terça-feira, 27 de janeiro de 2015

SISU


Mais de 70% dos candidatos aprovados na UERN pelo SiSU são do Rio Grande do Norte

SiSU
O resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), divulgado nesta segunda-feira, 26 de janeiro, revela que 71,49% dos candidatos aprovados na UERN em primeira chamada são do Rio Grande do Norte. 
Com candidatos de 21 Unidades Federativas aprovados, a UERN atraiu o interesse de estudantes de todas as regiões do Brasil, mas os potiguares prevaleceram – foram convocados 943 candidatos do Rio Grande do Norte nesta primeira chamada. O Ceará também teve um número expressivo de candidatos aprovados na UERN – foram classificados 224 candidatos cearenses, um percentual de 16,98%.
“Quando discutíamos a implantação do SiSU havia, por parte de algumas pessoas, o receio de que estudantes de fora tomassem as vagas dos alunos do nosso Estado. Sempre defendemos que isso não ia acontecer, o que foi comprovado por esses números. A UERN continuará prestando seu papel de formar profissionais em todo o Rio Grande do Norte e, com o apoio do Governo Federal, a partir da adesão ao SiSU, poderemos planejar novas ações de assistência estudantil”, afirma o Reitor Pedro Fernandes.
O diretor da Comissão Permanente de Vestibular (COMPERVE), Prof. Egberto Mesquita, acredita que esse percentual de candidatos do RN deve aumentar na segunda chamada. “Muitos candidatos são classificados nas duas opções de curso e escolhem permanecer próximo à sua cidade de origem. É importante, agora, os candidatos ficarem atentos aos prazos de matrícula”, orienta Egberto.
Ofertando 60% das vagas pelo SiSU – um total de 1.319 vagas para os dois semestres letivos de 2015 – a UERN recebeu 53.541 inscrições.
Os candidatos convocados para ingresso no primeiro e no segundo semestre de 2015, deverão requerer, de forma presencial, a matrícula institucional nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro de 2015. (Clique AQUI e saiba mais sobre as matrículas e prazos)

Em 2016, todas as vagas da UERN serão ofertadas pelo SiSU.
Confira:

Fonte: UERN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário