sábado, 2 de abril de 2016

Dilma decreta desapropriação de terras para reforma agrária e quilombolas



A presidenta Dilma Rousseff assinou, nesta sexta-feira, 1º, 25 decretos de desapropriação de imóveis rurais para reforma agrária e regularização de territórios quilombolas, no total de 56,5 mil hectares. Segundo Dilma, 21 decretos vão assegurar 35,5 mil hectares de terras para a reforma agrária em 14 estados.
Na cerimônia no Palácio no Planalto, também foram assinados quatro decretos de regularização de territórios quilombolas, atendendo a 799 famílias no Maranhão, Pará, Rio Grande do Norte e Sergipe, somando 21 mil hectares. 
Um hectare corresponde aproximadamente às medidas de um campo de futebol oficial. A solenidade contou com a participação de representantes de movimentos sociais e sindicais ligados ao campo e integrantes de comunidades quilombolas e do movimento negro que gritaram “Não vai ter golpe, vai ter luta” e “Viva a democracia”. 

Aqui no Rio Grande do Norte está na relação a área da comunidade quilombola de Macambira, em Serra de Santana, que beneficiará mais de 300 famílias em quase três mil hectares regularizadas. Segundo Caramuru Paiva do MDA também será beneficiada uma área de 1.600 hectares para 61 famílias do município de Assu, localizadas no território Assu - Mossoró.
O Dr. Rodrigues Filho "Kavei do Patu" teve uma contribuição muito significativa nesta luta da área quilombolas de Macambira em Serra de Santana através do seu trabalho como engenheiro do INCRA. Dr. Rodrigues que enfrentou muitas dificuldades pois ao acesso era muito difícil as regiões das serras, mas nem por isso houve desestímulo da equipe que continuou lutando para atingir a meta alcançada de regularização das terras do referido território quilombolas e agradeceu a Deus por mais um sonho realizado de uma comunidade quilombolas do Rio Grande do Norte, como por exemplo a comunidade Quilombolas do Jatobá que contou com a sua luta cotidiana em prol daquela comunidade negra patuense.  
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário