quarta-feira, 4 de junho de 2014

Ministério da Saúde promete priorizar equipamentos para laboratórios da UERN


Cooperação
A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) espera aparelhar os laboratórios de saúde da instituição com o apoio do Ministério da Saúde. O Reitor Pedro Fernandes recebeu, nesta terça-feira, 03, a garantia do secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Hêider Pinto, de que o projeto no valor de R$ 1,5 milhão entregue pela Universidade no final do ano passado continua no planejamento da pasta.
O secretário explicou que o Ministério teve que rever suas prioridades em função das emendas parlamentares que são impositivas. Mesmo assim, o projeto da UERN não será atingido pelos cortes nos investimentos. “A UERN é uma ação estratégica para a formação de médicos no interior”, reconheceu Hêider Pinto, alegando, ainda, a troca de ministro e auxiliares para o reordenamento do plano de trabalho.
Segundo o secretário, o Ministério está fazendo levantamento de todas as demandas colocadas no Sistema de Convênios – SINCONV. “Depois da nossa exposição, o secretário considerou que a UERN se encaixa em tudo que o Ministério preconiza”, ressaltou o reitor.
Pedro Fernandes esclareceu que a UERN cumpriu todas as recomendações, destacando que a Faculdade de Ciências da Saúde (FACS) mais que dobrou as vagas no Curso de Medicina; há oferta de residências médicas em obstetrícia e ginecologia, Medicina da Família e Comunidade, e Pediatria ( em processo). Além disso, a instituições se credenciou junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) para ampliação do atendimento ambulatorial e oferta de exames e outros procedimentos à população de quase 60 municípios da região.
A deputada Fátima Bezerra que acompanhou a audiência, reforçou os argumentos do reitor sobre a importância da UERN na formação de médicos e saúde pública no Estado. “Essa instituição é valiosa para a saúde pública do RN, além do mais, o Ministério deve observar a dedicação e o esforço que foram feitos em cumprimento às recomendações para a execução do projeto”, pontuou a parlamentar.
A UERN é a única universidade do interior do RN que oferta Medicina. Já foram formadas 4 turmas. E os médicos saem preparados para o mercado de trabalho. O curso tem conceito 5 (máximo) no ENADE- Exame Nacional de Desempenho de Estudantes.
Nota do Blog: A deputada federal Fátima Bezerra tem sido uma excelente parceira na luta por projetos e recursos para UERN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário