quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Cartas pós-modernas A Humanidade

Cartas pós-modernas



 

Somos seres andróginos.
 

Crescemos sob a liderança do macho alpha. Tornamos violentos e intolerantes.

                  Vivemos em belas gaiolas feitas com a madeira das últimas sequoias milenares que arrancamos do planeta Terra, aquecendo-o.
 
                 Recusamo-nos a acreditar que causamos terremotos, maremotos, assopramos tufões, exterminamos furões, irrompemos vulcões causamos enchentes e secas.
 
                    Acreditamos em Zeus. Tememos a deus. Confiamos em dinheiro, amamos sexo. Não conseguimos manter contatos extraterrestres.
 
                    Somos herbívoros, mas comemos animais. Temos câncer. Somos sofredores, desejantes, sonhamos contemplados com a loteria da babilônia. Para assim, podermos viajar a Marte e conhecer um antigo lavrador que nos ensinará a ter tudo do bom e do melhor. Falamos demais. Escutamos pouco. Uns têm. Outros sobrevivem. Antecipamos nossa finitude.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário