quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

UERN propõe esporte e cultura no programa de erradicação do analfabetismo no Estado

Compromisso com a Educação


Compromisso com a Educação
Com um índice de 22%, acima da média nacional (17%), o Rio Grande do Norte vai contar com o esforço das instituições públicas de ensino superior para erradicar o analfabetismo potiguar. Na última sexta-feira, 20, o secretário de Educação do Estado, Francisco das Chagas Fernandes, pediu que as IES colaborassem com o governo do Estado participando do Programa Brasil Alfabetizado, do Ministério da Educação (MEC).
A proposta para a inclusão de outros setores da Educação será apresentada dia 30 de março em um seminário em Natal. O reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, considera que, para se tornar atrativo para jovens e adultos, o programa deverá associar atividades de cultura e esporte à sala de aula.
Na opinião do reitor, com essa motivação, o Estado poderá alcançar a meta de zerar o analfabetismo, juntamente com mais sugestões que serão apresentadas pelas instituições e prefeituras municipais, que também serão convocadas para o aperfeiçoamento do programa Brasil Alfabetizado no RN. Ele lembrou que a UERN leva a bandeira da licenciatura ao interior do Estado, destacando o curso de Pedagogia.
A reunião contou com a presença dos reitores da UERN, Pedro Fernandes; e da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, e de representantes da UFERSA, IFRN e Instituto Presidente Kennedy. A subsecretária de Educação, Socorro Batista, que é professora da UERN, também participou das discussões para o combate do analfabetismo no Estado.
O secretário Francisco das Chagas afirmou que o programa de erradicação do analfabetismo é prioritário para o governo do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário