sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Profetas da Chuva se reúnem no Ceará


chuva PE

Diário do Nordeste - Os idealizadores e realizadores do Encontro dos Profetas da Chuva, o engenheiro Helder Cortez e o comerciante João Soares, pretendem buscar o reconhecimento do evento, realizado durante quase duas décadas em Quixadá, no Sertão Central do Ceará, como patrimônio cultural nacional. No próximo ano, o Encontro chegará à sua 20ª edição, confirmando a sua consolidação, mas é preciso assegurar a continuidade dessa atividade, o seu modelo e a confraternização de seus personagens, justificam.
O evento, promovido pelo Instituto de Viola e Poesia do Sertão Central, tem início na noite desta sexta-feira (9), na Fundação Cultural Rachel de Queiroz, com o XIII Encanta Quixadá, festival de violeiros e trovadores. Amanhã, os profetas da chuva se reúnem no parque de exposições da Acocece, na Estrada do Cedro, onde apresentam suas previsões. Estarão acompanhados de ramas de árvores nativas, colmeias de inchuis e ninhos de joão-de-barro, alguns de seus instrumentos de trabalho.
Além da preocupação com a preservação desse modelo cultural ímpar, os idealizadores não escondem a apreensão com as despesas necessárias à realização do Encontro. Ao longo dos anos o movimento cresceu e conquistou notoriedade pública, atraindo o interesse de jornais e emissoras de televisão de todo o País e até estrangeiros. Mas, na mesma proporção, os gastos aumentaram, e, por esse motivo, é preciso assegurar recursos para as realizações seguintes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário