segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Especial

Tirador de coco


Adriano Gadelha Defende a 

regulamentação da Atividade

 Profissional dos tiradores de Coco.

Adriano Gadelha
 
Tirador de coco em atividade

                           O candidato a deputado federal pelo partido dos trabalhadores Adriano Gadelha incluiu entre as propostas de sua ação parlamentar a defesa da regulamentação da atividade profissional dos tiradores de coco, a idéia surgiu com a declaração de apoio a sua candidatura do médico psiquiatra Epitácio de Andrade Filho, durante o lançamento da candidatura a deputado estadual do advogado patuense Carlos Augusto Maia, com a presença da deputada federal Fátima Bezerra, ocorrida no último dia 27 de julho de 2014, na Associação  dos moradores da COHABINAL, em Parnamirim. 

Epitácio Andrade e Carlos Augusto Maia
                           Para as agricultoras familiares Maria Mello e Angélica Liliane, o projeto, vem beneficiar uma categoria de trabalhadores, que tem dificuldades de se inserir no sistema previdenciário nacional. Reconhecendo que o nordeste brasileiro é responsável por 70 por cento da produção agrícola de coco, sendo o agreste e o litoral sul potiguar, as áreas de maior produção, o engenheiro agrônomo do INCRA e perito federal Francisco Rodrigues, afirmou que o projeto de regulamentação da atividade profissional dos tiradores de coco beneficiará uma massa de trabalhadores, formada pelos tiradores de coco nordestinos, pelos trabalhadores do coco babaçu, do maranhão, dentre outras categorias similares. 
Agricultora familiar Angélica Liliane 

                                  O ambientalista Tertuliano Pinheiro afirmou que a produção agrícola do coco é viável econômica e ecologicamente, ressaltando que na atividade econômica envolvendo, os catadores de coco catolé da serra do lima, em Patu, no médio-oeste potiguar e no cariri cearense, deve-se tomar alguns cuidados com o manejo da atividade, visto que o coco catolé é também alimento da fauna nativa, como pássaros e o macaco sagüi, além do mais, defendeu o associativismo como forma de apontar caminhos para o desenvolvimento sustentável regional, dentre eles o fomento a pesquisas para a produção de conhecimento sobre a agregação de valor econômico aos produtos derivados do coco, como o azeite e a torta. 
 
Rosário de coco catolé

Epitácio Andrade com Tertuliano Perreira, no CAPS/Parelhas


                                O militante antimanicomial Emanuel Lopes, expert em gastronomia, que presta assessoria aos principais restaurantes da Praia da Pipa, no litoral sul potiguar, afirmou que o coco é ingrediente obrigatório na moqueca capixaba, na doceria e em vários pratos a base de frutos do mar, porém a preferência dos turistas internacionais é para o consumo in natura. 
Emanuel Lopes servindo cocos in natura

                               O escritor caraubense Dudé Viana, autor de estudo sobre a influência do modernismo no litoral sul potiguar identificou que o literato Mário de Andrade, em sua viagem etnográfica pelo nordeste teve os tiradores de coco, em sua atividade profissional como personagens de seus registros fotográficos. No seu trabalho de campo, Dudé Viana conviveu com tiradores de coco e pôde constatar a precariedade das condições de vida e saúde destes trabalhadores que colocam em nossas mesas a deliciosa água de coco. 
Epitácio Andrade e Dudé Viana, reunidos com tiradores de coco
                               O empresário português Jorge Amado, do ramo de hotelaria, radicado em Tibau do Sul, afirmou que o projeto de Adriano Gadelha, da coligação “Liderados pelo povo, que é encabeçada pelo atual vice-governador Robinson Faria, suscitará um frutífero debate a nível nacional e servirá para atrair grandes eventos para o eixo turístico Natal- Pipa, como a FENACOCO (Feira nacional do coco). Não restam dúvidas, que o coco é um importante elemento da riqueza econômica e cultural da nação brasileira e a regulamentação da atividade profissional dos tiradores de coco é o reconhecimento da relevância social destes agentes que nos presenteiam com uma das maiores delícias da natureza.
Empresário Jorge Amado

Nenhum comentário:

Postar um comentário