segunda-feira, 20 de abril de 2015

UERN retoma entendimentos para implantação do CTsal


Agregando valor

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) reiniciou os contatos com os governos federal e estadual para a implantação do Centro de Tecnologia do Sal. Com a mudança de dirigentes nos órgãos governamentais, a instituição entende que é necessário retomar o projeto que se encontra nas duas esferas de poder.

O reitor Pedro Fernandes já esteve com o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Paulo Roberto Cordeiro, e na semana passada, tratou do assunto com o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

O professor Pedro Fernandes lembrou que em 2013, o então ministro Marco Antonio Raupp havia assegurado R$ 1,5 milhão para a construção do CTsal e que existe uma emenda de R$ 1 milhão do ex-deputado Betinho Rosado, além de equipamentos no valor de R$ 500 mil adquiridos, através da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN).
O reitor pediu apoio do novo ministro para o projeto explicando quea implantação do CTSAL-RN tem como objetivo desenvolver pesquisas que visam agregar valor ao sal produzido no Estado e também servirá de ponto de apoio para as empresas de produção e beneficiamento do sal do Rio Grande do Norte, prestando informação sobre a qualidade do produto. "Queremos compor forças com a indústria salineira que é uma das nossas principais atividades econômicas do Estado", pontuou o reitor.
O reitor também esteve em Brasília, com o deputado Beto Rosado, de que recebeu apoio para o Centro de Tecnologia do Sal."Nossa região produz 97% do sal marinho. Precisamos agregar cada vez mais valor a essa riqueza que temos", afirmou o parlamentar.
O reitor disse esperar que com essa nova mobilização, o CTsal seja concretizado, convocando mais uma vez os produtores para reforçar a defesa do projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário