sábado, 14 de novembro de 2015

Especial!!


Geraldinho

    Cantor Brasileiro na Europa

Geraldinho Carvalho em Brasilia/DF

                     De 14 a 21 de novembro de 2015. O cantor potiguar Geraldinho Carvalho estará em Zurique, na Suíça, centro-europeu, participando do Evento: A Água, a Imigração e os Direitos Humanos.
Cartaz Evento na Suíça
                   Natural de Angicos, no Sertão central do Rio Grande do Norte, desde 2009, Geraldinho Carvalho está radicado em Brasília, capital federal do Brasil, onde desenvolve o projeto cultural Música na Árvore, produzido por Andre Trintade e desenvolvido juntamente com outros artistas como o mineiro Mário Noya.
Cartaz Música na Árvore
                   O sucesso da iniciativa proporcionou visibilidade, sendo contemplado com financiamento para apresentação nesse importante evento cultural do cenário mundial. Artista versátil e engajado, consta nos relatórios da Fundação Norteriograndense de pesquisa e Cultura (FUNPEC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) que Geraldinho Carvalho foi um dos únicos músicos brasileiros a compor uma equipe técnica de elaboração de laudos de cessação de periculosidade, quando trabalhou em Natal como arte terapeuta do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico do Rio Grande do Norte. Ainda no campo da psicologia jurídica, juntamente com a advogada Luciana Oliveira, com o padre Sabino, com o médico psiquiatra e pesquisador social Epitácio Andrade, além do diretor Igor Pípolo,  Geraldinho Carvalho participou ativamente da criação da biblioteca da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na grande Natal, instalada com palestra proferida pelo criminólogo alemão Sebastian Sheerer.
Epitácio Andrade, Sebastian Sheerer e Igor Pípolo
                  A convite do folclorista João de Artur, esteve em Patu, no médio-oeste potiguar, em Caiçara do Norte, no litoral norte  e várias cidades da Paraíba e do Rio Grande do Norte, lançando o seu CD autoral Manhecença e desenvolvendo ações sociopolíticoculturais em defesa da radiocomunicação comunitária e da luta antimanicomial.
Geraldinho e Epitácio Andrade, em Patu

Nenhum comentário:

Postar um comentário