segunda-feira, 7 de março de 2016

Cartas Pós- modernas - Crackolândia



Crackolândia da Estação da Luz- Centro de São Paulo/SP/ Brasil/América Latina

Nu caos urbano. Metropolização. Busca frenética por lapsos de completude. Efemerismo. Psicoativismo. Pó, não! Crack. Fumo. Trânsito. Consumo. Lixo.

   Moradores de rua. Gravidez adolescente. HIV-DST/AIDS. Marginália. Lumpenização. Farrapos. Barracos. Criminalidade. Prostituição. Celulares. Motocicletas. Furtos. Roubos. Sacolão. Camelôs. Desemprego. Analfabetismo. A Rede Globo desenha com  imagens sensacionalistas e textos energúmenos o cenário do terror paulistano abrindo  caminhos para a  Solução neoliberal (PSDB): Repressão policial.

Repressão policial é a solução do PSDB para problemas sociais
 
O governo tirano de Geraldo Alckmin (PSDB) massacrou a população miserável do centro da capital paulista, com sua metodologia da bordoada, escolhendo os usuários de drogas psicoativas da crackolândia, como suas principais vítimas, até o prefeito Fernando Hadad (PT) implantar o programa De Braços Abertos, em janeiro de 2014.

Logomarca do Programa De Braços Abertos, apresentado em seminário internacional.
 

O cenário que parecia caoticamente indefinível e irresoluto foi ressignificado por políticas compensatórias do governo petista do prefeito Fernando Hadad, bacharel em direto pela Universidade de São Paulo (USP), especializado em direito civil, mestre em economia, doutor em filosofia e professor de teoria política contemporânea.

Prefeito de são Paulo/SP Fernando Hadad(PT)
Programa De Braços Abertos, uma política de oportunidades.


Programa De Braços Abertos, interdisciplinaridade.


 24 mil atendimentos realizados, desde a criação do programa. Redução de danos no consumo de drogas psicoativas e comportamentos sexuais de risco para DSTs/HIV-AIDS. Emprego temporário na zeladoria pública. Hospedagem. Revitalização da rede hoteleira de pequeno porte do centro da cidade. Acessibilidade às politicas públicas.

Nova crackolândia

Os usuários/as do Programa De Braços Abertos iniciam um caminho de reabilitação psicossocial.

¨Dinheiro suado é diferente¨
 

A rede Globo não mostra. A revista Veja não ver: O PT acabou com a crackolândia.

Usuários/as do Programa de Braços Abertos

Nenhum comentário:

Postar um comentário