segunda-feira, 29 de junho de 2015

Raul Seixas: o mito faz 70 anos e permanece vivo, 25 anos após a morte


Se ainda estivesse vivo, o cantor e compositor Raul Seixas (1945-1989) estaria completando neste 28 de junho 70 anos de idade e entrando assim numa etapa da vida em que já encontram – ou estão em vias de ingressar – vários contemporâneos seus, igualmente ídolos da música popular brasileira.
Como nos versos de um de seus primeiros sucessos, poderia continuar sendo “uma metamorfose ambulante”, sem ter “aquela velha opinião formada sobre tudo”. Ou então, contradizendo o que pregava para si mesmo na letra de outra canção, Ouro de Tolo, estar sentado “no trono de um apartamento, com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar”.
Morto prematuramente há quase 26 anos, Raul Seixas é um mito que permanece vivo e que a cada dia conquista novos fãs. É um ícone do rock brasileiro, que sucessivas gerações cultuam de forma espontânea, sem nenhuma estratégia de marketing neste sentido, como é comum nas últimas décadas com diversos ídolos do cenário pop mundial.
“Eu não tenho medo de morrer. Tenho medo de que me esqueçam”, disse Raul em uma das inúmeras fitas que deixou em seu famoso baú. Como acontece com muitos artistas, Raul Seixas tinha medo de ser esquecido e preocupado com a posteridade cultivava o curioso hábito de se autoentrevistar, gravando essas entrevistas em fitas de rolo ou cassete.

Audiência Pública Nesta Quarta Feira (01/07) em Pau dos Ferros vai Debate sobre a UERN

Nesta quarta feira (01/07) será realizada uma audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores da cidade de Pau dos Feros para discutir sobre a situação da UERN que se encontra em greve há 30 dias. Esta será a terceira audiência pública que será realizada para debater a UERN e encontrar possíveis saídas para este impasse que está acontecendo entre os sindicatos (ADUERN, SINTAUERN) e o governo do Estado. A audiência pública está marcada para as 10 horas da manhã e contará com a participação de professores, funcionários, alunos, sociedade civil da região e pessoas convidadas para debater sobre a UERN. A partir das 8h, docentes, técnicos e estudantes realizam um grande ato público em defesa da universidade, que vai reunir representantes de diversos sindicatos e entidades da sociedade civil organizada. A atividade acontece em frente a Casa Municipal de Cultura da cidade.


  

Reitoria e Governo alinham proposta para atender reivindicação de servidores

Campanha Salarial


Campanha Salarial
Até a próxima terça-feira, a Associação dos Docentes e Sindicato dos Técnicos Administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande Norte (UERN) deverão receber a proposta salarial do governo negociada pela Reitoria, nesta quinta-feira. Como foi anunciado pelo reitor Pedro Fernandes, na audiência pública promovida pela Câmara Municipal, uma nova rodada de negociação aconteceu no início da noite de ontem e a expectativa é de que até essa data as duas categorias em greve possam analisar a proposta.
Na reunião com a secretária-chefe de Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, e o secretário de Planejamento, Orçamento e Finanças do Estado, Gustavo Nogueira, Pedro Fernandes apresentou propostas para o fim do impasse. As novas planilhas foram discutidas detalhadamente e, mais uma vez, o reitor insistiu que o enxugamento das despesas feito pela gestão comporta a reposição salarial, sem necessidade de suplementação orçamentária.
A política de austeridade da UERN foi reconhecida pelo Governo e também pelo Ministério Público (MP). Na audiência, que contou com a presença da senadora Fátima Bezerra; deputado Fernando Mineiro e Sindicatos da UERN, o Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis, elogiou a Universidade pela eficiência da gestão e disse que se outros órgãos seguissem o modelo da instituição, eles contribuiriam significativamente para que o Governo saisse do limite legal da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que impede recomposição de salários dos servidores públicos.
Antes da reunião com os secretários de Estado, o reitor Pedro Fernandes, acompanhado da Pró-Reitora de Planejamento da UERN, Fátima Raquel Rosado de Morais, foi recebido pelo governador em exercício, Fábio Dantas.

sábado, 27 de junho de 2015

Dilma assina decretos de regularização de terras quilombolas e beneficia 2,3 mil famílias


Publicado dia 22/06/2015 


Foto: Roberto Stuckert

Para garantir a posse da terra a famílias quilombolas, a presidenta Dilma Rousseff assinou, nesta segunda-feira (22), dez decretos de desapropriação de terras para regularização de territórios quilombolas. A medida, que beneficia 2 352 famílias, foi tomada durante a cerimônia de lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2015-2016, no Palácio do Planalto.

Segundo a presidenta, essa decisão faz justiça a essa população, com quem o País tem uma dívida histórica. “É muito importante uma agricultura familiar e uma política comprometida em garantir a igualdade de tratamento aos vários segmentos que fazem a diversidade dos nossos agricultores familiares. Nós hoje demos ênfase aos decretos de regularização de terras quilombolas, que garantirão a essas populações, além de direitos, a base para seu trabalho”, disse.

Ela lembrou que, no século passado, entre a população recenseada, mesmo que muitos escravos não tenham sido computados, a grande maioria da população que integrava o povo brasileiro era de escravos. E que foram alguns escravos fugidos que criaram os quilombos. “Nada mais justo que nós, hoje, assinemos o decreto de regularização de suas terras”, enfatizou.

Diversidade e promoção da igualdade
A agricultura familiar é também diversidade e promoção da igualdade, acrescentou o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. Ele apontou algumas medidas importantes para incentivar o desenvolvimento econômico de povos e comunidades tradicionais, além da regularização fundiária de territórios quilombolas.

Entre elas está o apoio à comercialização para as famílias extrativistas por meio do Programa de Garantia de Preços Mínimos da Sociobiodiversidade e do programa Ecoforte Extrativismo, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Fundação Banco do Brasil. O governo também ofertará assistência técnica específica para 33.400 famílias, incluindo os próprios quilombolas, além de indígenas, pescadores artesanais e extrativistas.

Mulheres
Dilma Rousseff e Patrus Ananias destacaram que o governo vai aprofundar a capacitação de mulheres, buscando a igualdade de gênero, direitos e oportunidades, para o acesso ao crédito. “Nós vamos continuar apoiando as mulheres. Aliás, acho que as mulheres agricultoras familiares têm papel essencial na agroindústria”, disse a presidenta, afirmando que o governo vai garantir que 50% do público atendido pela assistência técnica e extensão rural públicas seja de mulheres agricultoras.

Também será assegurada a destinação de 30% dos recursos de assistência técnica, mais de R$ 100 milhões, a atividades específicas para a promoção econômica das mulheres. O governo ainda ampliará o número de mulheres beneficiadas pelo Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural, que tem sido o primeiro passo da inclusão produtiva de muitas mulheres. Por meio desse programa, 100 mil mulheres vão receber 250 mil novos documentos, como carteira de trabalho, identidade e inclusão no Cadastro Único do Governo Federal.

Plano Safra destinará R$ 28,9 bilhões de crédito para a agricultura familiar

Publicado dia 22/06/2015 



A agricultura familiar contará com R$ 28,9 bilhões de crédito para operações de custeio e investimento no ano safra 2015-2016. Os recursos do Pronaf, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, representam aumento de 20% sobre o valor destinado ao setor na safra passada. 

Os recursos do Plano Safra da Agricultura Familiar foram anunciados há pouco pelo ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, na presença da presidenta Dilma Rousseff, em cerimônia que acontece neste momento no Palácio do Planalto. 

As taxas de juros do Pronaf continuam negativas, variando de 2% a 5,5%, dependendo da região e do valor financiado. Para agricultores familiares da região do Semiárido estão garantidas condições diferenciadas, com índices entre 2% e 4,5%. Taxas menores foram mantidas para os segmentos de baixa renda. 

Além do maior volume de recursos destinado à agricultura familiar nos 20 anos do Pronaf, o Plano Safra prevê a criação de dois programas e uma série de medidas para regulamentar a agroindústria familiar e de pequeno porte, expandir os mercados de compras públicas e ampliar a assistência técnica com foco na produção sustentável e especial atenção à região semiárida. 

Destacam-se ações de apoio a empreendimentos econômicos de mulheres, de simplificação do acesso ao crédito para jovens, de garantia de preço mínimo para produtos extrativistas e regularização de territórios quilombolas. 

O Seguro da Agricultura Familiar (Seaf), que completa 10 anos, oferece como novidade uma bonificação para aqueles agricultores que tiverem menores perdas. E os agricultores atendidos pelo crédito fundiário terão acesso ao Programa Minha Casa, Minha Vida Rural. 

A seguir, confira os destaques do Plano Safra: 

Regulamentação da Agroindústria Familiar – O Plano Safra institui novas regras e procedimentos adequados às agroindústrias familiares, e critérios específicos para cada uma das cadeias produtivas com qualidade assegurada. 

O objetivo é garantir maior competitividade à produção familiar, por exemplo, simplificando o registro dos empreendimentos e adequando exigências sanitárias, de infraestrutura e transporte à realidade da agroindústria de pequeno porte. O primeiro segmento a ganhar novos parâmetros será o produtor de bebidas, como vinhos, sucos e cachaças. 

Ampliação do mercado – O Plano Safra da Agricultura Familiar traz como uma das novidades a definição do percentual mínimo de 30% para a compra de alimentos produzidos por agricultores familiares pela administração pública federal. As primeiras compras confirmadas serão de café orgânico pelo MDA e de alimentos variados pelas Forças Armadas, em parceria com o Ministério da Defesa. 

Está previsto para este ano-safra também R$ 1,6 bilhão para compras de alimentos da agricultura familiar por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). 

Foco na sustentabilidade – As ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do MDA terão ênfase na produção sustentável, com base agroecológica. Estão previstos investimentos de R$ 236 milhões para 230 mil famílias de agricultores, inclusive para elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR), procedimento obrigatório a todos os agricultores até maio de 2016. 

Apoio ao Cooperativismo – O novo Programa Nacional de Fortalecimento do Cooperativismo e Associativismo Solidário da Agricultura Familiar (Cooperaf) prevê a oferta de assistência técnica para aperfeiçoamento da gestão de 1 mil cooperativas. Garante também apoio à comercialização e financiamento da produção por meio de linhas de crédito do Pronaf Indústria e Cota-Parte. 

As cooperativas da reforma agrária ainda terão incentivos para aumentar o valor agregado dos produtos por meio do Terra Forte, programa destinado a promover a agroindustrialização de assentamentos da reforma agrária em todo o país. 

Convivência com o Semiárido – Para a região do Semiárido, onde vive um de cada três agricultores familiares do país, o Garantia-Safra será destinado a 1,35 milhão de camponeses, com benefício de R$ 850,00, mesmo valor da safra passada. 

A assistência técnica está garantida para 160 mil famílias que vivem no semiárido brasileiro e a taxa de juros aplicada sobre o microcrédito rural será de 0,5%. 

Mudança no Seaf – Em sua 10ª edição, o Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) oferece cobertura de 80% da receita bruta esperada e bonificação para o agricultor que sofrer menos perdas. Entre as condições do Seaf, há também limite de cobertura da renda líquida de até R$ 20 mil e prêmio de 3%. 

Sementes e Mudas – Está garantida assistência técnica para a produção de sementes e mudas e no semiárido será formado o Banco Comunitário de Sementes e Mudas que vai facilitar o acesso e a produção de espécies adaptadas às condições climáticas da região. 

Números da Agricultura Familiar – No Brasil existem 4,3 milhões de estabelecimentos da agricultura familiar, representando 84% do total de unidades. A agricultura familiar produz a maior parte dos alimentos consumidos pelos brasileiros: 70% do feijão, 83% da mandioca, 69% das hortaliças, 58% do leite e 51% das aves. E ainda responde por 74% da mão de obra no campo. 

Os agricultores familiares contribuem com 33% do valor bruto da produção agropecuária, de acordo com o último censo agropecuário.

Ascom/MDA
Fonte: incra.gov.br

Curtas do Blog

FIOS: O Fórum das Organizações Sociais de Patu elegeu nesta sexta feira (26/06) sua nova coordenação. Coordenadora: Marília Gabriela (Comunidade Rajada), Vice-coordenador: Expedito Alves "Dito" (Comunidade Periquito), Primeira Secretária: Emanuela Cândida (Comunidade Gameleira), Segunda Secretária: Kaká de Bondinho, Primeira Tesoureira: Roziene Gomes, Segundo Tesoureiro: Manoel Oliveira (Comunidade Divisa). 
FIOS 2: O mandato da nova coordenação do Fórum das Organizações Sociais de Patu vai até junho de 2017.
CONQUISTAS: Quatro comunidades rurais de Patu estão em processo de instalação de mini-adutoras, são elas: Comunidade Gameleira, Saco, Patu de Fora e Oiticica. Os moradores receberão água em suas próprias residências através de canalização.
CONQUISTAS 2: Quatro comunidades rurais de Patu já possuem mini-adutoras com água encanada nas suas residências: Rajada, Várzea da Jurema, Quilombolas do Jatobá e Morada Nova.
7º PATU DANÇÁ: Continua a programação do 7º Arraiá Patu Dançá onde todas as noites são realizadas eventos juninos nas escolas e outras instituições. Quem desejar se deliciar com comidas típicas como: Mugunzá, Canjica, Pamonha, Bolos, etc, com certeza, encontra todas as noites onde o arraiá está sendo realizado. 
7º PATU DANÇÁ 2: O Arraiá Patu Dançá já se tornou tradição na cidade sendo uma festa bastante democrática pois circula em toda a cidade. Fico observando a alegria, principalmente das crianças, quando o arraiá chega em seu bairro. Claro que ao longo dos anos essa festa junina deve ser aprimorada, sofrer algumas alterações para não ficar na mesmice, bem como ser ampliada para atender a zona rural. É o que se espera.
COMANDO: Deixou a 2º Cia de Polícia a Capitã Miriam Suassuna. Está assumindo o Capitão Aderlan. Seja bem vindo. 
COMANDO 2: Comentários da cidade dão conta que a mudança de comando na 2ª Cia de Polícia teve motivações políticas. Se realmente houve só podemos dizer que é vergonhoso a classe politica da cidade se meter onde não deve. Se algo vai bem ou mal no comando da Cia, o máximo que o politico deve fazer é denunciar ou elogiar e apoiar, se for o caso,  e não interferir em nomeações.
OUTRO ABSURDO: Você sabia que os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado, ou seja, pessoas ilibadas que analisam, aprovam ou rejeitam as contas de Prefeituras, Câmaras, Assembleia Legislativa, Governo do Estado e órgãos da administração pública, são indicados pelos próprios políticos? 
ABSURDO 2: Vejam só alguns membros do TCE RN quem são: Paulo Roberto Alves (Irmão de Garibaldi Filho), Tarcísio Costa (Irmão do deputado Vivaldo Costa), Renato Dias (Irmão do Deputado Álvaro Dias), Gilberto Jales (indicação de Rosalba Ciarline). É como diz o ditado,  "raposas tomando conta do galinheiro".
CORRIDA PARA 2016: Já estamos vendo que a corrida para ocupar a cadeira de prefeito ou prefeita de Patu em 2016 já começou. Já tem postulantes que não perdem um evento de jeito nenhum na cidade e outros visitando as residências tomando aquele cafezinho. rs rs!
CORRIDA PARA 2016 - 2: Nos bastidores da política de Patu muitos já sabem que o presidente do PT de Patu, Atimar Godeiro, não será mais candidato a prefeito em virtude de problemas de ordem pessoal. Realmente uma pena pois seria a melhor alternativa para o nosso município.
CORRIDA PARA 2016 - 3: O vice-presidente do PT de Patu, Prof. Aluísio Dutra de Oliveira, defende que o PT de Patu mantenha a postulação de disputar a prefeitura de Patu em 2016. Precisamos de mais opções para a população poder escolher. Ficar na gangorra de sempre não é salutar. 
CORRIDA 2016 -4: No mês de setembro em Patu acontecerá a filiação do nosso amigo e companheiro, Dr. Rodrigues Filho, "Cavéi" ao PT onde o mesmo será postulante a uma cadeira na Câmara de Vereadores.
CORRIDA 2016 - 5: Há conversas nos bastidores da política patuense que o ex-prefeito de Patu Dr. Ednardo Moura já declarou o seu apoio ao secretário de Finanças, Rivelino Câmara. Se for verdade o doutor mudou muito sua postura porque ele sempre dizia que o grupo é quem decidia, “vamos mandar fazer uma pesquisa e quem tiver melhor será o candidato do grupo”, essa era a conversa do dele, pois é as coisas mudam.
CORRIDA PARA 2016 - 6: Bom, quem escuta as conversas de politica na cidade já ouviu um comentário dizendo que quando chegar na hora da onça beber água o Dr. Ednardo vai dar uma rasteira em Rivelino e apoiar um candidato Moura. Tudo é possível porque já vimos na política de Patu muitos saírem candidatos e na hora ser outro.
CORRIDA PARA 2016 7: Há quem diga também que o próprio Dr. Ednardo será o candidato pois já estaria livre dos processos contra o mesmo. 
CORRIDA PARA 2016 - 8: Pelo lado de Popó os nomes cotados para prefeito em 2016 são seus dois filhos, Thiago e Thácio, mas há conversas que Kaká de Bodinho também poderá sair candidata a prefeita. Vamos aguardar.
CORRIDA PARA 2016 - 9: Com relação a corrida para o legislativo, o comentário dos analistas políticos de plantão é que a renovação da câmara será mais de 50%, onde três ou quatro manterão suas cadeiras. A conferir.               
COMISSÕES: O vereador Thácio Queiroga está indignado porque a Câmara Municipal de Patu não está cumprindo as normas da casa legislativa, principalmente no tocante a análise dos projetos pelas comissões temáticas. Pois é, as comissões são importantíssimas pois evita que projetos sejam votados no escuro, sem saber o que está votando. 
ANIVERSÁRIO: Neste sábado (27/06) será realizado no Clube Paraíso, Patu de Fora, o Arraiá do Doutor que vai comemorar o aniversário do ex-prefeito Ednardo Moura. Parabéns ao aniversariante. 
CONFERÊNCIA: Será realizada na próxima terça-feira (30/06) a Conferência Municipal de Saúde. A programação acontecerá a partir das 08:00 h no Auditório do Campus Avançado de Patu.
VISITA: Quem esteve visitando o Campus Avançado de Patu foi o deputado estadual Carlos Augusto Maia. Ele prometeu destinar emendas no orçamento do estado para serem utilizadas na infraestrutura do Campus. Valeu Parabéns!!
LOMBADAS: Apelamos para o poder público municipal no sentido de pintar as lombadas existentes em nossa cidade. Com o asfalto escuro não dar para ver se existem lombadas, principalmente a noite.
PÓRTICO: Está sendo construído um pórtico na entrada de Patu onde será homenageado o Cangaceiro Jesuíno Brilhante. A ideia seria ótima se o pórtico fosse construído na saída para Catolé do Rocha, pois ficaria perto onde Jesuíno  Brilhante se escondia na casa de Pedra no sítio Cajueiro. 
PÓRTICO 2: Esse pórtico que está sendo construído deveria ser em homenagem ao Santuário do Lima nosso maior cartão-postal. Lá fora as  pessoas conhecem Patu por causa do Santuário do Lima. Em todo caso parabéns pela iniciativa, Patu já merecia seu pórtico.
ESPORTE: Foi inciada a reforma do Módulo Esportivo onde o campo de futebol será revitalizado. 
ESPORTE 2: Espera-se que, com a reforma do módulo e do estádio de futebol um projeto sério de esporte seja implantado pois no momento a prática esportiva esta quase morta.
ESPORTE 3: Quem ainda estava promovendo alguma atividade esportiva na área de futebol era Nenen do Jocap mas o mesmo não teve nem o direito de  fazer a final do torneio porque a direção da AABB não cedeu o local que há cinco anos ele fazia as atividades esportivas. Coisas de Patu!!!     

Proposta do Governo aos Grevistas da UERN deve ser apresentada até terça

Até a próxima terça-feira, a Associação dos Docentes e Sindicato dos Técnicos Administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande Norte (UERN) deverão receber a proposta salarial do governo negociada pela Reitoria, nesta quinta-feira. Como foi anunciado pelo reitor Pedro Fernandes, na audiência pública promovida pela Câmara Municipal, uma nova rodada de negociação aconteceu no início da noite de ontem e a expectativa é de que até essa data as duas categorias em greve possam analisar a proposta.

terça-feira, 23 de junho de 2015

Viva São João!!!!


Que noite tão colorida 
É noite de são João
No terreiro tem fogueira
No céu estrela e balão
Os velhos fazem prece
A as moças adivinhação

E no salão também tem forró
E os casais dançando
Molhadinhos de suor
E ouve o chão conversando com o sapato
E também o sanfoneiro cochichando com os baixo

Chap, chap, chap
Chinela no chão
Chap, chap, chap
Bota lenha na fogueira
Chap, chap, chap
Requebrando no salão
Chap, chap, chap
É forró a noite inteira.
Música: Chap Chap "Trio Nordestino"

Previsão de chuvas para esta semana no RN


A previsão para a semana junina é de chuva no Rio Grande do Norte. De acordo com a Gerência de meteorologia da EMPARN, para esta semana é esperado que a mudança na condição do vento, principalmente na direção, possa favorecer as ocorrências de chuvas sobre o Estado.
São esperadas boas chuvas paras os setores Leste e Agreste, com valores variando entre 40 e 100mm, além da ocorrência de alguma chuva no interior, mesmo que de intensidade fraca. 

Grevistas da UERN retomam audiência com o governo hoje

Os segmentos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) estiveram reunidos ontem com o governador Robinson Faria, a senadora Fátima Bezerra e o líder do Governo na Assembleia, Fernando Mineiro. O encontro teve como objetivo solucionar a greve de quase um mês, que paralisou as atividades da instituição de ensino.

De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da UERN (Aduern), Valdomiro Morais, a audiência foi muito positiva, e deve ser retomada a partir das 9h de hoje, na sede do Ministério Público. O encontro contará com a presença de membros do MP, que também se colocaram à disposição para mediar o impasse.

Avanço na negociação salarial entre o Governo e a UERN

Consenso


Consenso
Pela primeira vez, as negociações entre o Governo, Reitoria e representantes dos servidores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) deram significativos sinais de avanço. A possibilidade de entendimento para o fim do impasse que provocou greve das duas categorias aconteceu nesta segunda-feira, 22, em uma audiência do governador Robinson Faria com o reitor Pedro Fernandes e representantes da Associação dos Docentes (ADUERN) e Sindicato dos Técnicos Administrativos (SINTAUERN).
O reitor Pedro Fernandes voltou a mostrar planilhas, comprovando que, com a política de austeridade adotada pela UERN, a recomposição salarial de 12,035% não impactará na folha de pessoal. "A reposição poderá ser feita dentro do orçamento aprovado para a Universidade sem necessidade de suplementação", voltou a argumentar o reitor, recordando que o índice mantém a média dos últimos dez anos.
"Gostei da fala do reitor", expressou o presidente da ADUERN, Valdomiro Morais, considerando que os números apresentados facilitam a negociação com o Governo. Para o sindicalista, o atendimento das reivindicações salariais está parecendo bem mais próximo de se tornar real. Esse também é o entendimento da presidente do SINTAUERN, Rita de Cássia Negreiros, e de outros servidores que participaram da reunião representando o comando de greve.
Já a senadora Fátima Bezerra disse que devem ser esgotadas todas as possibilidades de negociação para acabar a paralisação dos professores e técnicos da UERN. "Estamos rumo a uma solução para as justas reivindicações dos servidores", acredita. A manutenção do diálogo também é defendida pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, Fernando Mineiro. Segundo o parlamentar, a condução tranquila das negociações resultará em acordo entre o governo e a UERN.
O governador Robinson Faria avaliou a reunião como "cooperativa e produtiva". Para ele, houve avanço no diálogo e o interesse para a solução do impasse foi manifestado por todos os participantes. A secretária-Chefe de Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, também participou das negociações que devem resultar em consenso.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Participe do 7º Arraiá Patu Dançá


Pronera levando educação no campo a 880 municípios brasileiros

O Instituto Nacional de Colonização (Incra), em parceria com o Instituto de Pesquisas Aplicadas (Ipea), lançam na próxima quinta-feira (17) a Segunda Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária – II Pnera, que apresenta os números referentes à presença e dimensão do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). A pesquisa apresenta os dados referentes ao período de 1998, quando o Programa foi criado, a 2015, sendo o mesmo dividido em dois projetos: o primeiro apresentando o levantamento de 1998-2011, quando foram estudadas a ações quantitativas, trazendo a marca de 320 cursos distribuídos em 880, beneficiando 164.894 educando oriundo dos assentamentos de reforma agrária federal.
O segundo projeto da pesquisa traz dados qualitativos avaliando o impacto dos cursos nas comunidades e regiões contemplados, com está metodologia pôde-se observar a abrangência e eficácia do Pronera no aumento da qualidade de vida do púbico assentado, que está sendo sistematizado para ser entregue ainda este ano. 
Este trabalho é fruto de uma parceria ampla que envolve Incra, Ipea, e Catédra Unesco de Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial da Universidade Estadual Paulista (Unesp), responsável pela coordenação nacional do projeto, que contou com a participação de 120 pesquisadores, que avaliaram 157 cursos de Eja Fundamental; 99 de ensino médio; e 54 de ensino superior.
Metodologia
A pesquisa foi realizada em quatro etapas: 1. Preparatória, quando foram realizados os primeiros levantamentos junto as Superintendências Regionais sobre os números de cursos e beneficiários promovidos pelo Pronera; 2. Pesquisa-teste,quando os pesquisadores selecionaram alguns cursos as informações nos banco de dados, visando averiguar a eficiência dos procedimentos; 3. Levantamento e lançamento dos dados, após ajustados e definidos os procedimentos o banco de dados foi alimentado; e 4. Revisão final e sistematização dos dados, que ocorreu após os pesquisadores terem inseridos todos os dados conseguidos no sistema. A partir do qual permite a constante atualização dos números.
Dados da pesquisa
A pesquisa identificou que dos 157 cursos de Eja, 91 foram de alfabetização, atendendo a 47.867 alunos; 46 para os anos iniciais de escolaridade, com 24.963 beneficiários; para os anos finais foram 30 cursos, com 2,450 concluintes.
Para os cursos de nível médio foram: 29 de magistério normal, com 1.689 alunos; 05 de nível médio normal, com 121 alunos; 29 de médio/técnico concomitante, 992 beneficiários; 22 nível médio/técnico integrado, 1.414 educandos; e 14 médio profissional (pós-médio), com 684 concluintes.
Os cursos de graduação foram 42, respondendo por 2.188 alunos; seis de especialização, com 261 beneficiários; e seis turmas de residência agrária, com 266 concluintes.


_______________________________________________
Comunidade.Natal mailing list
Comunidade.Natal@lists.incra.gov.br
http://lists.incra.gov.br/cgi-bin/mailman/listinfo/comunidade.natal 

A greve na Uern será tema de uma audiência publica na Assembleia Legislativa do RN, em Natal, no dia 16 de Junho (terça-feira) às 14h30. Diante da importância do espaço, o comando de greve reforça o convite para que todos os docentes se façam presentes na oportunidade. 

O comando disponibilizará  transporte e alimentação,  a fim de potencializar a participação do maior número de pessoas possível.

Para participar basta informar seus dados à secretaria da ADUERN até a manhã da segunda-feira (15), para que possamos organizar os contatos e articular o transporte. O ônibus sairá com destino a Natal na terça-feira,às 6h da manhã. 

-- 
Jornalista

Cláudio Palheta Jr.
(84) 96147935
(84) 88703982 (preferencial) 

sexta-feira, 12 de junho de 2015

A Igreja Batista Emanuel em Almino Afonso-RN, esta semana ganhou templo próprio, que foi construído em apenas 5 dias

O templo da Igreja Evangélica Batista Amanuel, de Almino Afonso, foi 151º a ser construído no Brasil pelo projeto Missões Pioneiras, uma parceria das Igrejas Batista norte-americanas e a brasileiras, no entanto, o primeiro de madeira prensada, uma espécie de MDF de fibras com produto especial, que o torna resistente a água e insetos, tipo cupins e outros, na realidade uma experiência para saber o custo benefício, e se vale a pena ou não construir outros desta natureza, uma vez que, os demais foram construídos com blocos. 
Missões Pioneiras é uma iniciativa do casal, Pastor Tony Gray e Karen Gray, que estão no Brasil há 33 anos, juntamente com o Pastor Marcos Ferreira; para participar do projeto, a igreja local tem que ter terreno próprio e mais de 50 membros. Além da construção do templo na cidade, a comitiva realiza o lado social com distribuição de óculos de grau para leituras, trabalho com crianças e evangelismo, tudo bancado pelo projeto.
A construção do templo de Almino Afonso teve início no último domingo (07), e nesta quinta-feira (11) já estava pronto, sua inauguração será hoje sexta-feira (12) às 19:00 h com um culto de ação de graças aberto ao público, Av. Anfrízio Belo, ao lado da FM Educativa, Conj. Maroca Carlos (IPE).
O projeto Missões Pioneiras dispõe de várias equipes, o que eles chamam de time, a vinda para Almino Afonso, é composta por dois pedreiros oficiais do estado do Espírito Santo, os demais normalmente são contratados no estado ou na cidade onde vai ser executada a obra, 12 voluntários norte-americanos, da cidade de Medina Tennessee e 5 tradutores, sendo 2 de Minas Gerais, 2 do Rio Grande do Norte e uma do Espírito Santo, a Valéria, a qual nos passou as informações.
Simpáticos, durante esse período de 5 dias, toda a comitiva foi uma atração na cidade, a onde na oportunidade estiveram na FM Educativa, concedeu entrevista no programa Sintonia da Cidade, com Rhita Dhanttas, na Câmara Municipal, Prefeitura, escolas estaduais e municipais da cidade.

FM Educativa
Por Jean Garotinho
 Parte Interna da Igreja
 Boas vindas aos missionários na cidade de Almino Afonso
Em Patu os missionários prestigiaram a sorveteria Mariah Milk do amigo Paulo Godeiro

Professores da UERN rejeitam proposta do Governo do Estado e greve está mantida


DSC_0140
Reunidos em assembleia extraordinária na manhã de hoje, docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) debateram acerca da proposta feita pelo Governo do Estado na última segunda-feira, em audiência em Natal.  Por ampla maioria, os docentes deliberaram pela rejeição da proposição e continuidade da greve geral.
O Governador Robinson Faria defendeu na audiência que fossem formadas quatro comissões conjuntas com segmentos da universidade e do Governo, a fim de discutir saídas para a paralisação. Na visão dos grevistas, a sugestão é insatisfatória e não toca na pauta de reivindicações das categorias.
“A Assembleia foi coerente em não acatar a proposta do Governo, uma vez de que desde o início consideramos que ela foi evasiva e não apresentou em nenhum aspecto uma real solução para a greve dos docentes” afirmou a Secretária Adjunta da Associação dos Docentes da Uern, Rosimeiry Florêncio
Os professores também discutiram a participação da categoria em uma audiência pública, na Assembleia Legislativa (AL/RN) na próxima terça-feira (16), que apresentará a situação da universidade estadual e pensará saídas para a paralisação. Os docentes definiram que na oportunidade realizarão um ato público, a partir das 11h, em frente a AL, expondo para a população a pauta de reivindicação dos grevistas.

Festival Gastronômico de Martins (RN) já tem data marcada

comida boaEste ano vai acontecer o Festival Gastronômico da cidade de Martins na região do Oeste do Estado. A data já está marcada e os recursos assegurados. Será na primeira semana no mês de agosto.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Ministro Patrus Ananias participa em João Pessoa de Fórum sobre Agricultura Familiar do Nordeste


Da Redação
Ministro Patrus Ananias participa em JP de Fórum sobre Agricultura FamiliarFoto: Divulgação/Google
O ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, participou na manhã da última segunda-feira (1°) do Fórum dos Secretários de Estado da Agricultura Familiar do Nordeste, no Salão Nobre do Palácio da Redenção, em João Pessoa. Na ocasião, houve assinatura de convênios e do projeto Sementes do Estado da Paraíba.
O evento foi realizado pelo Governo Estadual, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (Seafds). O ministro Patrus Ananias lembrou que em 15 de junho a presidente Dilma Rousseff vai anunciar o Plano Safra da Agricultura Familiar 2015-2016.
Segundo Patrus, o fórum é importante porque a chefe de estado analisará os números e valores considerando a realidade da agricultura familiar. "Ela deixou claro que vai trabalhar sob a perspectiva do desenvolvimento e da expansão da agricultura familiar", disse.
O Fórum contou com o apoio do Programa Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e Programa .
Fonte: http://www.clickpb.com.br/

Crônicas de Márcio de Lima Dantas

Carta Apócrifa de Francisco Solano de Moura a seus familiares

Região Amazônica, 1896.
Caros familiares,
Escrevo-lhes esta simples carta para dar minhas notícias e relatar um pouco o meu árduo percurso desde minha partida, naquela fria madrugada, aí de casa. Esta é minha segunda viagem aqui para a Amazônia. Permaneci alguns dias em Fortaleza, aguardando o navio. Como sabem, passei antes em Mossoró, para ver meu irmão José Leão, que caridosamente me deu 5 mil réis, dinheiro que somou com o que eu trazia a importância de 7 mil réis. Muitos me perguntaram se eu não tinha medo de vir aqui sozinho para esse fim de mundo. Primeiramente, vou logo querendo saber onde é mesmo o começo do mundo, pois que ninguém sabe direito os aceiros do seu próprio destino, ninguém entende o que é começo nem fim. De certeza, o que temos, é apenas a morte. A terra não é redonda? Depois, digo assim: medo de quê? Em todo canto não tem gente? E gente não é igual em todo lugar? O mundo é um só, o povo é que faz a besteira. Quem sabe um dia virá alguém para dizer que o sertão é o mundo, cheio de veredas. Tenho cá comigo que as pessoas sabem mais do que elas dizem ou têm consciência. Cavilação talvez seja a coisa que Deus distribuiu com mais generosidade para tudo o que é vivente na face da terra. Nunca vi bicho tão sonso quanto esse animal-gente.
Vim aqui atrás de fortuna. Nunca neguei e não nego a seu ninguém, pois nesse mundo de meu Deus, só vale quem tem. Um homem não se firma pelo que ele é, mas por aquilo que tenha e que possa vir a servir a algum interesse do outro. Essa é a lei da vida. Desconheço outra. A realidade de todos os sertões não passa disso que vou apontar agora: que o interesse pessoal é o que mobiliza as ações humanas. Cada um paga sua alta conta à vida. Quero dizer que ninguém tem nada a ver com a vida de ninguém, pois na vida não se compra fiado, nem em grandes partidas. Tudo é tico, a vista e caro. No máximo, o que o povo faz é trocar alguma espécie de interesse. Quem já viu se fazer nada de graça! Da outra vez que eu vim, há um ano atrás, consegui juntar 800 mil réis, dinheiro suficiente para arremedear mais ou menos minha família, já que deu para construir nossa casa no Sitio Recreio, acomodando toda minha enorme prole.
Mais tomar conhecimento do novo também faz parte da vida. Eu sei que no começo amedronta. Com o tempo a gente se acostuma e até gosta de coisas de gentes diferentes, com seus costumes e feitios. As coisas novas que se nos achegam, levam a abrir rachaduras nas lajes da nossa cabeça, obriga a pensar no que nunca havíamos tido tino nenhum, por isso que eu digo que é bom. Ficar parado defronte a espelhos nunca levou ninguém a ascender espiritualmente. Se fosse assim, Deus teria feito todas as gentes, assim como os bichos, tudo igual. Mais não foi não. Cada verônica imprime um semblante diferente, cada um vinca o rosto de acordo com sua experiência de mundo. Tudo indica que nunca será diferente, pois quando constato diferença, encontro a hipocrisia estampada nas pestanas e nos vincos da boca.
E fiquem bem cientes de uma coisa: nunca passou qualidade nenhuma de arrependimento por minha cabeça. Sei muito bem o preço que estou pagando por essa empreitada que me bota na solidão e me atira num esquisito estado no qual encontro-me face a mim mesmo. Acontece que o homem, o indivíduo , se acostuma até com a morte, mas com a solidão, não. A natureza humana não é mutável, pelo menos nesses negócios quando diz respeito à solidão. Para completar, ela é teimosa. De toda maneira, acho bom logo acostumar-se com o fato de sermos mesmos uns enjeitados, que só podemos contar com nós mesmos, que a solidão é como um lajedo no qual estamos sentados. Sendo assim, é melhor ir logo habituando-se, tentando ficar o menos desconfortável possível. Bem assim, sofre-se menos.
Agora eu queria falar das coisas que tenho visto aqui por essas terras de um despótico e verde.
Fico, às vezes, pensando o que passaria pela cabeça de minha querida filha Luzia, se ela visse tudo isso que agora estou contemplando. Luzia com sua delicada paciência. Luzia que ainda aos 48 anos quis casar vestida de noiva, com um cunhado viúvo, pai de seis filhos. Luzia e seu medo de ficar sozinha, que gerou uma paciência infinita para conviver com cabeças tão diferentes, assomando numa família de forte tradição católica e extremamente conservadora. Sorte dela que adotou uma sobrinha órfã e que já demonstra ter boa índole. Tenho um palpite que aquela minha neta, Ana, cuidará bem da minha filha quando a velhice chegar com seus fardos pesados de enfermidades e desesperanças.
Aí quando bate a saudade, fico fantasiando que um dia completarei cem anos, junto da minha mulher, Maria Francelina de Moura, com quem casei, aos 19 anos,no feliz dia de 22 de outubro de 1885, concebendo nove filhos, e com a qual, com a graça do Sagrado Coração de Jesus, associação a que pertenço, desejaria festejar nossos 75 anos de vida matrimonial. E se isso tudo acontecer de verdade, baterei um retrato, ladeado por todos aqueles que amei e que me amaram, servindo de exemplo à posteridade, pela minha perseverança e vontade de vencer as vicissitudes dessa vida cangaceira, desse destino não escolhido por nós mesmos e que somos obrigados a cumprir, feito penitente, balbuciando seu rosário de lágrimas, sentindo a nuança do sal de cada uma que embaça a vista, tornando-nos, de acordo com o temperamento, mais melhores ou mais amargos. Sim, até parece que Deus escreve torto
Pode até ser que Deus escreva certo por tortas linhas, mas o destino não brinca em serviço, pouco se importando para o que Ele escreve, e vai é entortando tudo, empenando o que custa, muitas vezes, deixar reto.
Quando voltar penso botar um negócio para mim, quem sabe possa trabalhar no comércio de compra de peles, manteiga, ovos e frutas, levando para Mossoró, mesmo que seja sacrificoso levantar tão de madrugada, quando passa o trem. Também posso participar de feiras em cidades próximas, como Almino Afonso e Umarizal. Sou homem saudável e disposto. Mas se um homem não ocupa seu tempo com o trabalho, o que ele vai fazer, então? A falta do que fazer é assim como se fosse uma bacia em que se fica lavando as mãos com a mesma água, a imundície vai se acumulando, e tudo se turva. O trabalho entorpece a alma do homem, deixando-o menos propenso a perscrutar, a inquirir o porquê das coisas que açoitam a existência. E se não bastasse essas coisas de filosofias, o fato de se ter uma ocupação útil, só ter o cansaço para o sono, já era o bastante para justificar o trabalho. Como homem que sempre fui dedicado ao trabalho honesto, sei de certeza que meus estimados pais o prof. Aderaldo José de Moura e Francelina Joaquina de Moura, nunca tiveram queixas de mim, desde que nasci na cidade de Caraúbas.
Sim, já ia esquecendo, encontrei, por acaso, um rapaz muito jovem daí e que tem por nome Juvenal Antunes. É a primeira vez que faço amizade com um poeta. Tive, assim, uma impressão, que é como se ele enxergasse coisas que a gente não vê. Também poderia ser pensada assim: coisas que a gente não faz questão de ver, ou por distração e acostumamento com o que nos rodeia, ou por que acende algum pavio de dor que o dia a dia atira para longe da nossa consciência. Aí vem o homem das letras e, além de um olhar mais cuidadoso, também se compraz em dar nome aos objetos ou aqueles sentimentos esquisitos que ficam nas fronteiras do vocabulário. Muito tenho aprendido com esse meu conterrâneo. O poeta é um ser que estabeleceu um estranho pacto com a morte. Hoje morro-me menos contrariado, ciente que estou da brevidade dos dias dos homens.
Muitos falam que tudo o que faço é feito sem pressa. É que desde pequeno tenho a impressão de que viverei por muito tempo. Quem foi acostumado a ter pouco ou a sempre perder, tudo é ganho. Os antigos não diziam o que cabe ao vivente: doença, velhice, morte e esquecimento? Resta aceitar, ir atrás de meio de vida, criar família, ir a igreja. Tem mais o que se fazer, por acaso?
Fico por aqui. Não está distante o meu retorno. Recomendações a todos que por mim perguntarem.

 Márcio de Lima Dantas
Professor da  Universidade Federal do Rio Grande do Norte 
Departamento de Letras
Tel: (84)9986-0849  (84)87613803

Sesap prorroga campanha de vacinação contra gripe até dia 19


vacina_gripeEm virtude de não alcançar a meta de 80%, a secretaria estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte prorrogou, novamente, a Campanha de Vacinação contra Influenza, cujo prazo já havia sido estendido até o último dia 05 deste mês. Os dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, indicam que, até o momento, o Rio Grande do Norte só alcançou 70,42% de cobertura vacinal. Do total de 167 municípios do estado, um quantitativo de 65, correspondendo a 39%, alcançaram a meta mínima de 80%.
Nenhuma das seis URSAPs e a Grande Natal chegou a atingir a meta mínima e, dentre os grupos prioritários, somente o grupo das puérperas alcançou a meta mínima de vacinação. De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Kristiane Fialho, a perspectiva agora é de melhorar as coberturas vacinais, contemplando cada grupo prioritário de forma homogênea.
Esta decisão também se justifica em virtude de ainda nos encontrarmos no período de sazonalidade do vírus Influenza, o qual se estende até o mês de julho, possibilitando uma ação com satisfatória probabilidade de êxito na redução da morbi-mortalidade decorrente da infecção pelo vírus.   Ela ainda reforça a importância da responsabilidade sanitária de cada ente envolvido além do impacto que uma ação de vacinação gera na saúde individual e coletiva o que, por consequência, melhora as condições de saúde da população.

Governo do Estado apresenta a docentes proposta de formação de comissões


Sem Título
Em audiência realizada na noite de hoje, os segmentos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte se reuniram com o Governador do RN, Robinson Faria, buscando resolução para a paralisação da universidade que já chega há 15 dias.
No encontro, o governo apresentou a proposta de formar quatro comissões para discutir a situação da universidade com auxiliares. A proposição do Governo será apreciada pelos docentes na próxima quinta-feira (11) em Assembleia extraordinária na sede da Associação dos Docentes da Uern (Aduern) a partir das 9h.
As comissões elencadas pelo governo foram: Comissão de formulação de projeto de Lei para realinhamento salarial; Comissão para Autonomia da universidade; para Investimento na UERN; Comissão para discussão acerca das contas do Governo. A idéia do poder público é que os agrupamentos possam pensar conjuntamente uma solução pra a greve.
Foto: AGECOM UERN

Médico Psiquiatra Foi Agraciado em Caicó com Comenda Santana dos Diferentes


Epitácio de Andrade

O médico e Psiquiatra, Epitácio de Andrade Filho,    foi  agraciado   no último dia 18 de maio, pela Câmara Municipal de Caicó, com a Comenda Santana dos Diferentes. A iniciativa  da homenagem  foi  apresentada pelo    vereador Djalma Alves da Mota (PMDB), por reconhecer  as iniciativas  construídas pelo  médico e Psiquiatra, Epitácio Andrade Filho,      não apenas em Caicó, mas em toda região, em defesa da Luta  Antimanicomial.