segunda-feira, 4 de maio de 2015

Projeto da UERN resgata mais um peixe-boi e devolve nova tartaruga ao mar

Vida marinha


Vida marinha
Uma tartaruga oliva, cuja espécie está em extinção, foi devolvida ao mar por pesquisadores da Universidade do Estado do Rio Grande do 
Norte (UERN), depois de ter ficado seis meses na Base de Tratamento de Animais Marinhos, do projeto Cetáceos da Costa Branca, na 
praia de Upanema, em Areia Branca. A tartaruga foi encontrada com uma nadadeira amputada, provavelmente por ter ficado presa em uma 
rede de pesca e não tinha mobilidade no mar. O tratamento deu resultado e o animal foi devolvido para viver com os de sua espécie. A operação durou pouco tempo.

A tartaruga foi cuidadosamente transportada em um veículo até a praia de Morro Pintado de onde foi levada em um barco até o mar. A soltura ocorreu numa distância de 150 metros da praia e foi comemorada pela equipe de biológos e outros participantes do projeto, inclusive da comunidade. "Nos últimos 5 anos, já foram devolvidos 60 animais ao mar", calcula entusiasmado, o coordenador do projeto, professor Flávio Lima, fazendo apelo às pessoas que encontrarem qualquer animal encalhado para que não toquem neles. A providência é acionar a equipe do projeto que fica de plantão na base de tratamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário