quinta-feira, 13 de março de 2014

Fátima participa do anúncio de R$ 335 milhões para mobilidade no RN

fatima VLT
A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira (13) R$ 3,85 bilhões para investimentos em mobilidade urbana em Brasília, Goiânia, Natal, Palmas, João Pessoa, São Luís e Campo Grande. Natal receberá R$ 335 milhões do Pacto da Mobilidade Urbana.
Após a solenidade, a deputada federal Fátima Bezerra (PT), que luta desde o início do governo Lula pela implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) cumprimentou e agradeceu a presidenta Dilma em nome de Natal e Região Metropolitana por esse importante investimento do Governo Federal para o RN. “Finalmente o sonho do VLT começa a ser concretizado”, destacou.
Em tempo
Essa conquista se deu graças ao empenho da deputada que ao longo desse processo participou de reuniões com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, com o secretário do PAC, Mauricio Muniz, com o ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro, com o então Diretor-Presidente da CBTU, Francisco Colombo, para que o projeto fosse incluído no PAC Mobilidade Grandes Cidades. Esses investimentos se somam aos R$ 154 milhões que já foram liberados para aquisição dos 12 veículos (VLT) para a CBTU de Natal.

Mineiro destaca investimentos do governo federal na mobilidade urbana e modernização de trens


O deputado Fernando Mineiro (PT) disse que o dia de ontem (13/03) foi histórico para Natal, com o anúncio do conjunto de obras de mobilidade urbana pela presidenta Dilma Roussef. Dos R$ 3,85 bilhões para investimentos em mobilidade urbana (Brasília, Goiânia, Natal, Palmas, João Pessoa, São Luís e Campo Grande), Natal receberá R$ 335 milhões do Pacto da Mobilidade Urbana. No total, o governo federal irá investir R$ 2,27 bilhões do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 1,58 bilhão de financiamento.
Mineiro também mencionou a data histórica: há 50 anos, o ex-presidente João Goulart defendeu reformas de base no comício da Central do Brasil, ou Comício das Reformas: “Hoje amanheci relendo esse discurso, que está atual, com muitas questões colocadas. Há exatos 50 anos acontecia o Comício da Central”, disse

Nenhum comentário:

Postar um comentário