segunda-feira, 4 de maio de 2015

Missa em PE abre processo de beatificação de dom Helder Câmara


domhelder

O primeiro passo oficial de uma longa estrada a ser percorrida foi dado ontem pela Arquidiocese de Recife e Olinda para a Santa Sé reconhecer dom Helder Câmara como santo. Depois de o Vaticano emitir o Nihil Obstat (Nada Consta), documento em que se afirma não haver nenhum impedimento para a realização do processo, uma missa realizada na Igreja Catedral do Santíssimo Salvador, conhecida como a Igreja da Sé, em Olinda, abriu oficialmente o processo de beatificação e de canonização do religioso.

Na ocasião, o arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido, deu posse ao Tribunal Eclesiástico, formado por cinco integrantes. Os nomeados têm, a partir de agora, a missão de ouvir as pessoas que conviveram com o ex-arcebispo de Olinda e Recife e analisar os textos publicados por ele. Fazem parte do Tribunal Eclesiástico: dom Antônio Tourinho Neto (juiz delegado), frei Francisco Fernando da Silva (promotor de Justiça), padre Josivan Bezerra de Sales (notário), irmã Maria Vanda de Araújo (notária adjunta) e irmã Margarida Maria Couto Silva (cursor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário