segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Pesquisa revela que extrato de planta nordestina ajuda no combate ao Aedes


A nova arma contra o Aedes aegypti pode estar nas plantas da caatinga. Um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI) estuda o uso de duas espécies vegetais encontradas no Nordeste brasileiro para a eliminação de larvas do mosquito transmissor da dengue e dos vírus zika e chikungunya.
Testes preliminares feitos com óleos extraídos da umburana e da cutia mostram que os componentes dessas árvores são capazes de eliminar 50% das larvas do Aedes nos seus criadouros, antes mesmo de ele completar seu desenvolvimento e representar uma ameaça real à saúde humana. Os especialistas planejam realizar novos experimentos para compreender melhor a ação do biopesticida sobre o inseto e encontrar formas de aumentar a eficiência do composto.
Fonte: Blog do Robson Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário