sexta-feira, 24 de junho de 2016

Propaganda paga por pré-candidatos na Internet é proibida


A Justiça Eleitoral vai punir os pré-candidatos que utilizarem propaganda paga nas redes sociais para fazer campanha eleitoral. A utilização dessa ferramenta, segundo o coordenador do Ministério Público Eleitoral da Paraíba, João Bernardo, não será tolerada. “É ilícito eleitoral”, destacou.
A Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba (PRE-PB) orientou  os promotores eleitorais no estado a fiscalizar a propaganda patrocinada  na internet pelos pré-candidatos, e ajuizarem as ações eleitorais, nas zonas nos municípios, contra a conduta vedada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário