sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Após seca severa, chuvas matam animais e devastam rebanhos no PI


animaisPIA tão sonhada chuva que os sertanejos do município de Dom Inocêncio, a 615 km de Teresina, esperavam chegou causando devastação nos rebanhos de vários criadores da zona rural. Debilitados com a seca severa que vinha castigando a região, os animais não resistiram às fortes chuvas e à mudança repentina de temperatura.
Na semana passada, entre a quinta-feira (7) e a sexta-feira (8), choveu mais de 100 milímetros no município e as mortes de ovinos, caprinos e até bovinos começaram a ser contabilizadas pelos criadores. Alguns chegaram a perder centenas de animais e os relatos são de desolação e prejuízos. Dom Inocêncio possui um dos maiores rebanhos de caprinos do Piauí, segundo o IBGE.
O agricultor Benivaldo Pereira Costa, da comunidade Caititu, a 17 km de zona urbana, perdeu 50 ovelhas após as chuvas. Segundo ele, o prejuízo médio com as mortes no rebanho gira em torno de R$ 6 mil. Em entrevista ao G1, o criador descreveu os momentos de angústia ao ver os animais agonizando no dia seguinte às chuvas.
“Só no meu rebanho morreram 50, no do meu vizinho morreu mais de 100 e a gente só escuta a notícia de que na roça de fulano morreu 30, 40, 60. Os bichinhos estavam fracos e não aguentaram. Aqui em casa a gente quase se acaba de pegar os bichinhos e colocar dentro de casa para tentar salvar. Botamos o que coube, mas não deu”, relatou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário