivo apresentar informações da UERN que serão utilizadas como subsídios na construção do projeto de Modernização da Gestão Pública do Rio Grande do Norte, realizado pela Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças – SEPLAN, dentro do Programa RN Sustentável, financiado pelo Banco Mundial.
O reitor falou sobre a formação profissional e o papel econômico e social que a Universidade exerce no Estado, principalmente, no interior. Ele apresentou números e explicou a política de austeridade que foi implantada pela atual gestão no enxugamento de despesas como aluguéis e outros gastos e na busca de alternativa extra-orçamentária para investimentos, citando as emendas parlamentares.
Na conversa com as consultoras, Pedro Fernandes também destacou que a UERN é a instituição no Estado que mantém os maiores Programas de Formação à Docência (PAFOR) e de Iniciação Científica (PIBID). E lembrou a relação do ensino superior na UERN com a educação básica.
Ao passar as informações para o Instituto Publix, o reitor deu esclarecimentos sobre a autonomia administrativa e didático-pedagógica da UERN, fazendo referência à importância dos conselhos da instituição. E completou afirmando que a Universidade soma conquistas significativas como a entrega do diploma no ato da colação de grau; reconhecimento dos cursos e elaboração do Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI) que é um instrumento de planejamento institucional para os próximos 10 anos. O documento foi elaborado pela comunidade acadêmica e sociedade potiguar.
Diante da exposição do reitor, a consultora Ana Carolina disse concordar que a UERN deve ter tratamento diferenciado no trabalho que está sendo feito pelo Instituto Publix para a elaboração do Plano de Modernização da Gestão Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário